SUVs: os novos Tracker e Duster contra o pioneiro Ecosport

SUVs: os novos Tracker e Duster contra o pioneiro Ecosport

O Ford criador da categoria, 17 anos atrás, enfrenta competidores reformulados da Chevrolet e da Renault

Texto e fotos: Fabrício Samahá

Dois utilitários esporte compactos ganharam nova geração fabricada no Brasil este ano: o Chevrolet Tracker, antes importado do México, e o Renault Duster. Embora o primeiro concorra em faixa média de preço superior, foi possível compor este Desafio com versões próximas em valores: a mais simples com transmissão automática de um, LT, contra a de topo do outro, Iconic.

E o Ford Ecosport, o que faz aqui? Por ser o primeiro modelo nacional dessa categoria, na geração anterior de 2003, ele representa uma boa referência à qual os novos competidores podem ser comparados. Além disso, sua versão Freestyle venceu um confronto com Nissan Kicks e Renault Captur, em 2017, e quisemos verificar se manteria essa vantagem sobre opositores renovados — um deles, aliás, da marca do Captur.

Linhas mais atuais no Tracker e no Duster, com ar mais robusto no segundo; o teto em preto foi novidade do Ecosport para 2020

São SUVs de mesma proposta de uso, similares em porte (o Ecosport um pouco menor se descontado o estepe na traseira), não distantes em potência (de 118 a 131 cv com gasolina, de 120 a 137 cv com álcool) e equilibrados em preços. Conforme avaliados, o Tracker custa quase R$ 96 mil, o Ecosport R$ 92 mil, e o Duster, R$ 98,7 mil.



Estilo
Os novos modelos diferem em desenho: o Duster aposta no ar robusto e atualiza o tema do anterior, enquanto o Tracker mostra linhas mais urbanas e mudou tanto (pois agora adota o padrão chinês) que mal se identifica com o modelo antigo. São ambos agradáveis, mas existem detalhes controversos no Chevrolet, como a grade dianteira. O Ecosport, embora atualizado há três anos, já pede uma reformulação completa.

Acabamento e conveniência
Os interiores do Tracker e do Ecosport mostram bom aspecto pelas formas e pelos materiais plásticos, com ressalvas como os painéis de porta do segundo. O Duster fica para trás pelo desenho retilíneo, algo ultrapassado, e pela aparência inferior dos plásticos. O Chevrolet usa tecido simples nos bancos, o Renault traz material sintético que imita couro — prático de limpar, mas um tanto quente no calor — e o Ford combina os dois. Detalhe estranho no Duster é a inserção de tecido na porta, pois não é usado nos bancos.

O Chevrolet agrada mais em acabamento, um tanto simples no Renault e em seções do Ford; este mostra mais funções simultâneas no computador

Itens de conveniência exclusivos do Tracker são roteador de internet a bordo por wi-fi (usa sinal de conexão da Claro, a ser contratada, com recepção bem maior que a do celular), serviço de assistência On Star e duas tomadas USB para os passageiros de trás, além da dianteira. Apenas o Ecosport vem com luz nos para-sóis, porta-óculos e programação para uso do carro por jovens ou manobristas (com limitação de velocidade e outras funções).

O Duster sempre sobressaiu na classe pelo interior espaçoso, mas o Tracker teve ganho importante na nova geração e agora oferece o maior vão para pernas atrás



Vantagens do Duster são alerta nos retrovisores para veículos em pontos cegos nas faixas laterais, difusores de ar em posição alta no painel (favorece a refrigeração da cabine, pois o ar quente está em cima), faróis automáticos, molas a gás para sustentar o capô e quatro câmeras externas (dianteira, traseira e laterais sob os retrovisores, acionadas uma de cada vez). Todos têm controlador e limitador de velocidade.

As boas centrais de áudio usam telas de oito polegadas (Tracker e Duster) ou sete (Ecosport) e incluem integração a celular por Android Auto e Apple Car Play. A do Renault deveria ter botões físicos para as principais funções: toques na tela requerem mais atenção e não são ideais em pisos irregulares.

Tracker: central de áudio com roteador de internet, mostrador de vida do óleo, três tomadas USB e assistência On Star

Ecosport teve a tela reduzida; como o Duster, tem ar-condicionado automático

Duster: tela ampla, monitor de pontos cegos, faróis automáticos, quatro câmeras externas, molas a gás no capô

Que pontos admitem melhoria? No Chevrolet falta ar-condicionado automático, o computador de bordo só se ativa com motor ligado e, no banco traseiro, a posição da fivela dos cintos pode incomodar. No Ford não há alças de teto e chave presencial para acesso e partida; os vãos de carroceria são os mais irregulares do grupo, sobretudo na porta traseira; e lamentamos que o processo de “depenação” tenha levado itens como monitor de pressão dos pneus, a segunda tomada USB e tomada de 12 volts ao lado do banco traseiro.



No Renault faltam comando a distância para abrir os vidros (apenas se fecham dessa forma) e ajuste da ancoragem superior dos cintos dianteiros (também no Tracker para o passageiro da frente). O tanque auxiliar de partida com gasolina é arcaico, tanto tempo depois de o preaquecimento de álcool equipar em carros bem mais baratos. E o pacote opcional Outsider inclui molduras nas soleiras que acumulam sujeira e, por serem salientes, esbarram na barra da calça ao entrar e sair. Nenhum deles tem faixa degradê no para-brisa — pior no Tracker, sem ao menos pintura serigrafada para tapar o Sol na parte central.

Próxima parte

Preços

 TrackerEcosportDuster
Sem opcionaisR$ 95.890R$ 91.990R$ 96.390
Como avaliadoR$ 95.890R$ 91.990R$ 98.690
CompletoR$ 97.490R$ 93.540R$ 100.340
Preços sugeridos em 21/9/20 para São Paulo, SP; apenas o preço completo inclui pinturas especiais; menores preços em destaque

Equipamentos de série e opcionais

• Tracker LT – Alarme, ar-condicionado, assistência On Star, bolsas infláveis laterais dianteiras e de cortina, câmera traseira de manobras, central de áudio com tela de 8 polegadas e integração a celular, chave presencial para acesso e partida, computador de bordo, controlador e limitador de velocidade, controle eletrônico de estabilidade e tração, fixação Isofix para cadeira infantil, luzes diurnas de leds, rodas de alumínio de 16 pol, roteador de internet por wi-fi, sensor de estacionamento traseiro, volante de couro.

• Ecosport Freestyle – Alarme, ar-condicionado automático, bancos com revestimento sintético parcial, câmera traseira de manobras, central de áudio com tela de 7 pol e integração a celular, computador de bordo, controlador e limitador de velocidade, controle eletrônico de estabilidade e tração, faróis de neblina, fixação Isofix para cadeira infantil, luzes diurnas, rodas de alumínio de 16 pol, sensor de estacionamento traseiro, volante de couro.

• Duster Iconic – Alarme, alerta de ponto cego, ar-condicionado automático, bancos com revestimento sintético, central de áudio com tela de 8 pol e integração a celular, chave presencial para acesso e partida, computador de bordo, controlador e limitador de velocidade, controle eletrônico de estabilidade e tração, faróis automáticos, faróis de neblina, fixação Isofix para cadeira infantil, quatro câmeras externas, rodas de alumínio de 17 pol, sensor de estacionamento traseiro, volante de couro.

• Garantia – Três anos sem limite de quilometragem.

Próxima parte