Forte em conforto, Fiat Toro Ranch falha em segurança

Bolsas infláveis de menos depõem contra a versão de topo da picape, com motor turbodiesel e acabamento refinado

Texto e fotos: Fabrício Samahá

 

Das picapes que podem ser consideradas médias no mercado brasileiro, a Fiat Toro é certamente a mais urbana e mais próxima de um automóvel, seja por seu desenho, seja por soluções técnicas como estrutura monobloco e suspensão traseira independente multibraço. No entanto, a fábrica de Betim (MG) sabe que muitos apreciam picapes com visual repleto de cromados e acessórios — é aí que entra a versão Ranch, lançada na linha 2019 e que o Best Cars colocou na avaliação 10 Chances em seu modelo 2020. Trata-se da opção de topo da Toro, oferecida apenas com motor turbodiesel e tração integral ao preço sugerido de R$ 163 mil.

Estilo
A Toro é dona de um belo desenho, um de seus maiores argumentos de venda. A linha 2020 mudou pouco: o para-choque dianteiro recebeu um anexo que sustenta a placa e lembra um quebra-mato. As diferenças da Ranch incluem estribos, estrutura de caçamba (“santantônio”) e retrovisores cromados, rodas de 18 polegadas em tom cinza e engate para reboque. Os acessórios atendem ao gosto de um perfil de público, mas a nosso ver não combinam com seu estilo. 1 ponto  

 

Estribos, “santantônio” e retrovisores cromados buscam um ar robusto à versão Ranch, mas destoam um pouco de seu belo desenho; rodas são de 18 pol

 

Acabamento e conveniência
O destaque da Ranch no interior é o revestimento em couro marrom, tom que se repete nas portas e em molduras do painel. Apesar do resultado agradável a nosso ver, o ambiente usa plásticos simples e rígidos, em desacordo com sua faixa de preço. Não faltam conveniências como alarme volumétrico, alerta de qual porta está mal fechada, ar-condicionado de duas zonas, assistente de descida, câmera e sensores na traseira, chave presencial, comando a distância para abrir e fechar vidros, controlador e limitador de velocidade, faróis e limpador de para-brisa automáticos, para-sóis com iluminação, porta-objetos sob o banco do passageiro, outro refrigerado no console e rebatimento elétrico dos retrovisores.

 

 

O modelo 2020 traz nova central de áudio com tela de toque de 7 pol (a anterior de 5 pol era comandada só por botões) e integração a celular por Android Auto e Apple Car Play, além de manter o navegador integrado, muito útil longe das grandes cidades. Pontos melhoráveis: há bem pouco espaço para objetos (até carteira e celular), as portas precisam ser batidas para fechar, o espelho interno fotocrômico parece ineficaz e falta faixa degradê no para-brisa. 1 ponto  

 

Revestimento em couro marrom dá aspecto refinado ao interior de plásticos simples; motorista acomoda-se muito bem, mas espaço traseiro é regular

 

Posto do motorista
Essa Toro oferece ajuste elétrico integral para o banco do condutor, incluindo apoio lombar. Com banco bem definido e volante regulável em altura e distância, dirige-se com conforto, mas motoristas altos não dispõem de muito espaço e podem se incomodar com o porta-óculos lateral no teto. Os instrumentos incluem mostrador digital colorido com muitas funções, como temperatura dos óleos do motor e da transmissão, tensão da bateria e pressão de cada pneu. A Ranch tem bons faróis de duplo refletor, luzes diurnas por leds e faróis de neblina, mas a luz traseira de nevoeiro deu lugar a mais uma luz de ré para 2020. A visibilidade dianteira é regular, com colunas um pouco largas. 1 ponto

 

O destaque da Ranch no interior é o revestimento em couro marrom, de resultado agradável; a nova central de áudio tem tela de toque de 7 pol e integração a celular

 

Espaço interno
Para seu tamanho — quase cinco metros de comprimento —, o espaço aos passageiros da Toro poderia ser melhor. Embora acomode bem pernas e cabeças no banco traseiro, as portas são algo curtas e a largura similar à de um carro médio não dá conforto a três adultos atrás. O ocupante central ainda sofre com o encosto duro. 0,5 ponto  

 

Nova central de áudio tem integração a celular e mantém navegador; instrumentos mostram várias informações e pressão dos pneus; ajuste elétrico do banco, ar de duas zonas e o touro nas soleiras

 

Caçamba
A capacidade de 820 litros é um bom valor, intermediário entre as picapes pequenas (Strada de cabine dupla, 580 litros) e as médias tradicionais (como Ford Ranger, 1.180 litros). A caçamba tem proteção plástica, cobertura marítima de série e as peculiares duas tampas abertas para os lados, que têm várias vantagens: são muito leves, ocupam menos espaço que a tampa única ao abrir e permitem chegar mais perto da carga para a retirada. A capacidade de carga de 1.000 kg é próxima à de modelos maiores. Ela usa estepe temporário montado sob a caçamba. 1 ponto

Próxima parte

 

 

Equipamentos e preços

Toro Ranch 4×4 – Alarme antifurto, ar-condicionado automático de duas zonas, assistente de saída em rampa, banco do motorista com regulagem elétrica, bancos de couro, câmera traseira de manobras, capota marítima na caçamba, central de áudio com tela de 7 pol, navegador e integração a Android Auto; chave presencial para acesso e partida, computador de bordo, controlador de velocidade, controle eletrônico de estabilidade e tração, desembaçador do vidro traseiro, engate de reboque removível traseiro, estribos e retrovisores cromados, faróis de neblina, faróis e limpador de para-brisa automáticos, monitor de pressão dos pneus, partida remota do motor, retrovisor interno fotocrômico, rodas de alumínio de 18 pol, sensor de estacionamento traseiro, volante com regulagem de altura e distância.

• Preço sem opcionais: R$ 162.990

• Preço como avaliado: R$ 162.990

• Preço completo: R$ 165.990

Garantia – Três anos sem limite de quilometragem.

Preços sugeridos em 7/11/19

Próxima parte