Argo, Fiesta, 208 e Polo: uma categoria se redefine

Não se engane pelo menor preço inicial do Fiat: ele precisa de mais opcionais (que somam quase R$ 10 mil) para se equivaler aos demais em equipamentos

 

Preços

Argo Fiesta 208 Polo
Sem opcionais R$ 67.800 R$ 75.190 R$ 70.490 R$ 69.190
Como avaliado R$ 77.400 R$ 75.190 R$ 70.490 R$ 71.990
Completo R$ 79.000 R$ 76.490 R$ 72.180  R$ 76.240
Preços sugeridos em 21/12/17 com transmissão automática ou automatizada; menores preços em destaque; pinturas especiais constam apenas do preço completo; consulte os sites: Argo, Fiesta, 208, Polo

 

Custo-benefício

O Argo Precision tem o menor preço inicial (R$ 67,8 mil com caixa automática), mas é o carro avaliado que trazia mais opcionais. Com ar-condicionado automático, bancos que simulam couro, bolsas infláveis laterais, câmera e sensor traseiros, chave presencial, faróis e limpador automáticos, retrovisor fotocrômico e rodas de 16 pol, entre outros, ele chegava a R$ 77,4 mil — e boa parte desse conteúdo vem de série nos concorrentes.

Segundo carro mais em conta, o Polo Highline parte de R$ 69,2 mil e veio para teste apenas com o pacote Technology: câmera traseira, faróis e limpador automáticos, frenagem pós-colisão, monitores de fadiga do motorista e de pneus, navegador, retrovisor fotocrômico, sensores à frente e atrás, sistema de áudio com tela de 8 pol (em vez de 6,5) e toca-DVDs e outros itens que o levavam a R$ 72 mil. Poderia receber ainda bancos que simulam couro, banco dianteiro direito rebatível, quadro de instrumentos digital configurável e rodas de 17 pol.

 

 

O 208 Griffe custa R$ 70,5 mil e não oferece opcionais. É a mesma condição do Fiesta, o de preço inicial mais alto, R$ 75,2 mil — na verdade a Ford oferece quatro versões com os mesmos motor e transmissão, que funcionam como pacotes de opcionais, sendo a Titanium Plus a mais cara delas.

Como foram avaliados, há relativo equilíbrio de conteúdo entre os quatro. Alguns itens de conveniência favorecem um ou outro: o 208 é o único a ter ar-condicionado de duas zonas, mas não traz chave presencial, por exemplo. Alguns equipamentos de série dele e do Fiesta estavam nos rivais como opcionais. Maior diferença pode ser notada em recursos de segurança: apenas Ford e Peugeot usam cortinas infláveis, mas o segundo não tem controle de estabilidade. No fim das contas, o Polo acena com a melhor relação entre equipamentos e preço, e o Argo, com a pior delas.

 

A VW chegou forte com a melhor relação custo-benefício, seguida pela Peugeot; caberia revisão de preços por Fiat e Ford para manter a competitividade

 

Mas vamos às notas, que contam muito mais sobre como são os carros. Elas apontam superioridade do Argo em instrumentos, do Fiesta em direção e estabilidade, do 208 em visibilidade e do Polo em posição de dirigir, motor e desempenho. Na outra ponta, ficaram em último lugar o Fiat em consumo e o Ford em estilo, instrumentos, espaço interno e transmissão (Peugeot e VW não levaram sozinhos a pior nota em nenhum quesito).

Pelo exposto, conclui-se que o Polo brilhou em mais itens do que qualquer outro e o Fiesta revelou mais deficiências que os demais. Ficaram à mostra a excelência do conjunto mecânico do VW, que merecia ter sido associada a mais inspiração estética e capricho no interior; os atributos de comportamento e eficiência do Ford, que está defasado em praticidade e conforto; o bom resultado do Fiat em aspectos de conveniência, prejudicado pela menor eficiência do motor e o peso elevado; e o equilíbrio geral do Peugeot, que parece ter sanado sua maior limitação com a nova transmissão.

 

 

Consideradas as notas dos primeiros 17 quesitos, temos Polo à frente, Argo e 208 empatados e o Fiesta em desvantagem. Só que falta considerar os preços.

Talvez o Fiesta pudesse ser desculpado pelas limitações se custasse menos, mas era o segundo mais caro como avaliado — R$ 3,2 mil acima do Polo que tanto sobressaiu. Entre os intermediários o 208 revelou bom custo-benefício, por ser o mais barato, enquanto o Argo foi penalizado pelo preço mais salgado. Ao fim, não restou dúvida: com valor atraente pelo melhor conjunto, o novo Volkswagen merece nossa recomendação entre os quatro, seguido pelo Peugeot. Para Fiat e Ford fica a sugestão de rever os preços para que seus carros, com válidos atributos, possam competir melhor.

 

Nossas notas

Argo Fiesta 208 Polo
Estilo 4 3 4 4
Acabamento 4 3 4 3
Posição de dirigir 4 4 4 5
Instrumentos 5 3 4 4
Itens de conveniência 5 4 4 5
Espaço interno 3 2 3 4
Porta-malas 3 3 3 3
Motor 4 4 4 5
Desempenho 3 3 3 4
Consumo 3 5 4 5
Transmissão 4 3 4 4
Freios 4 4 4 4
Direção 4 5 4 4
Suspensão 4 3 3 4
Estabilidade 3 5 3 4
Visibilidade 3 3 4 3
Segurança passiva 4 5 5 4
Custo-benefício 3 3 4 5
Média 3,72 3,61 3,78 4,11
Posição 3º. 4º. 2º. 1º.
As notas vão de 1 a 5, sendo 5 a melhor; conheça nossa metodologia

 

Teste do Leitor: opinião dos proprietários

Argo Fiesta 208 Polo
Envie sua opinião sobre o carro que possui