Chevrolet S10 e Trailblazer: novo visual e mais segurança

 

A Chevrolet apresenta a linha 2021 da picape S10 e do utilitário esporte Trailblazer com frente renovada e novidades internas e de segurança. A alteração de estilo foi pequena, bem menor que a reestilização de 2017: apenas o para-choque e a grade foram refeitos, agora com visual diferente para as versões High Country (S10) e Premier (Trailblazer) em relação às demais da picape. Naquelas opções de topo a barra superior da grade, que antes mostrava a gravata-borboleta da marca, passa a ter o nome Chevrolet por extenso e a gravata vem abaixo, perto do farol esquerdo.

 

 

No interior, a central de áudio My Link agora conecta-se sem fio a um celular compatível, por sistemas Android Auto e Apple Car Play, e permite roteamento de uma conexão de internet (com plano da Claro a ser contratado) para vários aparelhos a bordo. Bolsas infláveis laterais dianteiras e de cortina passam a vir de série em toda a linha. Outro avanço em segurança vem do pacote de assistências das versões LTZ e superiores, com monitor de distância à frente com frenagem autônoma de emergência e alertas de saída da faixa e de veículo em ponto cego nas laterais.

 

 

Não houve alterações de ordem técnica. O motor flexível da S10 é de quatro cilindros e 2,5 litros com potência de 197 cv e torque de 26,3 m.kgf, com gasolina, ou 206 cv e 27,3 m.kgf com álcool. Tanto na picape quanto no Trailblazer, o motor turbodiesel de 2,8 litros e quatro cilindros produz 200 cv e 51 m.kgf com transmissão automática de seis marchas (no caso da S10 com caixa manual, também de seis marchas, o torque desse último fica em 44,9 m.kgf). O motor V6 a gasolina não está mais disponível no Trailblazer desde a linha 2020.

 

 

 

Versões, preços e equipamentos de série

• S10 LS turbodiesel 4×4, caixa manual (R$ 169.200) – Bolsas infláveis laterais dianteiras e de cortina, controlador de velocidade em declive, controle eletrônico de estabilidade e de tração, monitor de pressão dos pneus, rodas de aço de 16 polegadas, computador de bordo, ar-condicionado, sistema de áudio com USB e interface Bluetooth.

• S10 Advantage Flex 4×2, caixa manual (R$ 125.390) – Como a LS, mais capota marítima,  faróis de neblina, regulagem de altura dos faróis, rodas de alumínio de 16 pol.

• S10 LT Flex 4×2, caixa manual (R$ 142 mil), e S10 LT Turbodiesel 4×4, caixa manual (R$ 187.590) – Como a Advantage, mais alarme, câmera traseira de manobras, controlador de velocidade, sensores de estacionamento traseiros, volante com regulagem de altura.

 

 

S10 LTZ Flex 4×2, caixa manual (R$ 146.790), S10 LTZ Flex 4×4, caixa manual (R$ 156.690) e S10 LTZ Turbodiesel 4×4, caixa manual (R$ 206.190) – Como a LT, mais alerta de distância frontal com frenagem automática, alerta de saída de faixa, ar-condicionado automático, banco do motorista com ajuste elétrico, barras de teto, central de áudio My Link com tela de 8 pol e integração a celular sem fio, estribos, luzes diurnas de leds, faróis e limpador de para-brisa automáticos, partida remota, retrovisor interno fotocrômico, retrovisores com rebatimento elétrico, rodas de 18 pol, sensor de estacionamento dianteiro, volante de couro.

• S10 High Country Turbodiesel 4×4, caixa automática (R$ 213.290) – Como a LTZ, mais bancos com revestimento sintético, estrutura estilizada de caçamba.

O Trailblazer ainda não teve o preço divulgado.

Texto da equipe – Fotos: divulgação