Carabinieri recebe o Alfa Romeo Giulia QV de polícia

 

O Alfa Romeo Giulia marca o retorno da marca italiana aos sedãs de tração traseira, mas não apenas a essa tradição. Duas unidades da versão de topo Quadrifoglio estão destinadas à corporação Arma dei Carabinieri de Roma e de Milão, papel que os sedãs mais rápidos da Alfa (como o Giulia original, o 90 e o 156) exerceram no passado. O Giulia policial mantém o motor V6 biturbo de 3,0 litros e 510 cv, o bastante para 0-100 km/h em 3,9 segundos, o que deve dificultar bastante a vida dos criminosos em fuga. A FCA entrega até o fim do ano 800 carros à polícia italiana, incluindo o Giulia, o Fiat Panda e o Jeep Renegade.

 

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação