BMW X4 chega como opção mais esportiva ao X3

BMW X4 01

 

O BMW X6 tem seu primeiro rebento: o X4, um utilitário esporte de formato esportivo derivado do X3, da mesma maneira que o X6 se baseia no X5 da geração anterior. Antecipado em abril passado pelo conceito X4, o modelo entra em produção neste segundo trimestre. Seu comprimento é apenas 14 mm menor que o do X3, mas com altura inferior em 36 mm e traseira inclinada como a de um hatchback. Ao contrário do X6, porém, ele mantém os cinco lugares. O banco traseiro é dividido em três seções, 40:20:40, para maior variedade de transporte de passageiros e carga.

 

 

A BMW aplicou ao novo SUV uma linha de seis motores. As opções a gasolina são de 2,0 litros, quatro cilindros, 184 cv e torque de 27,5 m.kgf; a mesma com 245 cv e 35,7 m.kgf; e de 3,0 litros, seis cilindros em linha, 306 cv e 40,8 m.kgf, sempre com um só turbo e injeção direta. A gama a diesel oferece motores de 2,0 litros e quatro cilindros (190 cv e 40,8 m.kgf) e 3,0 litros com seis cilindros (um de 258 cv e 57 m.kgf, outro com 313 cv e impressionantes 64,3 m.kgf). O mais potente a gasolina, usado no X4 XDrive 35i, leva-o de 0 a 100 km/h em 5,5 segundos.

 

BMW X4 11

 

O câmbio automático (opcional em algumas versões) tem oito marchas, trocas manuais com alavancas no volante e recurso de roda livre, que baixa o motor à marcha-lenta ao desacelerar; a tração integral é o sistema XDrive já conhecido na marca. Auxílios ao motorista passam por projeção de informações no para-brisa, ajuste automático do campo dos faróis para evitar ofuscamento, controlador de distância à frente com função para-anda, alerta para obstáculos e pedestres adiante e aviso para evasão da faixa de rolamento.

 

Texto: Fabrício Samahá – Fotos: divulgação