Lexus NX e Toyota RAV4: ”primo rico” vs. ”primo pobre”

Um tem a seu favor a marca de prestígio, mas qual desses SUVs médios e híbridos oferece mais pelo preço?

Texto e fotos: Fabrício Samahá

 

Quando o assunto é carro híbrido, a Toyota está na dianteira entre os fabricantes instalados no Brasil: oferece seis modelos com essa forma de propulsão, entre os da própria marca e os da divisão de luxo Lexus. Dois deles — o Toyota RAV4 e o Lexus NX — atuam no mesmo segmento de utilitários esporte médios e não se distanciam muito em preço, o que nos levou a formar um Desafio entre o “primo pobre” e o “primo rico”.

Ambos têm a mesma proposta de uso, porte semelhante e potência parecida — 222 cv na combinação dos motores do RAV4 e 200 para o NX. São importados do mesmo país, o Japão. Como é natural, o Lexus tem preço mais alto — mas não tanto assim quando sua versão de entrada, Dynamic, é comparada à opção superior SX do Toyota. O NX avaliado custava R$ 239 mil ou 11,7% mais que os R$ 214 mil do RAV4. Atendidos os quatro “Ps” dos comparativos do Best Cars, vejamos o que a marca de prestígio oferece por esse valor adicional, além da imagem de luxo.

 

Ambos têm traços ousados, mas o Lexus é arredondado e elegante, enquanto o Toyota busca ar valente com as formas retilíneas, até nas caixas de rodas

 

Estilo
Os dois adotam desenhos ousados e buscam aspecto robusto por meio de para-lamas abaulados e arestas, mas a semelhança termina aí. O NX segue padrões da Lexus como a grade dianteira em forma de carretel e recortes marcantes por todos os lados, dos faróis às lanternas traseiras. No RAV4 tudo é mais retilíneo e convencional, até mesmo as caixas de roda, a fim de sugerir valentia em vez de sofisticação. O resultado favorece o primeiro, apesar de já ter cinco anos no mercado nacional.

 

 

Acabamento e conveniência
Em que pese as formas mais refinadas, a nosso ver o Lexus não parecia mais requintado por dentro entre os carros avaliados por um motivo: o belo revestimento em couro bege do Toyota, que deixa seu interior muito agradável. No restante ambos são bem-acabados, com bancos revestidos em couro, painel que simula o mesmo material e plásticos de boa aparência.

 

Revestimento em bege valoriza o interior do RAV4, mas os dois são muito bem-acabados; no quadro do NX, o indicador de energia muda para conta-giros em modo Sport

 

Conveniências presentes nos dois incluem ar-condicionado automático de duas zonas, câmera traseira de manobras, chave presencial, freio de estacionamento com comando elétrico e retenção automática em paradas, monitor indireto de pressão dos pneus, sensores de estacionamento à frente e atrás, além de desenhos de portas que preservam as soleiras limpas para não sujar a barra da calça ao entrar e sair.

 

A central de áudio do Lexus usa um painel sensível ao toque no console para várias funções, o que torna o acionamento mais confortável, mas menos intuitivo

 

Vantagens do RAV4 são assistentes do facho dos faróis e para se manter na faixa da via, bancos dianteiros com ventilação, carregador de celular por indução, comando a distância para abrir e fechar vidros e teto, controlador de distância à frente (que não atua no tráfego lento), teto solar amplo com controle elétrico (até para o forro) e nada menos que cinco tomadas USB na cabine, ante duas do concorrente. A favor do NX temos ajuste elétrico também do banco do passageiro da frente, faixa degradê no para-brisa, molas a gás para manter o capô aberto e rebatimento elétrico dos retrovisores externos.

As centrais de áudio, com tela de 8 polegadas (NX) ou 7 pol (RAV4) e integração a celular por Android Auto e Apple Car Play, produzem som de alta qualidade. O Lexus usa um painel sensível ao toque no console para várias funções, o que permite a posição elevada da tela sem tornar o acionamento cansativo, mas acaba sendo menos intuitivo nesses tempos em que nos habituamos a tocar o comando visualizado. Pontos melhoráveis no NX são a escassez de espaços para objetos, a anacrônica (embora funcional) alavanca do controlador de velocidade, que no rival deu lugar a botões no volante; e os comandos de ar-condicionado, cujas luzes indicadoras desaparecem sob a luz solar.

