Triumph Tiger

Triumph Tiger 800 XCX

 

Participe: envie opinião sobre sua moto

 

[Nome] Valdencio silva
[Cidade] Canelinha
[Estado] SC

[Motor] Tiger xr 800
[Ano-modelo] 2016
[Quilometragem atual] 20.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com a moto] Parcialmente satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 3
[Acabamento] 4
[Posição de pilotar] 3
[Instrumentos] 3
[Conforto] 4
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 3
[Câmbio] 4
[Freios] 5
[Suspensão] 4
[Estabilidade] 4
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] Motor muito forte e sem vibrações, controle de tração e abs que trazem segurança na pilotagem, altura do banco q pode ser ajustada de acordo com a altura do piloto,maneabilidade,suspenção e conforto do banco

[Principais aspectos negativos] Muito bebada,bebe mais q eu rsrs,não consigo fazer mais que 17 km por litro, posição de pilotagem muito inclinada para frente, proteção aerodinâmica ruim,tinha uma vstrom que era bemmm melhor tanto no consumo como no conforto, preço .muito caro pelo que oferece

[Defeitos apresentados] Até agora sem defeitos,só manutenção basica

[Comentários adicionais] Vou botar uma bolha maior para melhorar a proteção do vento

[Best Cars] Muito utíl,acho que todos deviam consultar e opinar

[Data de publicação] 16/6/17

 

 

[Nome] Ayrton Pisco
[Cidade] Brasília
[Estado] DF

[Versão] Tiger 800 XCX
[Motor] 800
[Ano-modelo] 2016
[Quilometragem atual] 5.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com a moto] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de dirigir] 4
[Instrumentos] 5
[Conforto] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] O desempenho é muito linear, permitindo usar a moto em rotações baixas mas com um incremento linear de potência até altas rotações, em razão da elasticidade do motor, com o torque sempre presente. É também excepcionalmente suave e sem vibrações. A economia, em velocidades civilizadas passa dos 23km/l na estrada e chega a 20 ou mais na cidade. As suspensões são ótimas, permitindo uma condução segura e rápida em terrenos acidentados do fora de estrada e garantindo firmeza nas rodovias. A altura do banco permite que pilotos de altura mediana a partir de 1,70 pilotem com segurança e conforto sem adaptações, ao contrário da concorrente. O acabamento impressiona. Muita eletrônica embarcada e um excelente piloto automático. As suspensões reguláveis na dianteira e traseira permitem encontrar o ponto ideal, algo que inexiste na concorrência. Já andei em situações bem complicadas no off road com muita segurança. A concessionária atende muito bem. Revisões a cada 10 mil são bastante cômodas.

[Principais aspectos negativos] A posição de pilotar deveria ser um pouco mais ereta, com o guidão mais perto e mais alto, facilitando a tocada de pé e cansando menos em percursos mais longos. A proteção contra o vento também deveria ser aperfeiçoada. Em uso intensivo sobre buracos a traseira faz barulho. O ângulo de esterço deveria ser maior para facilitar as manobras na cidade. Tem pouca proteção contra quedas, e qualquer tombo parada leva a prejuízos grandes, pois as peças de reposição são muito caras: a minha já tombou parada 2 vezes e quebrou manete de embreagem (400$) nas duas, além de danificar a carenagem e o protetor de mão. Os controles de modos de pilotagem são de acesso pouco prático e sem memória, a cada vez que se desliga o controle de tração e o ABS traseiro (ruins para pilotagem mais off) eles voltam a ficar ativos quando a moto é religada. A altura livre do solo poderia ser maior, às vezes raspa em obstáculos maiores. Se fosse uns 10 kg mais leve seria ótimo. A regulagem da suspensão traseira é difícil e exige ferramentas especiais. Não é uma moto para atuações mais radicais fora de estrada, já que cada queda é uma facada no orçamento, o que desanima.

[Defeitos apresentados] O sensor do pedal de descanso que desliga o motor quando o pedal está aberto deixou de funcionar mas ficou bom após passar WD.

[Concessionárias] A Triumph de Brasília é ótima. Os vendedores estão sempre dispostos a oferecer informações e serviços. As peças e serviços, como em qualquer moto deste nível, são bem caros. Acessórios idem.

[Comentários adicionais] O calor do motor de que tanto falam só incomoda debaixo de um sol forte e parado no trânsito, nada demais. A relação da 1ª marcha é um pouco longa demais, impedindo conduzir a moto abaixo de 15 km/h sem usar a embreagem, o que atrapalha um pouco. A aceleração é fantástica e bem linear, permitindo alcançar velocidades acima de 200 km/h, mas não é uma moto para correr, seu aro 21 na frente obriga a um planejamento das curvas, que são menos amigáveis do que em motos com aro 17. Por outro lado, o aro 21 dá muita segurança para transpor obstáculos severos: já escapei de uma queda transpondo um meio fio oculto em plena rua à noite.

[Best Cars] BC é, há anos, o melhor site de carros e motos do Brasil. Sério e imparcial, é consulta obrigatória para aficionados.

[Data de publicação] 21/10/16

 

SEM COMENTÁRIOS