Um pacote mecânico de alta tecnologia vinha em outra série especial: a Hi-Tech, em 1994, com painel digital e freios antitravamento (ABS). No mesmo ano as siglas SL e SL/E cediam lugar a GL e GLS. E só esta permanecia a partir de meados de 1995, em configuração única de quatro portas e motor 2,0 com injeção monoponto: era o prenúncio do fim de um carro já com 13 anos de mercado.

Depois da adoção de injeção monoponto em toda a linha, em 1992 (foto), surgiam novos detalhes: freios a disco traseiros, ajuste elétrico dos faróis, retrovisor fotocrômico

Mesmo assim havia aperfeiçoamentos. Em meados do ano o Monza ganhava novo câmbio, com relações mais longas e espaçadas entre si, e válvula de recirculação dos gases de escapamento (EGR, Exhaust Gas Recirculation) para controle de emissões. Faróis de neblina e pneus 185/65 R 14 chegavam ao GLS.

Em março de 1996 era lançado aqui o Vectra de segunda geração, apresentado só seis meses antes no Salão de Frankfurt. Era nada menos que o "neto" do Monza, pois entre eles houvera o primeiro Vectra, e trazia inovações em segurança, desenho, conforto e desempenho. O velho campeão ainda resistiu por alguns meses, até que o novo carro ganhasse a mais acessível versão GL, em agosto.

Fim da linha: oferecido só com quatro portas e motor 2,0 monoponto, o Monza se despede do mercado e abre caminho para seu legítimo sucessor, o Vectra de segunda geração

Foi o golpe definitivo contra o Monza. Depois de 14 anos de sucesso, ostentando o tricampeonato de vendas e uma legião de compradores satisfeitos, o "carro J" brasileiro -- o último produzido no mundo -- passava a tocha ao Vectra. Porque os grandes campeões também se aposentam.

Ficha técnica
_ SL/E 1,6 hatch
a gasolina (1982)
SL/E 1,8 2p
a álcool (1984)
S/R 1,8 a
álcool (1986)
MOTOR
Posição e cilindros transversal,
4 em linha
transversal,
4 em linha
transversal,
4 em linha
Comando e válvulas por cilindro no cabeçote, 2 no cabeçote, 2 no cabeçote, 2
Cilindrada 1.598 cm3 1.796 cm3 1.796 cm3
Potência máxima 73 cv a
5.400 rpm
96 cv a
5.600 rpm
106 cv a
5.600 rpm
Torque máximo 12,3 m.kgf a 3.000 rpm 15,1 m.kgf a 3.500 rpm 15,6 m.kgf a 4.000 rpm
Alimentação carburador de corpo simples carburador de corpo simples carburador de corpo duplo
CÂMBIO
Marchas e tração 4, dianteira 5, dianteira
FREIOS
Dianteiros e traseiros a disco / a tambor
DIREÇÃO
Assistência não hidráulica
SUSPENSÃO
Dianteira independente McPherson, estabilizador
Traseira eixo de torção, estabilizador
RODAS
Pneus 185/70 R 13 S 195/60 R 14 H
DIMENSÕES
Comprimento 4,264 m 4,366 m 4,264 m
Entreeixos 2,574 m 2,574 m 2,574 m
Porta-malas 433 l 510 l 433 l
Peso 1.035 kg 1.048 kg 1.100 kg
DESEMPENHO
Velocidade máxima 150 km/h 170 km/h 180 km/h
Aceleração de 0 a 100 km/h 16 s 13 s 11 s
Ficha técnica
_ Classic 2,0 a álcool (1987) GLS 2,0 EFI a gas.(1995)
MOTOR
Posição e cilindros transversal,
4 em linha
transversal,
4 em linha
Comando e válvulas por cilindro no cabeçote, 2 no cabeçote, 2
Cilindrada 1.998 cm3 1.998 cm3
Potência máxima 110 cv a 5.600 rpm 110 cv a 5.600 rpm
Torque máximo 17,3 m.kgf a 3.000 rpm 16,4 m.kgf a 3.000 rpm
Alimentação carburador de corpo duplo injeção monoponto
CÂMBIO
Marchas e tração 5, dianteira 5 ou automático de 3, dianteira
FREIOS
Dianteiros e traseiros a disco / a tambor a disco ventilado / a disco
DIREÇÃO
Assistência hidráulica
SUSPENSÃO
Dianteira independente McPherson, estabilizador
Traseira eixo de torção, estabilizador
RODAS
Pneus 185/70 R 13 S 185/65 R 14 H
DIMENSÕES
Comprimento 4,366 m 4,495 m
Entreeixos 2,574 m 2,574 m
Porta-malas 510 l 565 l
Peso 1.130 kg 1.125 kg
DESEMPENHO
Velocidade máxima 175 km/h 175 km/h
Aceleração de 0 a 100 km/h 12,5 s 12,5 s

Página principal - Escreva-nos

© Copyright 2001 - Best Cars Web Site - Todos os direitos reservados