Citroën C4 Cactus começa em R$ 69 mil; veja conteúdos

 

A Citroën lança hoje (28) à imprensa o utilitário esporte C4 Cactus fabricado em Porto Real, RJ, com preços sugeridos entre R$ 69 mil e R$ 99 mil. Trata-se do mesmo modelo lançado na Europa em outubro passado, que corresponde à reestilização daquele apresentado em 2014. Ele será vendido em cinco versões: Live, Feel e Feel Pack com motor aspirado de 1,6 litro (caixa manual de cinco marchas para Live e Feel ou automática de seis para Feel e Feel Pack) e Shine e Shine Pack com o THP turbo de 1,6 litro associado à caixa automática. Confira abaixo os preços e conteúdos de cada uma (com algumas alterações em relação ao que publicamos mais cedo).

 

 

Essa nova fase do Cactus foi desenvolvida no Brasil, segundo a marca francesa. O nosso difere do europeu pela altura de rodagem maior em 34 mm. Oferece teto em cor diferente da carroceria, rodas de 16 ou 17 pol e os elementos laterais protetivos Airbump. O painel foi redesenhado para o Brasil: adota os instrumentos digitais do C4 Lounge e arranjo mais tradicional, com difusores de ar acima da tela central de áudio em vez de abaixo dela. Entre as conveniências disponíveis estão chave presencial para acesso e partida, áudio com integração a celular (por Android Auto e Apple Car Play) e câmera traseira de manobras. O carro mede 4,17 metros de comprimento e 2,60 m entre eixos e pesa entre 1.135 e 1.225 kg. A capacidade de bagagem é de 320 litros.

A oferta de equipamentos de segurança ativa é destaque do C4 Cactus: o conjunto Pack da versão de topo inclui sistemas de frenagem automática e alerta de colisão (avisa ao motorista e, em caso de não ser tomada ação, aciona os freios até a parada total), alerta de saída de faixa de rolamento, aviso de desatenção do condutor (detectada pela análise de seu comportamento) e aviso para pausa após dirigir por duas horas acima de 70 km/h. O SUV oferece ainda controle eletrônico de estabilidade e monitor de pressão dos pneus, a partir da Feel automática, além de controle de tração ajustável Grip Control nas versões THP.

 

 

O motor aspirado produz 115 cv e torque de 15,5 m.kgf com gasolina ou 118 cv e 16,4 m.kgf com álcool. Com este combustível, a versão manual acelera de 0 a 100 km/h em 9,8 segundos e a automática em 12 s. O THP passa a 166 e 173 cv, na mesma ordem, sempre com 24,5 m.kgf, e permite 0-100 em 7,3 s com máxima de 212 km/h. A plataforma é basicamente a mesma de C3, 208 e 2008, com tração dianteira e eixo traseiro de torção; a versão THP vem com freios a disco também atrás. Na Europa ele usa outros motores: Puretech turbo de 1,2 litro (110 ou 130 cv), aspirado de 82 cv e um turbodiesel de 100 cv.

Confira os preços e equipamentos de cada versão:

• Live 1,6 manual (R$ 69 mil): bolsas infláveis frontais, central de áudio com tela de 7 pol e integração a celular, computador de bordo, controle elétrico de vidros /travas/retrovisores, fixação Isofix para cadeiras infantis, luzes diurnas de leds, rodas de 16 pol (aço), volante ajustável em altura e distância.

 

 

• Feel 1,6 manual (R$ 73.490): como o Live, mais alarme perimétrico, banco traseiro bipartido 60:40, câmera traseira de manobras, controlador e limitador de velocidade, controle elétrico de vidros com função um-toque para todos, faróis de neblina, rodas de alumínio de 17 pol.

• Feel 1,6 automático (R$ 80 mil): como o Feel manual, mais assistente de saída em rampa, controle eletrônico de estabilidade e tração, faróis de neblina com função para curvas, monitor de pressão dos pneus, transmissão automática de seis marchas.

• Feel Pack 1,6 automático (R$ 85 mil): como o Feel automático, mais alarme volumétrico, ar-condicionado automático, bolsas infláveis laterais dianteiras, chave presencial para acesso e partida, faróis e limpador de para-brisa automáticos, volante de couro.

 

 

• Shine THP 1,6 automático (R$ 95 mil): como o Feel Pack automático, mais bancos revestidos em couro, controle de tração ajustável Grip Control, freios traseiros a disco, motor turbo.

• Shine THP Pack 1,6 automático (R$ 99 mil): como o Shine THP automático, mais alertas de saída de faixa e desatenção do motorista, bolsas infláveis  de cortina, monitor frontal com frenagem automática, retrovisor interno fotocrômico.

Mais adiante haverá uma opção automática abaixo de R$ 70 mil para pessoas com deficiência.

Texto da equipe – Fotos: divulgação