Com linha 2021, Volkswagen Fox segue para os 17 anos

 

O Volkswagen Fox, um dos carros nacionais produzidos há mais tempo na mesma geração (segue para completar 17 anos), chega ao modelo 2021. Depois de interromper sua produção meses atrás, a marca volta a fabricá-lo em São José dos Pinhais, PR, com as alterações de segurança exigidas por lei: fixações Isofix para cadeiras infantis, cinto de três pontos e encosto de cabeça no centro do banco traseiro de série.

 

 

 

As versões permanecem as mesmas desde o modelo 2018: Connect, cujo preço sugerido passou para R$ 54.060, e Xtreme, que agora custa R$ 59.630. Ambas usam o tradicional motor EA-111 de 1,6 litro e oito válvulas, com 101 cv e torque de 15,4 m.kgf (com gasolina) ou 104 cv e 15,6 m.kgf (com álcool), apenas com caixa manual. A VW não oferece mais nenhum modelo com a caixa automatizada I-Motion e, por sua idade avançada e o segmento de mercado que ocupa, o Fox não deve justificar o investimento para receber a caixa automática de seis marchas oferecida em Gol, Voyage, Polo, Virtus e outros.

 

 

À parte os equipamentos de segurança citados, o Fox é o mesmo de antes. Vem com ar-condicionado, direção elétrica, controlador de velocidade, volante com ajuste de altura e distância, computador de bordo, sensor de estacionamento traseiro, faróis de neblina, rodas de alumínio de 15 pol e a central de áudio Composition Touch com tela de 6,5 pol e integração a celular. O Xtreme traz ainda faróis auxiliares com funções de neblina e de longo alcance, rodas de alumínio de 16 pol, barras de teto e câmera traseira de manobras. Até quando ele segue em produção? É uma questão que o mercado responderá.

Texto da equipe – Fotos: divulgação