Guia de Compra: o que pensam os donos do VW Polo

Embora satisfeitos com desempenho e suspensão, eles reclamam do acabamento e de diversos ruídos

Texto e fotos: Fabrício Samahá

 

Depois de dois anos de ausência, o Guia de Compra está de volta ao Best Cars. Idealizada para orientar a compra de um carro usado, a seção retorna em um momento de crise econômica, no qual a aquisição de um automóvel novo se torna mais difícil para muitos. Além disso, vem nos dar bons temas para debate nesses tempos de pandemia, isolamento e escassez de notícias.

O formato é o mesmo que a seção usou até 2018: condensar as opiniões de proprietários do Teste do Leitor em estatísticas, que são então comentadas de maneira acessível, a fim de apresentar os aspectos positivos e negativos do carro, os defeitos mais frequentes e os índices de satisfação com o veículo e com a rede de concessionárias.

Começamos pelo Volkswagen Polo em sua segunda geração fabricada no Brasil. Que modelos você gostaria de ver analisados na seção? Envie pelos comentários.

 

O Polo atual foi lançado em setembro de 2017, no mesmo ano de sua estreia na Europa. Oferecia dois motores de três cilindros e 1,0 litro: o aspirado da versão MPI e o turboalimentado com injeção direta, reservado às versões Comfortline 200 TSI e Highline 200 TSI, esta a mais luxuosa. Acima da MPI havia a MSI de quatro cilindros e 1,6 litro. De início, apenas transmissão manual de cinco marchas equipava o Polo MPI e o MSI, enquanto as versões TSI vinham com caixa automática de seis marchas.

Em julho de 2018 o MSI ganhava sua opção automática, também aplicada ao Polo Sense — versão para pessoas com deficiência, PCD. O esportivo GTS, com motor turbo de 1,4 litro, aparecia em janeiro de 2020 e ainda não consta de nossa análise. Os equipamentos de segurança eram um destaque do Polo. Todas as versões vinham de série com bolsas infláveis laterais dianteiras, controle eletrônico de tração e fixação Isofix para cadeira infantil. Controle de estabilidade era opcional para MPI e MSI até a linha 2019, passando a vir de série no MSI 2020; os TSI tiveram o item desde o início.

 

O Comfortline é uma das versões intermediárias do Polo e, como o Highline, vem com motor turbo de 1,0 litro e transmissão automática de seis marchas

 

De acordo com a versão, entre os recursos de conveniência disponíveis estavam chave presencial para acesso e partida, ar-condicionado automático, câmera traseira de manobras, central de áudio com tela de até 8 polegadas, detector de fadiga (analisa as ações do motorista, comparando-as ao período anterior de condução, para alertar sobre sonolência), monitor de pressão dos pneus e quadro de instrumentos digital.

 

 

O desempenho do motor é, de longe, o aspecto mais elogiado do Polo: 67% dos donos o citaram no Teste do Leitor, tanto para versões TSI de 1,0 litro (como se esperava) quanto para MSI de 1,6 litro. O segundo item mais apontado é suspensão/estabilidade (36%), seguido por itens de conveniência (33%), prazer em dirigir (30%) e consumo de combustível (27%), sendo frequente a ressalva para uso em rodovia. Também aparecem vários elogios a segurança passiva (24%), posição de dirigir (18%) e a transmissão automática (15%).

Nelson Marchesin Junior, de Americana, SP, dono de um Polo Comfortline TSI automático 2019, comenta: “Agrada muito ao dirigir. O motor entrega força desde baixo giro e conversa muito bem com o câmbio. A suspensão tem um comportamento muito bom e traz sensação de segurança mesmo em velocidades mais altas. Com todas as regulagens é fácil ficar bem acomodado”. Luiz Carlos Zonta, de Natal, RN, que tem um MSI 1,6 manual 2018, confirma: “Dirigibilidade excelente. Estabilidade muito boa. Veículo muito seguro”.

 

As versões MSI de 1,6 litro (fotos) e MPI de 1,0 litro mostram acabamento mais simples; na MSI o motor desenvolve até 117 cv e pode ter caixa automática

 

Acabamento é — também por larga margem — o maior alvo de críticas dos donos de Polo, indicado por 52% dos participantes da seção. Depois aparecem o consumo em cidade (27%), frequente para versões TSI; a tampa traseira sem botão ou maçaneta e que fecha com dificuldade (21%), dando trabalho para ser reaberta; e trancos da caixa automática (18%). Outros pontos negativos ficaram abaixo de 10% de citações.

 

O desempenho do motor é, de longe, o aspecto mais elogiado do Polo: 67% dos donos o citaram no Teste do Leitor, tanto para versões TSI quanto para MSI

 

Paulo Gustavo Pereira Mendes, de Maceió, AL, dirige um Polo MSI 1,6 2018 e comenta: “Falta de acabamento nos trilhos dos bancos, pois as ferragens ficam todas aparecendo. Não tem iluminação no porta-malas, ruído de vento a partir dos 100 km/h, acabamento interno com muito plástico”. Sebastião Filho, de São Paulo, SP, tem um Polo Comfortline TSI automático 2018 e acrescenta: “O câmbio não é suave. As trocas de marcha são muito perceptíveis. E o projeto estúpido da tampa do porta-malas sem botão: precisa ser batida com vontade para travar”.

