Best Cars Web Site Consultório Técnico


Como identificar o motor 250S do Opala


Hoje descobri um site inteiramente completo, atualizado e proposto a não só à abertura e leitura de seus interessantes artigos, como também à interatividade para com os seus usuários. A todos desejo parabéns e que também não sejam como outros que brevemente somem dos seus endereços da internet.

Gostaria que respondessem uma simples pergunta que até hoje ninguém me respondeu claramente: QUAL É A DIFERENÇA ENTRE OS MOTORES 250S E O 4.1 DOS OPALAS? E se possível, citar características particulares que podem ser vistas externamente ou apenas com a abertura da tampa de válvulas ou algo parecido.

Christiano Costa
Araras, SP
ursos_sp@terra.com.br


O motor 250S (250 polegadas cúbicas de cilindrada, o mesmo que 4,1 litros, arredondado) é uma versão mais potente do seis-cilindros tradicional que equipava o Opala e, depois, o Omega/Omega Suprema (de 1995 em diante) e o Silverado e o Grand Blazer a gasolina (até julho de 1999), todos estes com injeção multiponto Bosch Motronic e ignição estática, sem distribuidor.

Inicialmente, em 1976, trazia tuchos mecânicos, carburador duplo DFV, taxa de compressão de 8,5:1 e hélice do ventilador de quatro pás. A cor do motor era vermelha, contra cinza no normal. Mas no ano seguinte os tuchos voltaram a ser hidráulicos, pois os do tipo mecânico sempre produzem ruído. Nos dois casos o comando de válvulas era diferente do motor normal, de maior duração, um dos detalhes que promoviam a maior potência -- 135 cv contra 121 cv.

A primeira versão, que só permaneceu um ano, desenvolvia cerca de 140 cv. Houve uma, em 1974, que chegava a 153 cv e era destinada a competição somente. Vamos tentar obter os códigos dos motores junto à GM e depois informaremos. E não se preocupe, pois o Best Cars Web Site já está chegando ao terceiro ano de existência e crescendo cada vez mais.

Página principal - e-mail

© Copyright 2000 - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados