Ducati renova Hypermotard e lança “irmã” Hyperstrada

 

A grande uso-misto Ducati Hypermotard não só chega renovada ao modelo 2013, como ganha uma irmã mais estradeira, a Hyperstrada, cujo nome remete a uma fusão entre a Hypermotard e a Multistrada. Na primeira, a maior novidade é o motor Testastretta de dois cilindros em “V” e 821 cm³, agora refrigerado a líquido, com potência de 110 cv e o considerável torque de 9,1 m.kgf. A versão SP (mostrada em branco, acima) traz rodas forjadas Marchesini e suspensões mais sofisticadas que a básica, com garfo Marzocchi e amortecedor traseiro Öhlins, mas ambas vêm com três modos de gerenciamento do motor (Race ou corrida, Sport e Wet ou molhado), controle eletrônico de tração e freios antitravamento (ABS).

 

 

Por sua vez, a Hyperstrada vem com alterações que favorecem o uso em rodovias se comparada à Hypermotard. O V2 de 821 cm³ e 110 cv é o mesmo, mas bolsas laterais e uma superior na traseira (opcional) levam a bagagem. Guidão mais alto, banco mais largo e para-brisa com maior proteção do vento são outras diferenças, ao lado de suspensões com menos regulagens e que deixam a moto um pouco mais baixa.

 

Texto: Fabrício Samahá – Fotos: divulgação