Fiat apresenta motores Firefly turbo com 120 a 180 cv

 

A linha de motores Firefly da FCA começou no Brasil, mas rende frutos para outros mercados: suas primeiras versões turbo foram mostradas em um simpósio internacional de motores em Viena, na Áustria. Chamado por lá de GSE (Global Small Engine, motor pequeno global), o Firefly ganhou bastante potência e torque com a superalimentação, quatro válvulas por cilindro e injeção direta de combustível: o de 1,0 litro e três cilindros passou a 120 cv e 19,3 m.kgf, e o de 1,35 litro e quatro cilindros, a 180 cv e 27,5 m.kgf (mais que o THP 1,6 da PSA, que tem 166 cv e 24,5 m.kgf com gasolina).

 

 

De acordo com a publicação Motor Talk, os motores turbo devem equipar modelos da Fiat, Jeep e Alfa Romeo. O 1,35 tem aplicação prevista ao Cronos no Brasil, ajustado para cerca de 160 cv, e um deles pode chegar ao Argo. Utilitários esporte também poderiam usar o quatro-cilindros no lugar do antigo 1,4 turbo (similar ao de nossos Punto e Linea TJet), que equipa o Renegade e o Compass em outros mercados. Espera-se que o Firefly turbo apareça por aqui em 2020. Acima, o 1,35 aspirado usado hoje.

 

Cronos

Texto da equipe – Fotos: divulgação