Citroën C4: terceira geração mostra que hatch está vivo

 

O hatch médio não morreu, ao menos na Europa. Depois de dois anos sem essa versão da linha C4 (havia o C4 Cactus, de perfil diferente), a Citroën volta a oferecer um C4 hatch na linha 2021, incluindo a opção elétrica Ë-C4 — grafada assim mesmo, com trema, talvez para criar associação ao nome da marca. Os franceses justificam o lançamento dessa terceira geração com o argumento de que no ano passado os hatches representaram 28% das vendas do segmento C na Europa, que abrange carros como Ford Focus e VW Golf.

 

 

 

O novo Citroën C4 aposta em uma linha suave de teto, o mesmo padrão de frente de outros modelos da marca e uma traseira com aerofólio integrado ao estilo. O interior segue um desenho minimalista, sem alavanca de transmissão automática (usa um pequeno seletor) e com ampla tela de aspecto flutuante para a central de áudio. Notam-se a tela da projeção elevada de informações, acima do painel digital, e o teto solar panorâmico. Foram previstas versões elétrica, a gasolina e a diesel para o novo Citroën C4, mas a fábrica ainda não informou dados técnicos ou equipamentos disponíveis.

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação