Ferrari 250 GTO 1962 alcança US$ 48,4 milhões em leilão

 

Um Ferrari 250 GTO de 1962 foi comprado por US$ 48.405.000 (cerca de R$ 197,4 milhões pela cotação desta segunda-feira) no leilão da RM Sotheby’s em Monterey, na Califórnia, tornando-se o carro mais caro já adquirido nessa modalidade de compra. O valor superou a previsão de US$ 45 milhões (R$ 183,5 milhões) anunciada em junho. O recorde anterior, de outro 250 GTO, era de US$ 38 milhões. O esportivo é uma das 36 unidades fabricadas e tem carroceria Scaglietti.

 

 

 

Veja os outros carros de maior valor do leilão:

• Aston Martin DP215 1963, protótipo de competição: US$ 21.455.000 (R$ 87,5 milhões)

• Ford GT40 Mk II Coupe 1966: US$ 9.795.000 (R$ 40 milhões)

• Porsche 550A Spyder 1957: US$ 4.900.000 (R$ 20 milhões)

• Mercedes-Benz CLK-GTR 1998: US$ 4.515.000 (R$ 18,4 milhões)

• Packard Twelve-Series 1108 Dietrich Convertible Victoria 1934: US$ 3.745.000 (R$ 15,3 milhões)

• Ferrari La Ferrari 2014: US$ 3.305.000 (R$ 13,5 milhões)

• Lamborghini Miura P400 SV 1971: US$ 2.177.500 (R$ 8,9 milhões)

• Mercedes-Benz 300 SL Roadster 1963: US$ 1.930.000 (R$ 7,9 milhões)

Texto da equipe – Fotos: RM Sotheby’s