BYD Qin: híbrido chinês promete grande aceleração

BYD Qin 01

 

A chinesa BYD lança um sedã híbrido de alto desempenho, o Qin, naquele mercado como sucessor do F3DM. O modelo combina um motor a gasolina de 1,5 litro, 151 cv e 24,5 m.kgf (provavelmente turbo) e um elétrico para obter 291 cv combinados, o que resulta em aceleração muito rápida (de 0 a 100 em 5,9 segundos), mas com velocidade máxima modesta, 185 km/h. Há quatro modos de condução: elétrico econômico, elétrico esportivo, híbrido econômico e híbrido esportivo. No híbrido econômico, seu consumo de gasolina anunciado é de 62,5 km/l.

 

 

O motor elétrico pode funcionar só, movendo o carro por 44 km, e as baterias aceitam recarga externa para evitar consumo de combustível nesse tipo de uso. Os requintes internos incluem tela de TFT de 12,1 pol no quadro de instrumentos e um sistema de manobras de baixa velocidade com controle remoto, acionado de fora do carro. A intenção da BYD é vender o Qin na Europa em 2015, ano em que também tenciona chegar aos Estados Unidos com quatro modelos.