A tampa traseira, assim como a cobertura interna do compartimento de bagagem, volta a ser lembrada por muitos quando perguntamos os defeitos apresentados pelo Polo: nada menos que 58% apontaram ruídos em um desses componentes ou ambos. Os incômodos sonoros também afetam painel e console (27%) e a suspensão (9%). Outros defeitos são raros, citados por até 6% dos leitores.

 

Instrumentos digitais e central de áudio com tela de 8 pol são opções do Polo Highline, versão de topo da linha até que fosse lançado o esportivo GTS

 

“Tampa interna do porta-malas batendo. Levei à concessionária e resolveram apenas colando uns feltros nas laterais para ficar mais justo. Chega a ser engraçado o ‘jeitinho’ que deram, mas de qualquer forma resolveu”, relata Marcio Cremonese, de Cotia, SP, sobre o Polo Highline TSI automático 2020. Outro incomodado é Leandro Cassimiro Barros Gama, de Goiânia, GO, com seu Polo MPI 1,0 2020: “Console parece solto, faz muito barulho desde novo. Barulho em lâmpada de teto, no porta-malas, nos bancos traseiros, barulho em todo o lado”.

 

 

Entre altos e baixos, o índice de satisfação dos donos de Polo é um tanto modesto: 58% declaram-se muito satisfeitos, com 21% insatisfeitos. Comparado a modelos pequenos da fase anterior do Guia de Compra, ele fica abaixo de Volkswagen Up (94%), os antigos Chevrolet Onix e Prisma (82%), Peugeot 208 (81%), Toyota Etios (76%), Hyundai HB20 e HB20S anteriores (75%), Renault Logan e Sandero (69%), Fiat Grand Siena (64%) e VW Fox e Spacefox (60%).

A rede de concessionárias da Volkswagen tem avaliação mais razoável dentro do mercado: deixou 45% dos participantes muito satisfeitos. A marca supera as de Logan e Sandero (41%), Fox (40%), 208 (38%) e Grand Siena (30%), mas perde para Etios (69%), HB20 (63%) e Onix e Prisma (46%). Os resultados referem-se à época de cada Guia de Compra e podem ser diferentes da situação atual.

Mais Avaliações

 

Satisfação com o carro

Muito satisfeitos58%
Parcialmente satisfeitos21%
Insatisfeitos21%
Pesquisa com 33 donos

 

Satisfação com a rede de concessionárias

Muito satisfeitos45%
Parcialmente satisfeitos27%
Insatisfeitos27%
Não usam0
Pesquisa com 33 donos

 

 

Ficha técnica

 Polo MPI 1,0Polo MSI 1,6Polo Highline TSI 1,0
Motor
Posiçãotransversaltransversaltransversal
Cilindros3 em linha4 em linha3 em linha
Comando de válvulasduplo no cabeçoteduplo no cabeçoteduplo no cabeçote
Válvulas por cilindro4, variação de tempo4, variação de tempo4, variação de tempo
Diâmetro e curso74,5 x 76,4 mm76,5 x 86,09 mm74,5 x 76,4 mm
Cilindrada999 cm³1.598 cm³999 cm³
Taxa de compressão11,5:111,5:110,5:1
Alimentaçãoinjeção multiponto sequencial (TSI: injeção direta, turbocompressor, resfriador de ar)
Potência máxima (gas./álc.)75 cv a 6.250 rpm/84 cv a 6.350 rpm110/117 cv a 5.750 rpm116/128 cv a 5.500 rpm
Torque máximo (gas./álc.)9,7/10,4 m.kgf a 3.000 rpm15,8/16,5 m.kgf a 4.000 rpm20,4 m.kgf de 2.000 a 3.500 rpm
Transmissão
Tipo de caixa e marchasmanual, 5manual, 5 ou automática, 6automática, 6
Traçãodianteiradianteiradianteira
Freios
Dianteirosa disco ventiladoa disco ventiladoa disco ventilado
Traseirosa tambora tambora disco
Antitravamento (ABS)simsimsim
Direção
Sistemapinhão e cremalheirapinhão e cremalheirapinhão e cremalheira
Assistênciaelétricaelétricaelétrica
Suspensão
Dianteiraindependente, McPherson, mola helicoidal
Traseiraeixo de torção, mola helicoidal
Rodas
Dimensões5,5 x 15 pol5,5 x 15 pol6 x 16 pol ou 6,5 x 17 pol
Pneus185/65 R 15185/65 R 15195/55 R 16 ou 205/50 R 17
Dimensões
Comprimento4,057 m4,057 m4,057 m
Largura1,751 m1,751 m1,751 m
Altura1,468 m1,468 m1,468 m
Entre-eixos2,565 m2,565 m2,565 m
Capacidades e peso
Tanque de combustível52 l52 l52 l
Compartimento de bagagem300 l300 l300 l
Peso em ordem de marcha1.058 kg1.083 kg1.147 kg
Desempenho (gas./álc.)*
Velocidade máxima166/170 km/h189/193 km/h187/192 km/h
Aceleração de 0 a 100 km/h13,3/13,0 s9,9/9,6 s10,1/9,6 s
Consumo em cidade12,9/8,8 km/l12,0/8,2 km/l11,6/8,0 km/l
Consumo em rodovia14,3/10,0 km/l13,9/9,5 km/l14,1/9,8 km/l
Dados do fabricante; consumo conforme padrões do Inmetro; *dados para MSI com caixa manual