Volkswagen Amarok

Volkswagen Amarok Highline Ultimate 01

 

Participe: opine sobre seu carro

 

[Nome] Daniel
[Cidade] Porto Alegre
[Estado] RS

[Versão] Highline
[Motor] 2.0TDI
[Ano-modelo] 2012
[Quilometragem atual] 150.000 km
[Combustível] Diesel
[Tempo há que possui] Mais de 5 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 4
[Acabamento] 2
[Posição de dirigir] 4
[Instrumentos] 4
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 5
[Freios] 3
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 3
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] 1 – Cambio: Motivo principal quando comprei o carro em 2012. Na época não eram comuns câmbios automáticos com mais de 4 marchas. Mantém a rotação baixa sem solavancos, principal aspecto positivo do carro. 2 – Estabilidade: Não é o forte de caminhonetes, mas por ser mais larga ela se comporta muito bem. não sinto efeito de rolagem em curvas. O conjunto roda 19 com pneu 255/55 ajuda. Outro aspecto positivo é a tração 4×4 permanente que auxilia muito em curvas especialmente com piso irregular. 3 – Conector 12V: Santa inteligência de quem colocou uma tomada 12V no painel. Muito antes dos VW de agora eu uso o celular como GPS e Central Multimídia. E a posição da tomada ajuda muito, bem como o fato de ter 3 tomadas no painel. 4 – Autonomia: Já fiz 13,5Km/l mas minha média em estrada é normalmente 11Km/l a 120Km/h. Somado a o tanque de 80L me permite uma autonomia de 900Km o que é ótimo para grandes distâncias e estados com pouca infraestrutura, ou para ir e voltar de países como Uruguai onde o Diesel é muito mais caro. 5 – Espaço interno: O espaço traseiro é razoável, onde em caminhonetes normalmente é muito ruim. 6 – Espaço da caçamba: A altura ajuda muito. Carrego pouco peso mas muito volume e a altura ajuda.

[Principais aspectos negativos] 1 – Acabamento interno: Por ser a versão top de linha, os plásticos são pobres. Isso foi melhorado na versão atual, mas na minha é bem fraco. 2 – Sistema de áudio: Outro item de qualidade inferior. Não tem nem saída RCA para poder melhorar colocando um amplificador. Os alto falantes também são de baixa qualidade e a central sempre teve problemas na comunicação bluetooth com todos os iPhones que tive no período. 3 – Lataria, especialmente a tampa traseira: Muito fina e fácil de amassar. A tampa traseira também tem tendência a desregular com o tempo dificultando o fechamento. 4 – Visão: Difícil enxergar os limites do carro, o sensor de estacionamento traseiro ajuda muito, na época não existia opção para o dianteiro. 5 – Faróis: Além de ter uma vedação ruim que permite entrada de água, as lâmpadas queimam muito principalmente pela vibração. Resolvi substituindo por LED, mas o original é ruim. Bem como pela altura do carro a luz incomoda carros baixos a frente. a 2012 não possuía controle de altura dos faróis.

[Defeitos apresentados] O principal defeito foi a ruptura do sistema EGR que causou o vazamento do fluído de refrigeração. De acordo com a concessionária foi um problema na solda que afetou muitas Amaroks. Como parei assim que vi o alarme de temperatura, não teve maiores danos e o reparo foi feito em 2 dias. Outro problema foi uma perda de potência e engasgo. Foi resolvido somente passando o scanner. Estava em viagem, provavelmente combustível ruim.

[Concessionárias] Usei basicamente a mesma. Nem todas estão preparadas para caminhonetes. A que uso em Porto Alegre sempre tive uma conversa técnica boa, mas a outra conhecida que deixei uma vez não tinha como fazer alinhamento na Amarok. Tive que usar em viagem em Goiás, mas lá caminhonete é padrão, tem mais que carro, estão preparados. Em São Paulo onde passaram o scannner foi rápido. No geral é caro, mas tecnicamente não tenho reclamações.

