Ferrari elétrico chega em 2025 para suceder Superfast

 

Desenhos de patente que vazaram na internet parecem indicar como será a mecânica do primeiro Ferrari elétrico, previsto para chegar ao mercado em 2025 como sucessor do 812 Superfast (acima). Os esboços, mostrados no site norte-americano Taycan EV Forum (dedicado, como se imagina, ao Porsche Taycan), dão pistas do que Maranello prepara como um grã-turismo de alto desempenho sem emissões pelo escapamento. O Taycan, claro, será um dos competidores.

 

 

 

Essa vista por cima sugere que o Ferrari elétrico terá dois ou 2+2 lugares, capô longo e balanços curtos. Com um motor elétrico para cada roda, o esportivo terá tração integral e vetorização de torque. A revista inglesa Autocar supõe que o carro usará técnicas do SF90 Stradale (abaixo), que tem três motores elétricos, mas combinados a um V8 biturbo a gasolina para obter 1.000 cv combinados.

 

 

Entre os desafios para o Ferrari elétrico está o som do motor, como admitiu o diretor de tecnologia da empresa, Michael Leiters: “Veja os requisitos do cliente: o mais importante é o som. Hoje, também há um problema de autonomia, o que para um carro esportivo é realmente um problema. A autonomia de um carro elétrico é especialmente importante se você acelerar ou andar em alta velocidade”.

Texto da equipe – Fotos: divulgação