Edição Signature para os Mustangs GT 350 e 500 da Shelby

 

Quando os Mustangs que saem da linha de produção da Ford não são potentes o bastante, recorrer à Shelby American é uma opção. A empresa fundada por Carroll Shelby, o criador do Cobra, lança edições limitadas de duas versões do esportivo norte-americano: a Signature Edition para o GT 350 e o GT 500, que celebram os 55 anos desde que o primeiro Mustang modificado pelo preparador ganhou as ruas, o GT 350 de 1965.

 

 

Para o GT 500 (fotos acima) a série aplica novas rodas de 20 polegadas com pneus Michelin Sport Cup 2, capô de fibra de carbono (quase 14 kg mais leve que o original), anexos aerodinâmicos e bancos com a assinatura de Carroll nos encostos. O motor V8 de 5,2 litros com compressor recebe outra polia para acentuar a atuação do sistema e novo resfriador de ar, o que o leva de 770 para 811 cv. O Mustang também ganha mudanças em semiárvores de transmissão, molas e amortecedores. As alterações custam US$ 30 mil, além do GT 500 original fornecido, e serão restritas a 100 carros por ano.

 

 

 

No GT 350, a série Signature Edition é mais barata (acrescenta US$ 10 mil ao Mustang) e menos abrangente, mas também limitada a 100 exemplares. O pacote inclui rodas de 19 pol com novos pneus, bancos assinados e suspensão recalibrada. O capô de fibra de carbono também pode ser instalado. Sem alterações, o V8 de 5,2 litros aspirado do Shelby GT 350 fornece 533 cv e torque de 59,3 m.kgf.

Texto da equipe – Fotos: divulgação