 

NX: tela de 8 pol comandada por painel no console e ajuste elétrico do volante; como no rival, seletor de modos de condução e ar-condicionado de duas zonas

 

RAV4: tela de toque de 7 pol, carregador por indução, ventilação nos bancos, teto solar, memórias de ajuste, mais tomadas USB, controladores de distância e de faixa, porta-malas elétrico e modo de condução Trail

 

Posto do motorista
Os dois oferecem bancos bem definidos e com ajuste elétrico, embora apenas no RAV4 o apoio lombar seja regulável, e boa posição dos pedais e do volante (este com ajuste elétrico no Lexus). Os instrumentos do NX são interessantes: parecem um simples quadro analógico, mas o mostrador de uso de energia (comum ao RAV4) na verdade tem fundo digital, tornando-se um conta-giros ao acionar o modo de condução Sport — no outro modelo falta a informação de rotação. Os dois mostram como a energia está fluindo da bateria aos motores e vice-versa, a que o Toyota acrescenta um mostrador da distribuição de torque entre os eixos.

 

 

Os faróis equivalem-se em alto nível, pois usam leds em refletores elipsoidais de grande eficiência. Há faróis e luz traseira de neblina, luzes diurnas por leds e repetidores laterais das luzes de direção nos dois carros, que permitem bom campo visual, com colunas dianteiras de espessura razoável. Ótimos os retrovisores do NX, biconvexos em ambos os lados. Os do RAV4 poderiam ter perfil mais baixo.

 

Espaço interno é semelhante e muito bom nos dois, mas o RAV4 vence em capacidade de bagagem

 

Espaço interno
Semelhantes em tamanho, os dois SUVs acomodam os ocupantes da mesma maneira: com boas largura e altura para cinco adultos e ótimo espaço para pernas para os passageiros de trás, mas esse banco tem formato inadequado para três pessoas e encosto muito incômodo na posição central.

 

 

Porta-malas
O sistema híbrido não impede que o RAV4 ofereça ótima capacidade de bagagem, 580 litros. A do NX (475 litros) poderia ser maior em um SUV desse porte. O acionamento elétrico da tampa do Toyota (que pode ser comandado pelo movimento do pé sob o para-choque) é bastante conveniente, mesmo porque a porta do Lexus é pesada de fechar. Embora tenha encosto bipartido nos dois carros, o banco traseiro usa assento fixo, pois abaixo dele está a bateria de alta tensão.

Próxima parte

 

Preços

NXRAV4
Sem opcionaisR$ 238.990R$ 213.990
Como avaliadoR$ 238.990R$ 213.990
CompletoR$ 238.990R$ 216.340
Preços sugeridos em 14/4/20 para São Paulo, SP; apenas o preço completo inclui pinturas especiais; menores preços em destaque

 

Equipamentos de série e opcionais

• NX 300 H Dynamic – Ar-condicionado automático de duas zonas, assistente de saída em rampa, bancos revestidos em couro com ajuste elétrico dos dianteiros, bolsas infláveis laterais dianteiras, de joelhos do motorista e de cortina; câmera traseira de manobras, central de áudio com tela de 8 pol, toca-DVDs e integração a celular por Android Auto e Apple Car Play; chave presencial para acesso e partida, controlador de velocidade, controle eletrônico de estabilidade e tração, faróis automáticos de leds, faróis e luz traseira de neblina, freio de estacionamento com comando elétrico, limpador de para-brisa automático, retrovisor interno fotocrômico, rodas de alumínio de 18 pol, volante com ajuste elétrico em altura e distância.

• RAV4 SX – Ar-condicionado automático de duas zonas, assistentes de facho dos faróis e de manutenção na faixa, assistente de saída em rampa, bancos dianteiros com ventilação, bancos revestidos em couro com ajuste elétrico e memória no do motorista, bolsas infláveis laterais dianteiras, de joelhos do motorista e de cortina; câmera traseira de manobras, central de áudio com tela de 7 pol, toca-DVDs e integração a celular por Android Auto e Apple Car Play; carregador de celular por indução, chave presencial para acesso e partida, controlador de velocidade e distância à frente, controle eletrônico de estabilidade e tração, faróis automáticos de leds, faróis e luz traseira de neblina, freio de estacionamento com comando elétrico, limpador de para-brisa automático, monitor frontal com frenagem automática, retrovisor interno fotocrômico, rodas de alumínio de 18 pol, tampa traseira com acionamento elétrico, teto solar com controle elétrico, volante ajustável em altura e distância.

• Garantia – Quatro anos ou 100 mil km (NX) ou três anos sem limite de quilometragem (RAV4); 8 anos para bateria e sistema híbrido sem limite de quilometragem (ambos).

Próxima parte