Consultório Técnico


por Fabrício Samahá


Perfil mais baixo: melhor resposta de direção


Caí no seu site e me assustei com tanta informação sobre carro em um só lugar. Muito bem-feito mesmo! Que vantagens se tem com um pneu de perfil mais baixo, com a mesma largura (185/60 e 185/65)? Será que compensa usar, pois qualquer buraco desloca ou rasga o pneu mais baixo?

Lécio Lázaro R. Lino
lecio@gold.com.br
Belo Horizonte, MG


Tenho no meu Passat pneus 185/60 R 14 e pretendo colocar 195/60 R 14. Gostaria de saber a diferença, e quais, que terei em conforto, maciez e tudo mais que seja possível me informar.

Alexandro Nichele Vieira
nichele@cpovo.net


A série é uma relação entre a altura dos flancos (perfil) e a largura do pneu. Como em toda proporção, não tem unidade de medida. Num pneu 185/60 R 14, por exemplo, o perfil corresponde a 0,6 ou 60% da largura. Disso se conclui que, mantendo a série, a um aumento da largura corresponde um aumento do perfil do pneu. Para exemplificar: pneus 165/70, 175/70 e 185/70 -- todos de série 70 -- têm alturas de flanco distintas (
veja a tabela). Por outro lado, há pneus de séries diversas que possuem perfil similar, como 155/80 e 175/70: a maior largura compensa a série inferior.

Com a série menor obtém-se perfil mais baixo, para melhor resposta de direção, sem alterar o perímetro total do pneu

(ilustração: Iran Cartaxo)


Os primeiros pneus "balão", semelhantes a grandes pneus de bicicleta, utilizavam a série 100, isto é, mesma largura e altura. Na década de 50 o perfil começou a baixar, com as séries 94, 88 e mais tarde 80, esta ainda utilizada em utilitários. Nos anos 70 surgiriam os pneus de série 70 e 60. Os atuais carros esportivos chegam a adotar série 30, onde o perfil corresponde a apenas 30% da largura. Para carros de passeio, as séries 70, 65 e 60 são maioria na produção mundial.

Séries menores fizeram-se necessárias com o contínuo aumento da largura dos pneus: com isso crescia também a altura dos flancos, o que prejudicava a precisão das respostas de direção. Alterava-se também o perímetro dos pneus, o que nem sempre é desejável. O uso de séries mais baixas resultou nos pneus de perfil baixo. Com maior largura e a mesma altura de flanco -- ou até mais baixos --, permitiram reduzir o chamado ângulo de deriva: a diferença entre a direção para a qual o pneu aponta e a direção que ele efetivamente consegue seguir. Um ângulo de deriva menor reflete-se em maior precisão de direção e estabilidade em curvas.

Esses pneus permitiram ainda adotar rodas de aro maior sem grande alteração no perímetro do conjunto roda-pneu, conceito que ficou conhecido como plus concept. É o caso da troca de pneus 175/70 R 13 por 185/60 R 14 ou mesmo 195/50 R 15. Quando o aumento no aro é de uma polegada em relação às originais, convenciona-se chamá-lo plus one; de duas polegadas, plus two; e assim por diante.

Pneus de série menor, porém, trazem também inconvenientes. O perfil mais baixo diminui a capacidade de absorver as irregularidades do piso, o que pode causar desconforto. O pneu fica mais sujeito a cortes ou à formação de bolhas quando submetido a impactos contra o meio-fio, redutores de velocidade ou buracos. E o composto de borracha em geral empregado nesses pneus gera maior aspereza, ruído de rolamento e desgaste em comparação aos convencionais.


A MEDIDA DOS FLANCOS


Esta tabela traz a altura teórica dos flancos das medidas de pneus mais comuns no Brasil. Observe que a medida do aro não importa, por isso não é mencionada.

medida / altura (mm) medida / altura (mm)
145/80 - 116,0
155/80 - 124,0
165/80 - 132,0
175/80 - 140,0
165/70 - 115,5
175/70 - 122,5
185/70 - 129,5
195/70 - 136,5
175/65 - 113,7
185/65 - 120,2
195/65 - 126,7
185/60 - 111,0
195/60 - 117,0
205/60 - 123,0
185/55 - 101,7
195/55 - 107,2
205/55 - 112,7
195/50 - 97,5
205/50 - 102,5
205/40 - 82,0

Volta ao Consultório Técnico

Volta à página principal


© Copyright 1998/1999 - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados