Audi Q5, Ford Edge ST e Volvo XC60 T8: três vezes 300

Comentário técnico

• O motor do Q5 é da conhecida série EA-888, que equipa numerosos modelos do grupo Volkswagen com pequenas variações. O desse Audi inclui o sistema Valvelift, que varia o levantamento das válvulas de admissão em dois estágios. No Edge está a unidade Nano da família Ecoboost, nome este que a Ford usa em motores variados de 1,0 a 3,5 litros. O 2,7 está presente também em carros da Lincoln, enquanto a F-150 lançada em 2018 trouxe uma nova série do motor, com evoluções como o uso combinado de injeções direta e indireta. No XC60 (ilustração acima), o código B4204T28 identifica esse 2,0-litros com dois sistemas de superalimentação.

 

 

• A combinação de turbo e compressor vista nesse Volvo é bastante rara na história: foi usada em rali no Lancia Delta S4 em 1985 e 1986, apareceu em carros de rua no Nissan March Super Turbo de 1988 e o grupo Volkswagen aplicou-a em 2005 ao Twincharger de 1,4 litro, que chegamos a ter aqui no Audi A1. Essa fórmula é sua receita para obter 320 cv do motor de 2,0 litros, nada menos que 162,5 cv/l de potência específica.

• Bloco de motor de ferro fundido (mais barato e robusto) ou alumínio (mais leve)? As escolhas divergem em motores turbo, que lidam com grande pressão interna. A Audi manteve-se fiel ao ferro e a Volvo apostou no alumínio, enquanto a Ford adotou no ST um bloco de ferro com grafite compactado, tecnologia rara em motores a gasolina de grande produção e que reduz peso.

 

• Essa versão do Q5 é o primeiro Audi no mercado brasileiro com o sistema Quattro Ultra de tração integral (acima). Se o nome sugere algo mais sofisticado, na verdade é o contrário: em vez da tração permanente com diferencial central, usada em outros modelos de motor longitudinal da marca, está um sistema sob demanda, cuja embreagem multidisco só conecta a tração traseira quando recomendado pelas condições de aderência e/ou pelo modo de dirigir.

• O sistema do Edge também deixou de ser permanente em nome da redução de consumo. A nova tração integral, capaz de direcionar até 100% do torque para um só eixo, aciona as rodas traseiras apenas quando necessário, uma decisão que leva em conta até mesmo o uso de faróis e limpador de para-brisa.

 

• Aços de variados graus de resistência são comuns nos carros mais modernos, e não seria diferente aqui (veja na ilustração os empregados no XC60). O Q5 é o único no grupo a usar também alumínio na carroceria, o que deixou a atual geração 90 kg mais leve que a anterior, apesar das maiores dimensões (o Volvo tem alumínio na estrutura frontal e nas torres da suspensão dianteira, como mostrado em verde).

 

Dianteira
Traseira

• As suspensões não são todas iguais. Na dianteira, Volvo e Audi usam braços sobrepostos em vez do convencional sistema McPherson do Edge. O Q5 (ilustrações acima) tem ainda os braços superiores em duas partes, que compõem o conceito chamado pela marca de Five Link (cinco braços). Na traseira o esquema multibraço é comum aos três, mas o XC60 adota um peculiar feixe de molas transversal de compósito, em vez de molas helicoidais, a fim de tornar o conjunto mais compacto (na foto abaixo o conjunto do XC90, que usa a mesma plataforma).

 

• O Edge ST usa amortecedores traseiros monotubo. Nesse tipo de amortecedor o cilindro é único e dividido em duas partes, a área do fluido e a câmara de gás de alta pressão. Ele dispensa ar ou óleo na área do fluido. A câmara de gás separada cria uma área de expansão para o fluido durante a compressão. Quando o amortecedor sofre maior movimento, o pistão flutuante é empurrado para dentro da câmara de gás, o que aumenta a pressão do gás e a força de amortecimento.

