Costantini, o terceiro homenageado no Bugatti Veyron

Bugatti Veyron Meo Costantini 01

 

A Bugatti apresenta no Salão de Dubai o Veyron 16.4 Grand Sport Vitesse Meo Costantini, a terceira edição limitada da série Les Légendes de Bugatti (as lendas da Bugatti), que já teve as versões Jean-Pierre WimilleJean Bugatti e ainda terá outras três. Costantini, um amigo de Ettore Bugatti, o fundador da marca, comandou a equipe de competições da empresa e pilotou seus carros em provas como a Targa Florio, que ele venceu duas vezes com o modelo Tipo 35.

 

 

O Veyron em sua homenagem tem pintura em azul (clássica cor dos carros de corrida franceses) nas partes de fibra de carbono, enquanto as seções de alumínio, como portas, para-lamas dianteiros e partes do para-choque dianteiro, vêm polidas e envernizadas. O interior combina couro em tons azul e caramelo e traz a assinatura de Costantini nos encostos dos bancos, enquanto a seção entre os bancos exibe a silhueta do circuito da Targa Florio.

Restrito a três unidades, esse Veyron mantém o motor W16 de 8,0 litros com quatro turbos, que fornece potência de 1.200 cv para acelerar o carro de 0 a 100 km/h em 2,6 segundos. A versão Vitesse, da qual a edição é derivada, foi medida a 408,8 km/h com o teto aberto e tornou-se o carro conversível mais veloz já produzido para uso em rua. O preço na Europa é de € 2,09 milhões, mais impostos.

 

Texto: Fabrício Samahá – Fotos: divulgação