Mercedes-Benz Classe C (todas as gerações)

 

Participe: opine sobre seu carro

 

[Nome] Fabio
[Cidade] Niterói
[Estado] RJ

[Versão] C200 Avantgarde
[Motor] 2.0T
[Ano-modelo] 2015
[Quilometragem atual] 30.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] De 3 a 5 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 3
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] Design sóbrio e elegante, acabamento premium, qualidade construtiva, itens de segurança passiva, conforto de rodagem em cidade e estrada, bom desempenho com bom torque em baixa, posição de dirigir com boa ergonomia e ajustes elétricos com memórias para o banco do motorista, volante com excelente pegada, bancos muito confortáveis, economia de combustível surpreendente para um motor 2.0T, espaço interno com um entre-eixos generoso, conjunto ótico de LED com excelente iluminação em qualquer situação, confiabilidade e imagem da marca. Outro ponto positivo e importante, revisões de 10 em 10mil km ou de ano em ano, como qualquer carro nacional, ao contrário da BMW onde a periodicidade é definida pelo computador do carro. Um carro que fiz viagens do Rio à tríplice fronteira umas 2 ou 3 vezes com muito conforto e segurança. Após quase 4 anos de convívio, desde 0km, optamos por partir para um novo carro, mas o Classe C vai deixar saudades, foi um excelente produto que tivemos em mãos.

[Principais aspectos negativos] Apesar das qualidades enumerada, vão algumas críticas que se não desmerecem o carro, acho precisam ser comentadas: Espaço do porta-malas destoa do tamanho do carro, ausência de apoio de braço no banco traseiro, ausência de rebatimento do banco traseiro para acesso ao interior e uso com cargas mais longas eventualmente, ausência de acabamento no fundo do banco traseiro aparentando a lataria do banco quando aberto o porta-malas, ausência de câmera de ré, tela da central multimídia não é de toque, rodas com desenho mais simples ou iguais às da C180, ausência da possibilidade de optar pela grande tradicional ao invés da esportiva, ausência de key less e partida por botão, ar condicionado desarma automaticamente a função recircular e em dias muito quentes tira eficiência da refrigeração,. Não consegui depois desses anos com o carro preferir a opção de colocar o câmbio na coluna de direção, pois atrapalha na estrada quando se quer alternar entre o modo conforto e modo esportivo, pois bastaria uma alavanca na posição tradicional e uma posição S de rápido acesso. Mesmo o seletor de modos de condução deveria ser mais intuitivo para mudanças rápidas entre eles, para uma ultrapassagem ou algo assim. É um carro para de preferência não ser guiado de forma esportiva, apesar de ter até motor pra isso… É para uma tocada conforto, mesmo quando andando rápido. Pneus run flat infelizmente estão em todos os concorrentes, mas seria melhor pneus normais e um estepe no porta-malas, mesmo que temporário, já que os run flat são bem mais caros e algo mais duros.

[Defeitos apresentados] Veio de fábrica com um barulhinho que vinha da suspensão traseira. Corrigido antes da primeira revisão.

[Concessionárias] Achei ruim. Pelo menos a que lidei, achei abaixo do que se espera de uma concessionária Mercedes Benz e preço cobrado. Até colocarem óleo a mais após uma revisão de garantia aconteceu, me dando um baita susto que por sorte e provavelmente pela eletrônica do carro, não trouxe danos após perceber esse erro imperdoável. Devidamente reportado à fábrica. Em outra concessionária, foram trocadas as 4 pastilhas de freio e sensores com serviço realizado a contento.

[Comentários adicionais] Um carro excelente, ainda muito elegante e prazeroso de dirigir. Agora usado, de um custo benefício enorme. Vale a pena para quem pensa em comprar um sedan médio comum 0km olhar com carinho para um Classe C usado em boas condições de manutenção, pois são muitos pra vender e são robustos o suficiente para optar por um produto de nível de qualidade e status superior. Já existem muitas peças no mercado paralelo caso queiram fugir da rede Mercedes. Acho também que pela diferença de preço agora usado (já fazia sentido na época de 0km) é melhor ir de C200 ao invés de C180, pelo motor mais forte e itens de conveniência a mais.

[Best Cars] O melhor site automotivo do Brasil. Sigo quase que diariamente desde o início.

[Data de publicação] 19/10/18

 

 

[Nome] Ricardo Mahle
[Cidade] São Paulo
[Estado] SP

[Versão] C 200 AVANGARDE
[Motor] 2.0
[Ano-modelo] 2017
[Quilometragem atual] 1.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Insatisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 4
[Acabamento] 4
[Posição de dirigir] 2
[Instrumentos] 3
[Itens de conveniência] 2
[Espaço interno] 2
[Capacidade de bagagem] 3
[Motor] 3
[Desempenho] 3
[Consumo] 4
[Câmbio] 4
[Freios] 4
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 4
[Segurança passiva] 4
[Custo-benefício] 3

[Principais aspectos positivos] Silencioso, econômico e a cor, um tom de azul, excepcionalmente atraente.

[Principais aspectos negativos] Quase tudo: posição de dirigir desconfortável pois o banco não acomoda bem o corpo, comandos confusos e pouco intuitivos, o câmbio automático seria muito melhor e mais prático se tivesse um seletor giratório como os Jaguar e o Fusion atual, o habitáculo é pequeno assim como o porta-malas. O manual do carro também é confuso porque parece que a Mercedes Benz fez um manual para vários modelos diferentes ao invés de fazer um específico para o Classe C. O “start-stop” não opera de maneira suave. A chave não é presencial, apesar de a partida ser por botão não é possível abrir o carro com a chave no bolso. Acostumar-se com conta-giros do lado esquerdo e velocímetro no direito também não é muito fácil. Quatro mil reais para efetuar um desbloqueio e fazer o espelhamento para conectar o smartphone à tela do carro é um acinte, bem como quase quinhentos reais para ter a estrela da marca no capô. Tirando o status da marca sobra muito pouco. O Ford Fusion Titanium AWD oferece muito mais por um preço menor. Era minha primeira escolha, mas por conta da cor e do modelo, o negócio não foi para frente. A segunda escolha era um Jaguar XE, porém a negociação não avançou por ter esbarrado em uma vendedora que não sabia -nem tinha interesse – em vender o carro. Acabei com um MB e muitas saudades do Omega australiano.

[Defeitos apresentados] Quando acionadas, as palhetas do limpador do para-brisa chacoalham/tremem feito um liquidificador; impossível que seja normal isso. Vou levar a uma concessionária para checarem assim que possível.

[Concessionárias] O atendimento foi perfeito, impecável, fantástico na hora da compra. O carro foi comprado na AB INTERCAR (São Cristovão) no Rio de Janeiro e enviado por uma transportadora para São Paulo onde resido. Pessoal de vendas e de acessórios muito competentes/profissionais e simpáticos.

[Comentários adicionais] Espero que a revenda seja fácil porque pelo jeito não vou nem efetuar a primeira revisão.

[Best Cars] Vai soar redundante escrever isto novamente, mas o site é excelente, confiável, democrático, ótima fonte de informação, imparcial, feito e frequentado por quem realmente entende/gosta de carros de todos os tipos, modelos e marcas.

[Data de publicação] 5/5/17

 

 

[Nome] Fabio
[Cidade] Niterói
[Estado] RJ

[Versão] Avantgarde
[Motor] 2.0T
[Ano-modelo] 2015
[Quilometragem atual] 15.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] De 1 a 3 anos

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 5
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 4
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] Design externo e interno, acabamento, itens de segurança, desempenho, torque e consumo de combustível. Ótimo carro para cidade e até esportivo para estradas, com retomadas vigorosas e estabilidade excelente. Frenagens excelentes, sem perder a trajetória, mesmo em velocidades mais altas. Pouco turbo lag. O câmbio 7G Tronic Plus responde rápido principalmente em Sport Plus mantendo o carro arisco limitando a 5 marchas e o modo ECO mantém os giros baixos com as 7 marchas disponíveis. Em longa viagem de aproximadamente 4.000km de ida e volta entre Rio e norte da Argentina, atendeu às expectativas para um Mercedes. Andando tranquilo dentro dos limites das estradas brasileiras, faz médias de 14 a 15km/l sem problemas. Pneus run flat Continental não comprometeram o conforto e performance. Excelentes faróis de led. Iluminam muito na estrada. Park assist é interessante. Banco do motorista com ajustes eletrônicos e 3 memórias. Volante se levanta na chegada do motorista e volta a sua posição quando dada a partida. As classe C W205 tem uma aparência imponente pelo estilo clássico e comprimento.

[Principais aspectos negativos] Falta de apoio de braços e porta copos no centro do banco traseiro, rebatimento do banco traseiro, porta malas pequeno para o tamanho do carro. Vidros e teto solar deveriam abrir e fechar através da chave. Ausência de câmera de ré. Ausência de tocador de DVD e TV. Pneus de perfil alto são um mal necessário para nossas ruas e estrada. Deveria ter memória para o banco do carona também. Muitos itens de série disponíveis em outros países são depenados para a versão brasileira, como alertas de mudança de faixa, controle do ar condicionado para os bancos traseiros, teto solar panorâmico, memória para o banco do carona, etc.

[Defeitos apresentados] Apresentava um incômodo ruído na parte traseira ao rodar em pavimentos irregulares. Levado à concessionária, foi verificada a suspensão e identificada má montagem de uma das peças ligadas a um dos amortecedores traseiros. Corrigido o problema, o carro mantém-se perfeito.

[Concessionárias] Foi decepcionante sair com o carro após a revisão de 10.000km e ver fumaça saindo do escapamento (!!!) numa puxada mais forte. Por sorte e tecnologia do carro, no mesmo instante a potência foi contida e o carro pediu volta a ccs. Constataram a adição de aproximadamente 3 litros (!!!) a mais de óleo no carter. Refeita integralmente a revisão e passado o scanner, o carro não apresentou danos. Comunicamos o ocorrido à Mercedes do Brasil para efeito de registro e garantias. Inaceitável uma falha dessas em qualquer concessionário de qualquer marca, quanto mais numa marca do nível da Mercedes.

[Comentários adicionais] Excelente automóvel. As classe C a partir de 2015 (W205) ficaram bem mais imponentes do que as anteriores W204. Bonito e eficiente, tem as qualidades que se espera de um Mercedes. Acho que a C200 tem o básico que uma classe C deveria ter, já que a C180 é muito depenada em equipamentos (faltam sensores nos para-choques dianteiros e traseiros, rebatimentos dos retrovisores, teto solar, etc) e apesar de ter desempenho adequado, a deixa bem distante do desempenho da c200, mais empolgante. Pra quem prefere esportividade de fato, é melhor buscar a c250, mais firme e mais forte, além de ainda mais equipada. Comparando a C200 à BMW 320i, continua o DNA mais voltado para o conforto na Mercedes enquanto a BMW parece mais esportiva, apesar do desempenho muito semelhante.

[Best Cars] Ótima fonte de conhecimento. Esta seção é muito útil para decidir sobre um novo carro e por isso gosto de contribuir.

[Data de publicação] 6/5/16

[Nome] Klayton Herminio Almeida
[Cidade] Recife
[Estado] PE

[Versão] C180 CGI
[Motor] 1.8 16V Turbo
[Ano-modelo] 2012
[Quilometragem atual] 50.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 5
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 4
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] Relação entre consumo e desempenho!!! Anda quase como meu antigo carro, BMW 325i 2011 e bebe igual a um Corolla 1.8!!! Relação entre conforto e estabilidade, consegue ser macio na cidade e muitíssimo seguro na estrada em altas velocidades.O design da geração W204 após o facelift ficou atemporal na minha opinião.Tive outra MB C200 Kompressor 2009 porem o design externo e principalmente o interno, são bem superiores ao modelo até 2011.

[Principais aspectos negativos] Altura baixa do solo.Porem é um problema muito mais relacionado a nossas vias e infraestrutura do que do próprio carro. Por ser injeção direta, não se pode ou não se deve abastecer em qualquer posto! Tambem não se deve por qualquer oleo lubrificante mesmo que seja sintético lubrificante precisa atender a norma MB approval 229.5

[Defeitos apresentados] Meu carro ainda não apresentou defeitos porem, existe um defeito conhecido, dos motores M271 e M271Evo, nas polias do variador dos comandos de valvulas.As mesmas vão perdendo sincronia com o tempo e fazendo barulhos metálicos na partida a frio. Porem até fora de garantia a rede autorizada parece que está resolvendo o problema por cortesia.

[Concessionárias] O atendimento é ótimo, porem tanto os mecânicos como principalmente vendedores não parecem bem informados sobre os dados técnicos dos veículos MB! Comprei o carro pelo sistema ”StarSelection” e o mesmo tem um ano de garantia.Veremos com será o serviço. Preço de peças de reposição no serviço autorizado é proibitivo! Porem por ser o MB mais vendido até hoje, Tanto no Brasil quanto no exterior, se encontra preços honestos em peças originais no mercado paralelo.

[Comentários adicionais] É um carro com custo benefício fantástico quando comprado usado,por 15% ou 20% a mais do valor de um Corolla 2.0 aut.do mesmo ano, se compra um MB C180 que está há anos luz afrente no que diz respeito a construção, performance e prazer em dirigir.Não vou falar de segurança pois 7 airbags,ESP,TCS,BAS attention assist e tantos outros sistemas, são coisas que um carro como o Corolla nunca ouviu falar. Não é nem justa a comparação.

[Best Cars] Acho que desde 2001 entro no BCWS todos os dias!!! Obrigado pelo ótimo trabalho que fazem!

[Data de publicação] 24/3/16

[Nome] Ricardo
[Cidade] São José dos Campos
[Estado] SP

[Versão] C180 coupe
[Motor] 1.6 turbo
[Ano-modelo] 2013
[Quilometragem atual] 15.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 4
[Instrumentos] 4
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 3
[Capacidade de bagagem] 4
[Motor] 4
[Desempenho] 4
[Consumo] 5
[Câmbio] 3
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] Estilo e design esportivo, acabamento interno, consumo, isolamento acústico no habitáculo.

[Principais aspectos negativos] Tempo de resposta do cambio e o teto bastante baixo que as vezes incomoda, mas é a consequência do estilo coupé. O acesso aos passageiros ao banco de trás também é um pouco dificultoso por conta das duas portas e do banco relativamente pesado para se deslocar.

[Defeitos apresentados] nunca

[Best Cars] Bastante útil, sempre consulto esta seção quando quero obter informações sobre algum carro.

[Data de publicação] 27/3/15

[Nome] Fabio
[Cidade] Niterói
[Estado] RJ

[Versão] C200 W205
[Motor] 2.0T
[Ano-modelo] 2015
[Quilometragem atual] 1.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 5
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 4
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] Design, tecnologia, motor de bom desempenho e econômico, torque, imagem da marca, espaço interno, acabamento, suspensão que alia conforto e firmeza se solicitada para maior desempenho. Estou muito satisfeito com esse MB. O carro tem design diferenciado, muito espaço, iluminação interna e externa toda em LEDs, motor forte nas arrancadas e elástico. Acho que a versão C200 vem com o mínimo que um MB dever ter. Pensei em optar pela C180 mas infelizmente a MB não coloca dentre outras coisas rebatimento elétrico dos retrovisores e sensores de estacionamento, enquanto que na C200 além desses, ainda vem park assist, banco elétrico para motorista com 3 memórias e banco elétrico para o carona e teto-solar, além do motor mais forte. Foi importante na minha decisão pela MB também a transparência nos custos de revisão e periodicidade a cada 10.000km ou 1 ano, ao contrário da BMW, que fica à mercê do computador de cada automóvel, sendo provável que com o trânsito estes carros peçam revisão a cada 6.000km por exemplo. Aprecio também a tecnologia com que é montada esta carroceria, com grande parte em alumínio, permitindo um carro deste porte com baixo peso e otimo desempenho, além da segurança comprovada nos testes de impacto. O carro rodou até agora 100% na cidade.

[Principais aspectos negativos] Infelizmente o que temos é o “Pacote Brasil”, onde se tira do carro tens como controles independentes de temperatura para o banco traseiro, alerta para mudança de faixa, descansa-braço do banco traseiro, ajustes eletricos em maior numero e memorias do banco do passageiro. Não gosto do couro sintético mas esse defeito esta na concorrência também. Sinto a ausência de câmera-de-ré e sensor de chuva, que deveriam ser item presente também num carro deste valor, assim como leitor de DVD (somente na C250). O sistema de audio deveria reconhecer mensagem em portugues do Brasil. Acho que a C200 deveria vir com aro 18. Enfim, muitos outros itens que se fazem presentes no exterior e não nas versões enviadas para o Brasil. Também não gosto dos pneus run flat pois não são feitos para nossas ruas e nem nosso mercado. Também não sou muito fã da mudança da alavanca do câmbio para a coluna de direção. Perde-se em esportividade e agilidade para alterar o comportamento do carro principalmente quando em estrada. Não é prático “rolar” o seletor do Agility para alterar o comportamento do carro no console central se comparado à tradicional alavanca do câmbio no console central, como nas BMW por exemplo.

[Defeitos apresentados] Nenhum.

[Concessionárias] Realizada somente a compra por enquanto e tive excelente atendimento por parte do vendedor. Mas no geral não vejo nada que me garanta um nível de serviço como deveria ser numa marca como a Mercedes. Num primeiro contato ainda acho as Toyotas melhores do que as MB e BMW no nível de serviço.

[Comentários adicionais] Estou a pouco tempo com ele porém bastante satisfeito e seguro de ter feito a melhor compra no seguimento. Esta Classe C nova está imponente e ainda mais prazerosa de dirigir. Internamente está bem mais moderna e melhor acabada. Antes tive um Jetta TSi e ela não perde em nada em desempenho e vence com folga no conforto e tecnologia.

[Best Cars] Excelente fonte de conhecimento automotivo. Sou leitor desde o início do site e sempre venho nesta seção quanto preciso comprar um novo carro.

[Data de publicação] 13/3/15

[Nome] A. Rebouças
[Cidade] SALVADOR
[Estado] BA

[Versão] 180 turbo
[Ano-modelo] 2014
[Combustível] Gasolina
[Quilometragem atual] 5.000 km
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito

[Estilo] 4
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 4
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 5
[Custo-benefício] 3

[Principais aspectos positivos] O C 180 é, sem exageros, um carro surpreendente em termos de estabilidade, suavidade e economia. Muito firme, é estável em curvas de raio curto e longo, ao mesmo tempo sua suspensão macia absorve as irregularidades do piso de modo irrepreensível; jamais vi nada semelhante. Ela funciona suavemente bem e sem qualquer tipo de barulho, tal é a perfeição de suas buchas e conexões. A direção elétrica é leve, precisa e não transmite vibrações ao volante, nem sob-esterçando em ruas de paralelepípedos se ouve qualquer ruído proveniente da caixa de direção, o que leva a certeza de que o setor é bem dimensionado.
Em termos de economia o 180 é incrível, pois chego a fazer até 12 km/l em ciclo urbano e, na estrada entre 100 e 120 km/h, ele consome pouco mais de 16 km/l. Esses resultados, como se sabe, dependem do modo de condução (graduação na aceleração, manutenção da constância da velocidade e desaceleração prolongada), do relevo e também do tráfego. Observados esses parâmetros, porém, é possível até superar os números que experimentei. Antes de comprar o Mercedes, li, na mais antiga revista de automóveis do Brasil, que, no seu teste, ele fez 10,9 km/l na cidade e 14,9 km/l na estrada. Portanto, os números que atinjo são pouco melhores porque nos testes, propositadamente, se abusa um pouco a fim de alcançar níveis próximos do consumidor normal. Mas se a condução for mais criteriosa, é fácil atingir o patamar que eu alcancei.
O motor é elástico e revela força já em baixa rotação, no que é ajudado pelo torque de 25,5 kgf a apenas 1.250 rpm. É claro que o turbo e a injeção direta são responsáveis por isso, mas a valentia e bom desempenho desse carro devem ser creditados também ao câmbio automático de sete marchas. Quando está programado no modo Eco, o 180 não utiliza a 1ª marcha, saindo sempre em segunda, além de fazer trocas em rotações mais baixas. Já quando o câmbio está posto no modo S, as marchas são “esticadas” e as trocas são realizadas em rotações mais elevadas.Nesse caso a tocada fica mais divertida e o clássico sedã dá ares de um esportivo.
O sistema Star/Stop, que desliga automaticamente o carro nas paradas dos engarrafamentos, é eficiente e silencioso, mas não sei se isso pode vir causar desgaste excessivo a longo prazo à bateria, ignição e velas.
O acabamento, sem adornos ou enfeites, é primoroso. Tudo é montado com capricho e os arremates são bem acabados; a textura dos materiais sugere resistência e causa bom efeito tátil, deixando o interior agradável e com excelente conforto.
A ergonomia é exemplar: parece que o carro foi feito pro seu dono. Os bancos são anatômicos e fazem os ocupantes se sentir bem. O mesmo não se pode dizer de quem está atras, onde o espaço é apenas razoável. O porta malas, com seus 475 litros satisfaz bem.
Observando o carro em cada detalhe da mecânica, do seu interior e da carroceria se tem a impressão que o produto exala durabilidade. Será que a propalada resistência de um Mercedes Benz é verdade mesmo?
Isso ainda não sei, mas do que já sei é que é um carro cativante,fantástico e que faz gostar dele qualquer um que saiba o que é bom automóvel.