[Comentários adicionais] Minha primeira caminhonete, mas o que se destacou foi a robustez. Com 152.000Km estou no quanto jogo de pneus (cada um durou aproximadamente 50.000Km). Troquei a bateria com 4 anos, 3 jogos de pastilhas, um jogo de disco com 120.000Km, amortecedores com 135.000Km, correia dentada com 90.000Km. Fora isso está praticamente original. Trocas com muito mais quilometragem do que fazia em um carro de passeio. Sinto falta de uma fechada, gostaria de uma ao estilo SW4, hoje as novas não possuem nenhuma tecnologia que justifique a troca. Vamos aguardar a V6 porém não sinto falta de motor, mas potência e torque nunca é demais.

[Best Cars] Leio o BestCars desde BCWS, foram visionários da internet. Sempre um papo muito técnico e isento. Estão apanhando para entrar nos novos formatos (youtube) mas vão aprender com o tempo.

[Data de publicação] 16/6/17

 

 


[Nome] Iran Werneck Marques
[Cidade] Serra
[Estado] ES

[Versão] higline
[Motor] 20 biturbo
[Ano-modelo] 2013
[Quilometragem atual] 70.000 km
[Combustível] Diesel
[Tempo há que possui] De 3 a 5 anos

[Grau de satisfação com o carro] Parcialmente satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Insatisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 3
[Desempenho] 4
[Consumo] 4
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão]
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 4
[Custo-benefício] 3

[Principais aspectos positivos] Silenciosa,macia,espaçosa,confortável e boa de estrada.

[Principais aspectos negativos] Sistema de transmissão problemática ( correias são trocadas precocemente e caras) em um carro que não é de fazendeiro,

[Defeitos apresentados] Com pouco mais de 60000km, quebraram duas trancas de portas(motorista e do carona,dianteiro). Na troca das correias tiveram os roletes azuis por aquecimento indevido(baixa km). Agora,com 70000km apresentando desgastes na transmissão ou no eixo cardan,(segundo consultor tecnico da VW)

[Comentários adicionais] Fica difícil e duvidoso fazer uma troca do mesmo modelo e marca,na compra de um zero Km

[Best Cars] Achei um espaço inteligente e de fácil leitura.

[Data de publicação] 16/6/17

[Nome] João Cândido de Souza
[Cidade] Lavras
[Estado] MG

[Versão] Highline
[Motor] 2,0
[Ano-modelo] 2016
[Quilometragem atual] 30.000 km
[Combustível] Diesel
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Parcialmente satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 4
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 4
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 3

[Principais aspectos positivos] Confortável, nem muito duro como a Triton nem tão macio como a S10; Baixa rotação do motor em velocidade de cruzeiro; Funcionamento silencioso do motor.

[Principais aspectos negativos] Pneus Continental inadequados para o off road, inclusive com problemas de esfarelamento da lateral do mesmo.

[Defeitos apresentados] Nenhum.

[Comentários adicionais] Gostaria de comentar a falta de compromisso da concessionária e da Volkswagen em colocar inadvertidamente pneus impróprios para um carro que a propaganda promete te levar em qualquer lugar.Isso para mim se chama propaganda enganosa.

[Best Cars] Best Cars é uma das melhores revistas sobre automóveis no mundo.

[Data de publicação] 19/5/17

 

[Nome] Paulo Henrique Sovinski
[Cidade] Campo Mourão
[Estado] PR

[Versão] SE 180 cv
[Motor] 2.0 TDI
[Ano-modelo] 2013
[Quilometragem atual] 100.000 km
[Combustível] Diesel
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 4
[Segurança passiva] 3
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] A Amarok é, sem dúvidas, a melhor no quesito dirigibilidade. Já dirigi Hilux e Frontier (SRV e ATTACK, respectivamente) e hoje meu pai possui uma S10 LTZ 2015. Ambas têm seus méritos, porém se assemelham a veículos de trabalho mesmo, com câmbio e direção duros, posição de dirigir e ângulo de giro limitados além do nível de ruído elevado. A Amarok é silenciosa, não se ouve barulho de vento e do motor, dependendo da rotação. A posição de dirigir da Amarok é muito próxima a um veículo de passeio e não causa cansaço em longas viagens. A regulagem do volante é completa (altura e distância) e os bancos abraçam o corpo, facilitando a posição ideal de condução. O painel é puro plástico, como nas concorrentes. Porém, mesmo com km alta e boa parte utilizada em estradas de terra, não tem um grilo, não faz um barulho e o acabamento é muito bom, sem rebarbas ou vãos excessivos. O câmbio manual tem 6 marchas e tem engates de carro de passeio, leve e curso adequado, além de engates precisos, sem sustos. Parece o câmbio do Gol. O motor, apesar de pouco torque em saídas, após 2000 rpm desperta e empurra a caminhonete com força mais que suficiente. Em viagens, com caçamba cheia, a diferença na condução é quase nula. O motor não sofre e, do mesmo jeito que desce, ela sobe sem perder força. Outro ponto positivo é economia. Motor econômico, fazendo médias de 9,5 km/l cidade e 11,5 km/l estrada, andando normalmente. Só ressalto o cuidado com a correia dentada. A minha não deu problemas mas, segundo especialistas, é bom ficar de olho. Outra vantagem é o preço das usadas. Possui melhor custo/benefício, sem dúvidas, já que a depreciação é maior que a das líderes do segmento. No quesito equipamentos ela é razoável, não vejo nenhuma falta grave (na versão SE). Possui caçamba com chave, som duplo din com entradas USB e SD, trio elétrico e etc. Enfim, quem tem dúvidas apenas dirija ela e as concorrentes e sinta a diferença. Vale muito a pena e, apesar das críticas após o lançamento, dos modelos 2012 em diante (140 e 180 cv) a satisfação é certa, desde que a manutenção seja feita corretamente.

[Principais aspectos negativos] Como aspectos negativos destaco o preço das peças. Nas concessionárias é absurdo. Porém, quem tem um pouco de boa vontade, logo encontra peças originais pela metade do preço na internet. Basta querer. As revisões têm preços próximos as das concorrentes, nada que assuste. Como é um veículo pesado, cheio de eletrônica embarcada, é natural que a manutenção não tenha o mesmo valor da manutenção de um gol 1.0. Em relação aos equipamentos sinto falta do computador de bordo nesta versão e acho sem explicação o fechamento dos vidros segurando o botão do alarme ao invés do fechamento automático, em todas as versões.

[Defeitos apresentados] Peguei ela usada e com km alta. Hoje, perto dos 140000 km, não tive problemas graves, pois tenho todo o histórico de manutenções. O sensor do ABS da roda traseira esquerda apresentou falha e a luz espia do painel acendia esporadicamente. Levei na concessionária para que fosse feita a troca e me cobraram R$ 1250,00. Dei meia volta e encontrei numa loja de peças pela internet por R$ 540,00. Fiz o pedido e o recebi em dois dias via sedex. Como vi o mecânico tirando o sensor na concessionária para me mostrar, troquei sozinho em casa. Apenas isto. Porém, sempre fui cuidadoso com meus veículos e não fujo de revisões quando é necessário.

[Concessionárias] Já usei a rede Chevrolet quando possuía um veículo desta marca e sempre fui bem atendido e os preços eram justos. A VW, é a primeira vez e achei que, por ser uma das mais populares, teria um atendimento no mínimo bom e com preços condizentes também. Porém, o atendimento é abaixo da média (na concessionária que visitei pelo menos, não acredito que seja regra) e os preços são ridículos. Como disse acima, nada justifica uma empresa vender uma peça original pela metade do preço de uma concessionária. Até entenderia se a diferença fosse mínima, tendo em vista que a mão de obra é mais cara na rede autorizada. Porém, é mais que absurdo. Como a minha saiu da garantia, não passo nem perto mais. Um computador e um mecânico de confiança resolvem.

[Comentários adicionais] Resumindo, é um veículo excelente, gostoso de dirigir, mesmo na cidade, devido à posição de dirigir e a leveza da direção e do câmbio. O ângulo de giro é muito bom e entrar em garagens e fazer manobras se torna tarefa fácil. Na estrada é melhor ainda, pois tem espaço interno adequado e não cansa em viagens longas. É econômica, forte e silenciosa. As versões mais caras são bem completas e, apesar da idade, traz itens que a concorrência ainda não oferece. Também tive o pé atrás quando li algumas críticas sobre ela, porém são críticas de quem nunca teve uma. Pra quem está em dúvida, dirija todas e sinta a diferença. Apenas se atente ao histórico de manutenções pois qualquer carro mal cuidado te dará dor de cabeça.

[Best Cars] Site de leitura obrigatória pra quem gosta e/ou entende de carros. Avaliações corretas, sem puxar saco pra tal marca, nos dando um parecer honesto sobre cada modelo e mostrando que não existe carro perfeito, é só teu vizinho que acha o japonês dele imbatível. Leio o site a mais de 15 anos e sempre que me interesso por algum modelo entro aqui para ler a avaliação e a opinião de proprietários. Inclusive indico a parentes e amigos que estão em dúvida. Parabéns à equipe pela credibilidade e responsabilidade.

[Data de publicação] 26/8/16

 

[Nome] Jaime Nelson Gatto
[Cidade] Toledo
[Estado] PR

[Versão] trendline CD 2.0 4X4 TDI
[Motor] 2.0
[Ano-modelo] 2013
[Quilometragem atual] 60.000 km
[Combustível] Diesel
[Tempo há que possui] De 1 a 3 anos

[Grau de satisfação com o carro] Insatisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Insatisfeito(a)

[Estilo] 2
[Acabamento] 3
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 4
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 1
[Desempenho] 3
[Consumo] 4
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 4
[Custo-benefício] 2

[Principais aspectos positivos] Conforto em rodar

[Principais aspectos negativos] Motor que nao aguenta ….tem problemas serios

[Defeitos apresentados] Sim. Ferveu e estourou a junta de cabeçote, empenou o cabeçote. Ferveu pois acabou a agua que desaparece por uma falha em um aquecedor existente que fura internamente…. Conheço uma quantidade de camionetes que apresentaram o mesmo defeito. Inclusive possuo uma 2014 da nossa empresa que eu também uso e aconteceu a mesma coisa.

[Concessionárias] Pois em nem um caso deram atenção.

[Comentários adicionais] Tirando o motor……esta falha que a meu ver e de projeto o resto e bom.

[Best Cars] acho muito importante podermos colocarmos os ocorridos e nossa opinião sobre os veículos.

[Data de publicação] 6/5/16

 

[Nome] Geraldo R Almeida
[Cidade] Salvador
[Estado] BA

[Versão] Trendline automática, cabine dupla
[Motor] 2.0 TDI
[Ano-modelo] 2014
[Quilometragem atual] 20.000 km
[Combustível] Diesel
[Tempo há que possui] De 1 a 3 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 4
[Acabamento] 3
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 3
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 5
[Freios] 4
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 3
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] Conforto de rodagem, espaço interno e de caçamba, motor e câmbio.

[Principais aspectos negativos] Farois que iluminam pouco mas causa incômodo aos que transitam em sentido contrário

[Defeitos apresentados] Nenhum.

[Concessionárias] Por enquanto estimo em 50% na qualidade de atendimento. Baviera ruim e Sanave bom (Salvador-BA)

[Comentários adicionais] Já dirigí todas, a Amarok é o que existe de melhor no segmento, no desempenho então…

[Best Cars] O melhor que há, e ajuda em muito quem quer comprar um novo veículo.

[Data de publicação] 8/4/16

 

[Nome] Igor Schroder da Silva
[Cidade] Bagé
[Estado] RS

[Versão] S 2.0 TDI
[Motor] 2.0 TDI
[Ano-modelo] 2012
[Quilometragem atual] 150.000 km
[Combustível] Diesel
[Tempo há que possui] De 1 a 3 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 4
[Acabamento] 3
[Posição de dirigir] 4
[Instrumentos]
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 4
[Motor] 4
[Desempenho]
[Consumo] 5
[Câmbio] 3
[Freios] 5
[Suspensão]
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] – Estabilidade – O carro é bastante estável. – Tecnologia da tração 4X4 – Acionada por botões elétricos. Mesmo na versão de entrada, possui controle de frenagem, de estabilidade e controle independente do bloqueio do diferencial. – Suspensão – Muito macia… acho mais que a S10 e Hilux. (tive uma S10 2009 e meu pai tem uma Hilux 2013). Na condução por estradas esburacadas (interior do RS) eu prefiro andar na Amarok. – Consumo – Não me preocupo em tirar o pé ou andar de forma que economize combustível, pois uso o carro para trabalho e nunca fiz menos que 11 km/l (andando em rodovias, estradas de chão e vias urbanas, tudo contabilizado junto).

[Principais aspectos negativos] O preço das peças e da manutenção do carro… Porém, creio que no segmento das picapes médias não há como ser barata a manutenção. Na verdade você paga a mais, mas tem um carro melhor (eu tive também strada e saveiro… a manutenção era barata, mas eu não chegava mais com elas na minha propriedade no interior, eu atolava no meio do caminho ou levava duas horas para fazer 43 km.)

[Defeitos apresentados] O motor foi substituído em Recall. Era 120 Cv agora é 140 Cv
O alternador com 115000 km foi substituído.

[Concessionárias] Minha concessionária é a TTerrassul. São muito prestativos… não existe dia, nem hora… sempre fui atendido. Os serviços e peças são mais caros, mas já tive itens que ganhei garantia mesmo depois do término do período estipulado pela fábrica, só pelo simples fato de manter a manutenção do carro junto à concessionária.

[Best Cars] Excelente site. Além da seção do leitor dar sua opinião, existem outras com comparativos e testes… Sempre acessei este portal antes de comprar meus carros… também quando quero me atualizar ou simplesmente ler algo sobre carros eu lembro e venho até aqui…

[Data de publicação] 9/10/15

[Nome] Joao Candido de Souza
[Cidade] Lavras
[Estado] MG

[Versão] Trendline
[Motor] 2.0 bi turbo
[Ano-modelo] 2013
[Quilometragem atual] 60.000 km
[Combustível] Diesel
[Tempo há que possui] De 1 a 3 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 5
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 3

[Principais aspectos positivos] Baixo ruído ao rodar ( 2 mil giros a 120 Km/h), estabilidade surpreendente, talvez explicada pela tração nas quatro rodas permanente, durabilidade dos pneus (63.000 Km rodados) devido ao boa regulagem da suspensão.

[Principais aspectos negativos] O único aspecto negativo é o valor do veículo. Hoje na casa dos 150 mil reais na versão completa.

[Defeitos apresentados] Apresentou um problema no conversor de torque que foi substituído pela concessionária.

[Concessionárias] As concessionárias da volkswagen é uma caixinha de surpresas. Mas dificilmente vc consegue realizar um serviço dentro do orçamento estipulado. Sempre tem um adicional. O custo  de um jogo de pastilhas colocados sai por R$600,00. Não há transparência nos serviços de revisões. Preço fixo nem pensar.

[Comentários adicionais] Quando se enfrenta terrenos escorregadios ou mesmo pista molhadas não há necessidade de se preocupar em parar e engatar a tração. Já tá tudo pronto é só acelerar. Quando se desce locais escorregadios o assistente de descidas é perfeito, não há risco de frear e as rodas travarem e perder o controle do carro. O freio é feito nas 4 rodas. Já andei em outras pickups e com exceção da Chevrolet que é macia demais ( balança muito) a Amarok perto das outras é um carro de passeio.

[Best Cars] Gosto muito desta seção e leio sempre Best Cars. As comparações são realistas e não convenientes como ocorre em outros veículos. Só para lembrar, nas outras revistas normalmente o último lançamento sai como melhor veículo.

[Data de publicação] 28/8/15

[Nome] JOSE NETO
[Cidade] GUIRICEMA
[Estado] MG

[Versão] Highline 2.0
[Ano-modelo] 2014
[Combustível] Diesel
[Quilometragem atual] 5.000 km
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito

[Estilo] 4
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 4
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] cambio automático de 8 marchas o melhor do mercado, estabilidade em curvas, motor com baixo nível de barulho e vibração, média de consumo melhor que outras caminhonetes que ja tive, (hilux e s10)

[Principais aspectos negativos] o manual de instrução é repetitivo e falta informações simples como por exemplo: pressão dos pneus, tipos de lâmpadas de farol e lentes.

[Defeitos apresentados] no momento nenhum defeito foi apresentado

[Concessionárias] fui muito bem atendido com relação a compra, quero ver quando precisar de fazer alguma manutenção. Se for mal atendido vou botar a boca no trombone.

