Best Cars Web Site
Guia de Compra

Clique para ampliar a imagem

Clique para ampliar a imagem

Na linha 2010 chegavam os motores flexíveis de 1,6 e 2,0 litros; o GLX ganhava volante de couro e, assim como o Ghia, novo sistema de áudio

Clique para ampliar a imagem
Clique para ampliar a imagem

A versão Titanium substituía a Ghia no começo de 2011, trazendo mais itens de conveniência, e a GLX também recebia outros equipamentos

Outro leitor que rasga elogios é Alisson de Nardin, de Garibaldi, RS, que possui um hatch GLX 1,6 2011: "Uma excepcional experiência de direção, controle e conforto. Alterou minha concepção de tomadas de curvas. Um produto inteligente, que oferece qualidade, conforto, estabilidade e muita tecnologia, especialmente de projeto de engenharia. A suspensão independente enche o motorista de confiança e certeza de competência máxima em curvas. Quanto ao dia-a-dia, o GLX 1.6 é a melhor opção, pelo menor custo e boa relação consumo-desempenho. O carro consegue unir desempenho relativamente esportivo e qualidades que impressionam públicos diferentes, chamando atenção desde jovens até chefes de família", declara.

Como sempre destacamos no Guia de Compra, há também aqueles menos satisfeitos com seus veículos. É o caso de Rosa Maria Cochlar, de Santa Maria, RS: "Péssimo acabamento, defeitos na pintura, motor fraco, revisões frequentes (a cada seis meses) e o mais grave, não tem uma simples interface, ou seja, quando se fecha o carro no controle da chave, os vidros não são fechados". Seu carro é um sedã GLX 1,6 2011.

"É um absurdo um carro desse porte, mesmo sendo de uma versão intermediária, não oferecer nem mesmo como opcionais: som com entrada USB, ar digital, sensor de estacionamento, bancos em couro e um computador de bordo mais completo (não tem nem aviso de velocidade excedida), além das maçanetas internas horríveis (pretas). Se eu pudesse, compraria um Ghia, que já vem com tudo isso de fábrica. Excesso de plásticos, principalmente no acabamento das portas. Batentes de suspensão e amortecedores ruidosos", reclama o leitor Jorge Augusto, que roda por Santos, SP, a bordo de seu Focus hatch GLX 2,0 2011.

"Considero o consumo muito alto, talvez por culpa do câmbio automático, que torna o carro lento e exige que se pise fundo no acelerador para obter respostas do motor. Meu carro faz, em média, 6 km/l na cidade e 9 km/l na estrada, isso andando no máximo a uns 120 km/h. Tive outros carros com motor parecido e eram bem mais econômicos", enumera Alexandre F. Campos, de Tietê, SP, dono de um hatch Ghia 2,0 automático 2009.

Entre os defeitos apresentados, alguns leitores afirmam que os repetidores de luzes de direção nos retrovisores acumulam gotículas e que o acelerador, operado por sistema eletrônico, exigiu uma nova calibragem por parte de concessionária. Outra reclamação, mais grave, foi quanto à infiltração de água proveniente da caixa do ar-condicionado no assoalho do lado do passageiro. Também merecem destaque a dificuldade de fazer o carro ligar a frio, ruídos na suspensão traseira e problemas com amortecedores, marcador de combustível e motor de partida.

Comparado aos quatro outros modelos médios abordados pelo Guia de Compra até agora em 2011, o índice de satisfação dos donos de Focus com seu carro é o segundo mais alto, perdendo apenas para o VW Jetta, à frente de Chevrolet Vectra, Honda Civic e Renault Mégane, na ordem. Em suma, o Focus é um carro que agrada à maioria de seus proprietários. Se o leitor quer ser um deles, prefira as unidades mais equipadas e já com motor flexível, pois as movidas apenas a gasolina — apesar da cada vez menor vantagem em rodar com álcool — tendem a ser rejeitadas nas lojas e, portanto, ter revenda mais complicada.

Satisfação dos proprietários
_ Com o carro Com as concessionárias
Muito satisfeitos 76,6% 50%
Parcialmente satisfeitos 16,6% 28,3%
Insatisfeitos 6,8% 18,3%
Não utilizam - 3,4%
Estatística obtida no Teste do Leitor até agosto de 2011
Compare as versões
Versão Faixa de preço Anos-modelo disponíveis
Focus hatch GLX 1,6 16V Flex manual R$ 45.150 a R$ 47.500 2010 e 2011
Focus hatch GLX 2,0 16V manual R$ 43.780 2009
Focus hatch GLX 2,0 16V automático R$ 46.050 2009
Focus hatch GLX 2,0 16V Flex manual R$ 49.960 a R$ 52.750 2010 e 2011
Focus hatch GLX 2,0 16V Flex aut. R$ 52.600 a R$ 56.560 2010 e 2011
Focus hatch Ghia 2,0 16V manual R$ 49.050 2009
Focus hatch Ghia 2,0 16V automático R$ 50.975 2009
Focus hatch Ghia 2,0 16V Flex manual R$ 54.550 a R$ 58.470 2010 e 2011
Focus hatch Ghia 2,0 16V Flex aut. R$ 57.150 a R$ 62.800 2010 e 2011
Focus hatch Titanium 2,0 16V Flex aut. R$ 61.500 2011
Focus sedã GLX 1,6 16V Flex manual R$ 45.050 a R$ 47.200 2010 e 2011
Focus sedã GLX 2,0 16V manual R$ 42.300 2009
Focus sedã GLX 2,0 16V automático R$ 45.500 2009
Focus sedã GLX 2,0 16V Flex manual R$ 49.800 a R$ 53.100 2010 e 2011
Focus sedã GLX 2,0 16V Flex aut. R$ 51.800 a R$ 54.500 2010 e 2011
Focus sedã Ghia 2,0 16V manual R$ 50.900 2009
Focus sedã Ghia 2,0 16V automático R$ 52.000 2009
Focus sedã Ghia 2,0 16V Flex manual R$ 55.100 a R$ 58.900 2010 e 2011
Focus sedã Ghia 2,0 16V Flex aut. R$ 58.600 a R$ 63.800 2010 e 2011
Focus sedã Titanium 2,0 16V Flex aut. R$ 63.450 2011
Preços fornecidos pela FIPE e válidos para agosto de 2011
Desempenho e consumo
  1,6 16V Flex
manual
2,0 16V gas.
manual
2,0 16V gas.
automático
2,0 16V Flex
manual
2,0 16V Flex
automático
Potência máxima 109 cv / 116 cv 145 cv 145 cv 143 cv / 148 cv 143 cv / 148 cv
Torque máximo 15,4 m.kgf / 16,3 m.kgf 18,9 m.kgf 18,9 m.kgf 18,8 m.kgf /
19,5 m.kgf
18,8 m.kgf /
19,5 m.kgf
Velocidade máxima 183 km/h / 189 km/h 204 km/h 192 km/h 204 km/h /
205 km/h
192 km/h /
194 km/h
Acel. de 0 a 100 km/h 13,3 s / 12,5 s 10,5 s 12,2 s 10,5 s / 10,4 s 12,2 s / 12,1 s
Consumo médio cidade/estrada 13,5 km/l / 8,9 km/l 12,9 km/l 11,3 km/l 13,5 km/l /
8,6 km/l
12,6 km/l /
8,2 km/l
Dados do fabricante; gasolina/álcool, na ordem
Veja opiniões de proprietários Opine sobre seu carro de qualquer modelo

Avaliações - Página principal - Escreva-nos

© Copyright - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados