Mercedes-Benz GLK e GLC

 

Participe: opine sobre seu carro

 

[Nome] José Paulo Soffredi Soares
[Cidade] Caxias do Sul
[Estado] RS

[Versão] GLK 220 CDI 4Matic Sport
[Motor] 2.0 Diesel
[Ano-modelo] 2015
[Quilometragem atual] 30.000 km
[Combustível] Diesel
[Tempo há que possui] De 3 a 5 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 3
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 5
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 4
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] * Rigidez torcional da carroceria, um espetáculo. * Silêncio interno absoluto, sem grilos ou chiados. * Suspensão impar, bem superior a da GLC que a substituiu. * Tração 4×4 absoluta precisão e transparência. Não se percebe qualquer delay e de fato atua com precisão. Nas curvas mantém aceleração diferenciada entre o lado interno e o externo da curva, pois como cada lado do carro as rodas descrevem círculos com menor raio que o outro, o computador trata de equalizar tudo. Resultado? Extrema dirigibilidade, mesmo em chuva ou pisos escorregadios, ainda que em alta velocidade.
* Os faróis Intelligent System é um espetáculo a parte. Não basta dizer full xenon. É xenon Mercedes, nada que se compare. Seu foco único absolutamente definido, sem quaisquer distorções já bastaria, pois parece um único facho circular, extremamente potente como de uma locomotiva, mas não para por ai. Ele é totalmente auto ajustável. Acompanha as curvas, lombadas e sobrepeso no porta-malas. Ao ligar o carro ele se nivela (altura – vertical) e se concentra (largura – horizontal). Não bastasse tudo isso, os faróis ainda se ajustam abrindo o ângulo de convergência dos fachos quando usados em modo off road até 50 km/h. Um absurdo. Os Jeepeiros usam faróis auxiliares com fachos divergentes para iluminar a mata das laterais quando no off road. Na Mercedes os mesmos faróis fazem tudo isso através da inteligência artificial aplicada a GLK
* Nem vamos falar de aspectos positivos corriqueiros comuns em outros carros de luxo como: * Teto solar duplo (elétrico) * Comutação automática de faróis alto/baixo (intelligent system) * Acendimento automático de faróis e luz de navegação diurna * Assistente de partida em rampa * Assistente de descida em rampa * Modo Off Road com ajuste de suspensão e faróis, bem como modo de tração * Multimidia com USB e SD Card * Ar condicionado digital Dual Zone * Modo Hold para manter freiado sem acionar freios de mão * Motor Diesel 4 cilindros em linha 170 CV 40,8 kgfm de torque que faz mais de 20 km/L (PASMEM), MAS FAZ

[Principais aspectos negativos] * Multimídia de arquitetura fechada. Não permite que o usuário configure suas preferências (aliás todos os veículos e fabricantes tem a mesma filosofia decadente que levou a IBM Computadores perder o mercado para a China nos PCs. Falam tanto em satisfação do cliente, mas os obrigam a recorrer de sites de hackers e aficionados pela marca para habilitar funções pré-existentes – Caso da Câmara de Ré, que com R$85,00 instalei a minha apenas habilitando no “Modo de Engenharia” que as concessionárias desconhecem (consultei 3) e querem cobrar R$3.000,00 para fazer uma suspeita instalação chinesa por agentes externos (auto-elétricas). * Ausência de Câmara de Ré – inadmissível para um carro deste preço. (a minha tem). * Preço das Peças no Brasil – Vale a Pena agendar a revisão no Uruguai ou Paraguai, e aproveitar a viagem com a diferença de preços.

[Defeitos apresentados] * Sim. Furou o pneu, mas foi só uma vez. brincadeiras a parte… nenhum defeito. Quando tem recall resolvem sem cobrar um tostão. Basta conferir no Site da Mercedes pelo número do chassi, apresentar-se à concessionária que resolve tudo.

[Concessionárias] Em cidades pequenas (menores que 1 milhão de habitantes) a oficina deveria ser maior para evitar filas no agendamento. A própria Mercedes fábrica, poderia ser mais interativa com seus clientes. Ganham prêmios de marketing mas a arrogância é explícita. Certamente os prêmios de atendimento ao consumidor advém das volumosas verbas de marketing que gastam com os premiadores. Não corresponde a realidade do péssimo atendimento da fábrica.

[Comentários adicionais] MUITO RUIM DE VENDER – A gente se apaixona e não quer vender… este é o problema. Hoje tenho 3 Mercedes e já tive outras 5, mas esta dá dó de vender, mas querendo, já tenho 3 amigos na fila. Aliás, não perde preço. É a menor taxa de depreciação que já tive. Excelente carro. * GPS Nativo (não requer internet nem espelhamento de celular e permite inserir um cartão SD com radares de velocidade como POIS) funciona.
Outros mimos: * Assistente de estacionamento (Park Assist) (estaciona sozinho) * Assistente de saída de estacionamento (tira o carro da vaga por você) * Sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, de fábrica * Retrovisores ajustam automático em estacionamento (para ver as rodas e meio-fio) * Bancos dianteiros elétricos com 3 memórias para motorista e 3 para passageiro * Bancos em couro * Rodas de 19 pol (pneus novos – Continental) * sete bolsas infláveis, * Monitor para alertar sobre fadiga do motorista, * Piloto Automático * Controle eletrônico de estabilidade (ESP), * Distribuição eletrônica de força de frenagem (EBD), * Assistente de frenagens de emergência (BAS), * Comando de voz Linguatronic (em inglês) e * pacote Off Road com suspensão 30 mm mais elevada. * farol alto adaptativo e faróis bixenônio com ajuste automático de facho

[Best Cars] Adoro esta revista. Belas análises e publicações deliciosas. Vale mais ler tudo que escrevem do que a compra propriamente dita. Vocês estão na minha ótica há vários e muitos anos. Parabéns.

[Data de publicação] 26/7/19

 

 

SEM COMENTÁRIOS