Aston Martin trocará motor AMG V8 por híbrido com V6

 

Nem os fabricantes de carros esporte mais tradicionais escapam à tendência por motores menores e sistemas híbridos, de modo a reduzir consumo e emissão de CO2. A Aston Martin confirma que deixará de lado o AMG V8, adotando no lugar um V6 com auxílio elétrico, dessa vez em projeto próprio e fabricado no Reino Unido. A empresa inglesa anuncia que será pelo menos tão potente quanto o AMG V8 de 4,0 litros com dois turbos, que no Vantage (fotos) produz 503 cv e torque de 70 m.kgf. Embora a marca não tenha tradição em V6, usou por muito tempo unidades de seis cilindros em linha.

 

 

 

O V12 de 5,2 litros da Aston continuará em oferta, mas produzido na Inglaterra e não mais na Alemanha. Hoje ele é feito na fábrica da Ford em Colônia, pois a marca norte-americana era dona da britânica. O 12-cilindros ainda responde por boa parcela das vendas da empresa: 1.780 unidades no ano passado, quase um terço de sua produção total.

Texto da equipe – Fotos: divulgação