[Comentários adicionais] sempre tive s10 e hilux. Todos são ótimas caminhonetes mas a hilux está ultrapassada, motor barulhento e o câmbio automático é da idade da pedra, mas um carro muito resistente e de bom valor de revenda. A s10 continua com a suspensão muito dura e pra quem viaja atrás é um desconforto total. A amarok dá um banho nas concorrentes.

[Best Cars Web Site] excelente, consulto sempre que vou trocar de carro.

[Data de publicação] 10/10/14

[Nome] luciano coelho alves
[Cidade] governador valadares
[Estado] MG
[E-mail] agrocementes@hotmail.com

[Versão] amarok 2.0 tdi
[Ano-modelo] 2011
[Combustível] Diesel
[Quilometragem atual] 5.000 km
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] estilo do carro muito robusta espaço interno muito bom caçamba no tamanho ideal

[Principais aspectos negativos] nada por enquanto

[Defeitos apresentados] ainda nao

[Concessionárias] excelente

[Comentários adicionais] sim,carro me surpreendeu muito, sempre tive camionetes ou melhor ja tive todas e ate entao achava que a hillux imbativel mais com a amarok uma e pario para outra a unica duvida minha em relaçao a amarok e o motor 2.0 tenho receio que ele nao tenha mesma durabilidade dos demais 3.0 e os 2.8 mas se tratando de um carro alemao ….

[Best Cars Web Site] escelente trabalho de vcs e interessante tambem consulta-los antes de comprar um carro

[Data de publicação] 12/3/11

[Nome] Pietro Ravoni Santini
[Cidade] Sao Paulo
[Estado] SP
[E-mail] não publicado a pedido

[Versão] VW Amarok CD 4X4 High
[Ano-modelo] 2011
[Combustível] Diesel
[Quilometragem atual] 20.000 km
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Parcialmente satisfeito
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito

[Estilo] 3
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 4
[Instrumentos] 3
[Itens de conveniência] 3
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 2
[Desempenho] 3
[Consumo] 1
[Câmbio] 4
[Freios] 4
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 4
[Custo-benefício] 3

[Principais aspectos positivos] – Capacidade de carga excelente. – Pneus aro 18 excelentes, deixa o carro grudar no chao. – Vidro traseiro com boa visibilidade. – Direção macia.

[Principais aspectos negativos] – Design quadradao, ultrapassado. – Embreagem com pequeno curso, nao consigo trocar as marchas sem dar trancos. – Motor muito pequeno para puxar esta pick up tao pesada. Precisa esticar as marchas para fazer a bicha andar. Ja tive ranger, hilux e com certeza o motor mais legal de se dirigir foi o 3.0 electronic da ranger. – motor nao tem capa, fica tudo exposto, parece carro da década de 80. – Santo Antonio esquisitao, muito grande, desproporcional. – Falta de comandos no volante. – consumo altíssimo se andar com pe pesado. como o motor pede isso, ja viu o consumo. nao faço nem 7km/l de diesel na cidade.

[Defeitos apresentados] Ja apresentou disco de freio empenado, a garantia nao trocou disse que foi mau uso. Vazamento de oleo do motor consertado em garantia. Lampada farol queimado. Atualmente a pick up se encontra na oficina de novo para acabar com uma vibracao no motor.

[Concessionárias] Revisões caríssimas. Cobram o olho da cara. Quando assino o cheque é que me faz ter arrependimento mortal da hora que troquei minha ranger pela amarok. Estava no mínimo bebado. Nao vejo a hora de chegar a novissima Ranger 2012 para deixar a minha pick up em uma concessionária Ford.

[Comentários adicionais] Pick up com interior bem agradável e como é uma novidade todo mundo quer dar uma volta. Falta de um cambio automático desvaloriza o carro, precisa urgente a VW colocar este opcional. A principal desvantagem da Amarok em relação as outras pick ups é o motor. Ate que tem potencia so que como é um motor pequeno precisa usar bem o acelerador para acompanhar as Hilux e as Ranger. Pick up tem que ter motor grande cilindrada, motor 2.0 é para puxar golf e não um veiculo de mais de 2 toneladas. Deixa qualquer viagem cansativa.

[Best Cars Web Site] Referencia no ramo automotivo. Parabéns por mais um ano de existência.

[Data de publicação] 12/2/11

 

SEM COMENTÁRIOS