VW Virtus MSI 1,6 automático: a virtude do equilíbrio

Versão menos potente reúne espaço, economia e conforto ao rodar; acabamento austero é ponto negativo

Texto e fotos: Fabrício Samahá

 

Na fase de lançamento, tanto o Volkswagen Polo quanto o Virtus ofereciam transmissão automática apenas com motor TSI turbo de 1,0 litro, ficando as versões de 1,6 litro vinculadas à caixa manual. A combinação que muitos esperavam — motor 1,6 e caixa automática — entrou em catálogo mais tarde e, como ainda não havia sido avaliada pelo Best Cars, resolvemos analisá-la em 10 itens em um Virtus MSI. O preço sugerido parte de R$ 77.090 já com a transmissão.

Estilo
O Virtus mostra um desenho sóbrio e bem resolvido, em que o aumento da distância entre eixos foi providencial para o comprimento definido pela Volkswagen — se a traseira já parece esticada, pareceria ainda mais sem essa medida. A versão MSI, no entanto, perde um pouco da elegância da Highline TSI pelas rodas de 15 pol em vez de 17 pol.

 

Rodas de 15 pol deixam o Virtus MSI mais discreto, mas o desenho é bem resolvido; a versão custa R$ 77 mil em pacote fechado com bons equipamentos

 

Acabamento e conveniência
Materiais e desenho internos não são o ponto alto da linha Polo/Virtus, situação agravada nessa versão: tudo é escuro e espartano, dos plásticos do painel ao revestimento dos bancos e o volante de plástico algo duro, e há falhas como os trilhos expostos do assento.

 

 

Bons detalhes de conveniência são controle elétrico de vidros com função um-toque (só nos dianteiros), luzes de leitura à frente e atrás, para-sóis com espelhos iluminados, sensores de estacionamento na traseira e suporte de celular com tomada USB para recarga — a USB para o banco traseiro não equipa essa versão. A central de áudio de série tem boa tela de 6,5 polegadas, comandos no volante e integração a celular por Android Auto e Apple Car Play.

 

Formas, tons e materiais do interior do MSI poderiam dar melhor impressão; espaço é muito bom, exceto em largura para três atrás; ótimo porta-malas

 

Por se tratar de uma versão simples, algumas concessões nesse Volkswagen são aceitáveis, como o ajuste manual de ar-condicionado e as faltas de câmera traseira de manobras e controlador de velocidade, mas ela bem poderia ter alças de teto e faixa degradê no para-brisa.

 

A acomodação dos passageiros é um bom atributo do Virtus em sua classe, com ótimo espaço para pernas e bom para a cabeça atrás; o porta-malas também satisfaz

 

Posto do motorista
Viaja-se no Virtus em um banco amplo e bem definido, com bom apoio de coxas (poderia apoiar mais a região lombar), mas o volante fixo traz certa limitação de ajuste de posição: alguns vão desejar que ele ficasse mais perto. O MSI usa os mesmos instrumentos do restante da linha sem painel digital, com boa leitura e computador de bordo com três percursos de medição — desde zerado, desde a partida e desde o abastecimento. Os faróis de duplo refletor são os mesmos das versões superiores, mas sem unidades de neblina, nem na traseira. Há repetidores laterais das luzes de direção e a visibilidade é adequada.

 

Central de áudio tem integração a celular; computador de bordo registra três trajetos; instrumentos simples e funcionais; vidros com um-toque só na frente

 

Espaço interno
A acomodação dos passageiros é um bom atributo do Virtus em sua classe, com ótimo espaço para pernas e bom para a cabeça de quem viaja atrás. Já a largura é típica de carro compacto, insuficiente para três adultos, e o passageiro central não tem bom conforto.

 

 

Porta-malas
A capacidade de bagagem de 521 litros do sedã da Volkswagen está bem situada na categoria e leva com folga a bagagem de cinco pessoas. Nessa versão o banco traseiro rebatível é inteiriço, o que limita o transporte combinado de carga e passageiros, e o estepe continua de medida diferente dos demais pneus — 14 em vez de 15 pol.

Próxima parte

 

Preços

Sem opcionaisR$ 77.090
Como avaliadoR$ 77.090
CompletoR$ 78.675
Preços sugeridos em 3/7/20 para São Paulo, SP; apenas o preço completo inclui pinturas especiais

 

Equipamentos de série

Virtus MSI 1,6 – Ar-condicionado, bolsas infláveis laterais, central de áudio Composition Touch com tela de 6,5 pol e integração a celular por Android Auto e Apple Car Play, computador de bordo, controle eletrônico de estabilidade e tração, controle elétrico de vidros (dianteiros com função um-toque), travas e retrovisores, controle remoto de travas, direção com assistência elétrica, faróis de duplo refletor, fixação Isofix para cadeiras infantis, para-sóis iluminados, regulagem de altura para o banco do motorista, rodas de alumínio de 15 pol, sensores de estacionamento traseiros, volante com comandos de áudio. Não há opcionais.

• Garantia – Três anos sem limite de quilometragem.

Próxima parte