Chevrolet Orlando: a “Spin chinesa” ganha sistema híbrido

 

A Chevrolet anuncia a adoção de sistema híbrido leve para a Orlando, minivan lançada no ano passado na China, que bem poderia inspirar uma nova geração da brasileira Spin. A mecânica, igual à oferecida naquele mercado para o sedã médio Monza, une um motor turbo de três cilindros e 1,3 litro, motor elétrico e bateria de 48 volts. A GM não anunciou a potência, que deve ser igual ou próxima à do Monza: 163 cv.

 

 

 

A minivan Orlando, disponível com cinco ou sete lugares, fica 9% mais econômica com o auxílio elétrico: passa ao consumo médio de 16,4 km/l de gasolina pelo padrão chinês. A Chevrolet adotou também central de áudio Mylink + com assistência On Star e roteamento de internet. O modelo oferece faróis de leds, rodas de 17 polegadas, teto solar panorâmico e transmissão automática de seis marchas. O porta-malas leva 479 litros com cinco lugares e o banco do meio pode ser ajustado para frente ou para trás em até 21 cm. Os preços da Orlando híbrida variam de 136.900 a 159.900 remimbis (R$ 98,1 mil a R$ 114,7 mil). Ah, se a Spin ficasse assim…

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação