Grand Siena vs. Versa: questão de abordagem

 

Grand Siena vs. Versa: questão de abordagem

Grand Siena vs. Versa: questão de abordagem

 

Simulação de desempenho

Mais potência e torque (exceto na faixa mais baixa de rotações, como mostram as curvas acima) no Grand Siena, menos peso no Versa, aerodinâmica equivalente: como esses e outros parâmetros afetariam o desempenho e o consumo dos sedãs? É o que veio esclarecer a simulação elaborada pelo consultor Iran Cartaxo.

O Fiat foi superior em todos os itens de desempenho por pequena margem. É curioso que a Nissan informe melhor aceleração com uso de álcool (veja tabela mais abaixo), mas declare potência e torque idênticos aos do motor com gasolina. Como os dados oficiais são nosso ponto de partida para a simulação, é claro que o Versa teria de obter os mesmos resultados com um e outro combustível. Como ao usar o derivado de cana de açúcar o Grand Siena ganha 2 cv e 0,6 m.kgf, ele consegue ampliar as vantagens sobre o oponente.

Vantagens que ainda assim são sutis, como 4 km/h em velocidade máxima e 0,5 s para acelerar de 0 a 100 km/h, ou seja, não são percebidas no uso prático. O melhor acerto de câmbio para velocidade é do Fiat, que fica longo por 4,9% em quinta marcha, com álcool, mas com gasolina esse percentual cresce para 5,5%, igual ao do adversário. Mais expressiva é sua superioridade sobre o Nissan em retomadas, como ao passar de 60 para 100 km/h em quarta em 2,6 s a menos, com álcool.

A disputa foi equilibrada até em consumo, que apontou ínfimas vantagens para o Grand Siena no ciclo urbano e para o Versa no rodoviário. Certamente ninguém vai decidir sua escolha por esse aspecto, já que as diferenças não passaram de 0,2 km/l. A favor do Fiat está a autonomia bem maior: a do Nissan é comprometida pela escolha de um tanque de 41 litros, uma das menores capacidades já vistas no Brasil, inapropriada a um carro de seu porte com motor que pode usar álcool.

 

Grand Siena

Versa

gas.álc.gas.álc.
Velocidade máxima186,2 km/h188,6 km/h184,2 km/h
Regime à vel. máxima (5ª.)5.150 rpm5.200 rpm5.250 rpm
Regime a 120 km/h (5ª.)3.300 rpm3.400 rpm
Potência a 120 km/h30 cv30 cv
Aceleração de 0 a 100 km/h11,3 s10,9 s11,4 s
Aceleração de 0 a 400 m17,7 s17,5 s17,7 s
Aceleração de 0 a 1.000 m32,1 s32,3 s32,8 s
Retom. 60 a 100 km/h em 4ª.10,6 s10,0 s12,6 s
Retom. 60 a 100 km/h em 3ª.7,3 s7,0 s7,9 s
Retom. 80 a 120 km/h em 5ª.18,4 s17,8 s19,3 s
Retom. 80 a 120 km/h em 4ª.10,9 s10,3 s12,8 s
Retom. 80 a 120 km/h em 3ª.8,1 s7,8 s8,4 s
Consumo em ciclo urbano9,5 km/l6,7 km/l9,3 km/l6,6 km/l
Consumo em ciclo rodoviário13,2 km/l9,4 km/l13,4 km/l9,5 km/l
Autonomia em ciclo urbano412 km288 km345 km242 km
Autonomia em ciclo rodoviário570 km405 km495 km352 km
Melhores resultados em negrito; conheça o simulador e os ciclos de consumo

 

Dados dos fabricantes

Grand Siena

Versa

gas.álc.gas.álc.
Velocidade máxima192 km/h194 km/h189 km/h
Aceleração de 0 a 100 km/h10,0 s9,9 s11,1 s10,7 s
Consumo em ciclo urbano13,4 km/l9,3 km/l13,6 km/l8,9 km/l
Consumo em ciclo rodoviário18,8 km/l12,9 km/l18,8 km/l13,0 km/l

 

Grand Siena vs. Versa: questão de abordagem
Grand Siena vs. Versa: questão de abordagem


Ambos os motores são de 1,6 litro e 16 válvulas; é estranho o Nissan obter
menos potência e torque apesar de usar variação de tempo das válvulas

 

Comentário técnico

O motor do Grand Siena é o mesmo E-Torq em uso na família Palio desde 2011. Fabricado em Campo Largo, PR, é derivado da unidade de 1,6 litro antes produzida pela empresa Tritec (associação BMW-Chrysler) e usada no Mini inglês da geração anterior. Essa origem explica o uso de elementos incomuns na Fiat, como acionamento do comando de válvulas por meio de corrente (também no Versa), em vez de correia dentada, e uma só árvore de comando para movimentar todo o trem de válvulas, enquanto o arranjo mais comum é de uma árvore para as válvulas de admissão e outra para as de escapamento.

No Versa, o motor da própria Nissan — sem relação com o 1,6-litro da Renault, usado pela marca japonesa na Livina, por exemplo — é de geração mais moderna, com bloco também de alumínio e variação contínua do tempo de abertura das válvulas, tanto de admissão quanto de escapamento. Estranha-se que tais atributos não tenham resultado em valores de potência e torque ao menos iguais ao do Fiat.

A plataforma do Versa é a chamada V da Nissan, a mesma do March (embora com distância entre eixos bem maior para o sedã), enquanto o Grand Siena usa uma extensão da plataforma do novo Palio. Esta, por sua vez, deriva da lançada em 2010 no Uno e tem componentes em comum com a do Palio original. Nas duas o esquema de suspensão é aquele mais comum nos carros da categoria, McPherson à frente e com eixo de torção na traseira (saiba mais sobre os tipos de suspensão).

Próxima parte