[Principais aspectos negativos] Há alguns aspectos que não me agradaram. Vamos a eles: a ausência de GPS. Como um carro dessa categoria não tem este equipamento?
Também não convence a falta de retração elétrica dos retrovisores externos.
Embora tenha bons faróis de dupla parábola, seria melhor se houvesse também luzes de neblina.
Um último aspecto que certamente incomoda ao consumidor brasileiro é a altura livre do solo. O C 180 é muito baixo e seu lastro passa a ser alvo fácil de lombadas/quebra-molas. É preciso ter sempre muita atenção.

[Defeitos apresentados] Nenhum, até então.

[Concessionárias] Em Salvador só existe uma concessionária, cujo atendimento é atencioso, mas como não necessitei de nenhum reparo mecânico não posso avaliá-la do ponto de vista da sua competência técnica.

[Comentários adicionais] O plano de revisões é muito caro. No site da Mercedes está informado que as revisões devem ocorrer a cada 8.000 kms. Ora! considerando que no Brasil se roda, em média, entre dois a dois mil e quinhentos quilômetros por mês, o proprietário de um Classe C vai fazer revisões a cada três ou quatro meses, sendo que a primeira custa cerca de R$600,00 e a segunda aproximadamente R$1.500,00. Não é brincadeira, não!

[Best Cars Web Site] Há anos a Best Cars é minha companheira inseparável. Isto é o que eu chamo de uma união estável!

[Data de publicação] 10/1/14

[Nome] eduardo alt c lima
[Cidade] ananindeua
[Estado] PA
[E-mail] eduardoaltc@gmail.com

[Versão] c 200 Kompressor 1.8
[Ano-modelo] 2008
[Combustível] Gasolina
[Quilometragem atual] 30.000 km
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com o carro] Muito satisfeito
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 5
[Instrumentos] 5
[Itens de conveniência] 5
[Espaço interno] 4
[Capacidade de bagagem] 4
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 4
[Câmbio] 4
[Freios] 5
[Suspensão] 3
[Estabilidade] 5
[Segurança passiva] 4
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] desempenho, consumo e estabilidade.

[Principais aspectos negativos] suspensão um pouco dura. carro um pouco baixo em relação ao solo.preço alto das peças.

[Defeitos apresentados] nenhum.

[Concessionárias] só possui uma concessionária na minha cidade. preço de peças muito caro e não as tem em estoque.

[Comentários adicionais] ótimo carro,estável e veloz.faz 7 km/l na cidade e 13 na estrada, com velocidade média de 140 km/h.

[Best Cars Web Site] ótimo site. referência para quem gosta de carro.

[Data de publicação] 18/6/11