Ilustrações: divulgação

 

 

Ficha técnica

Q5 Edge XC60
Motor
Posição transversal transversal transversal
Cilindros 4 em linha 6 em V 4 em linha
Material do bloco/cabeçote ferro fundido/ alumínio ferro com grafite/ alumínio alumínio
Comando de válvulas duplo no cabeçote duplo nos cabeçotes duplo no cabeçote
Válvulas por cilindro 4, variação de tempo e levantamento 4, variação de tempo 4, variação de tempo
Diâmetro e curso 82,5 x 92,8 mm 83 x 83 mm 82 x 93,2 mm
Cilindrada 1.984 cm³ 2.694 cm³ 1.969 cm³
Taxa de compressão 9,6:1 10:1 10,3:1
Alimentação injeção direta, turbo, resfriador de ar injeção direta, 2 turbos, resfriador de ar injeção direta, turbo, compressor, resfriador de ar
Potência máxima 252 cv de 5.000 a 6.000 rpm 335 cv a 5.550 rpm 320 cv a 5.700 rpm
Torque máximo 37,7 m.kgf de 1.600 a 4.500 rpm 54,5 m.kgf a 3.000 rpm 40,8 m.kgf de 2.200 a 5.400 rpm
Potência específica 127,0 cv/l 124,4 cv/l 162,5 cv/l
Motor elétrico
Potência máxima NA NA 87 cv a 7.000 rpm
Torque máximo NA NA 24,5 m.kgf a 3.000 rpm
Bateria e capacidade NA NA íon de lítio, 10,4 kWh
Potência máxima combinada NA NA 407 cv a 5.700 rpm
Torque máximo combinado NA NA 65,3 m.kgf de 2.200 a 5.400 rpm
Transmissão
Tipo de caixa e marchas automatizada de dupla embreagem, 7 automática, 8 automática, 8
Relação e velocidade por 1.000 rpm
1ª. 3,19 / 8 km/h 4,48 / 10 km/h 5,25 / 8 km/h
2ª. 2,19 / 12 km/h 3,15 / 14 km/h 3,03 / 14 km/h
3ª. 1,52 / 17 km/h 2,87 / 16 km/h 1,95 / 21 km/h
4ª. 1,06 / 25 km/h 1,84 / 24 km/h 1,46 / 29 km/h
5ª. 0,74 / 36 km/h 1,41 / 32 km/h 1,22 / 34 km/h
6ª. 0,56 / 47 km/h 1,00 / 45 km/h 1,00 / 42 km/h
7ª. 0,43 / 61 km/h 0,74 / 60 km/h 0,81 / 52 km/h
8ª. NA 0,62 / 72 km/h 0,67 / 62 km/h
Relação de diferencial 5,30 3,16 3,33
Regime a 120 km/h 1.950 rpm (7ª.) 1.700 rpm (8ª.) 1.900 rpm (8ª.)
Regime à velocidade máxima informada 5.050 rpm (6ª.) 4.700 rpm (6ª.) 5.500 rpm (6ª.)
Tração integral sob demanda integral sob demanda integral
Freios
Dianteiros a disco ventilado a disco ventilado a disco ventilado
Traseiros a disco ventilado a disco ventilado a disco ventilado
Antitravamento (ABS) sim sim sim
Direção
Sistema pinhão e cremalheira pinhão e cremalheira pinhão e cremalheira
Assistência elétrica elétrica elétrica
Diâmetro de giro 12,0 m 12,0 m 11,4 m
Suspensão
Dianteira independente, braços sobrepostos, mola helicoidal independente, McPherson, mola helicoidal independente, braços sobrepostos, mola helicoidal
Traseira independente, multibraço, mola helicoidal independente, multibraço, mola helicoidal independente, multibraço. feixe de molas transversal
Estabilizador(es) dianteiro e traseiro dianteiro e traseiro dianteiro e traseiro
Rodas
Dimensões 19 pol 21 pol 21 pol
Pneus 235/55 R 19 265/40 R 21 255/40 R 21 V
Dimensões
Comprimento 4,663 m 4,808 m 4,688 m
Largura 1,893 m 1,928 m 1,902 m
Altura 1,659 m 1,736 m 1,658 m
Entre-eixos 2,819 m 2,849 m 2,865 m
Coeficiente aerodinâmico (Cx) 0,32 ND 0,32
Capacidades e peso
Tanque de combustível 70 l 70 l 70 l
Compartimento de bagagem 550 l 602 l 468 l
Peso em ordem de marcha 1.720 kg 2.116 kg 2.174 kg
Relação peso-potência 6,8 kg/cv 6,3 kg/cv 5,3 kg/cv
Garantia
Prazo 2 anos sem limite de km 3 anos sem limite de km 2 anos sem limite de km
Carros avaliados
Ano-modelo 2019 2019 2019
Pneus Continental Conti Sport Contact 5 Continental Cross Contact LX Sport Pirelli PZero Vol
Quilometragem inicial 5.000 km 8.000 km 5.000 km
Dados dos fabricantes; NA = não aplicável; ND = não disponível
Próxima parte