Honda SH 150i

Honda SH 150i

 

Participe: envie opinião sobre sua moto

 

[Nome] Nilton Cesar Coutinho de Lima
[Cidade] São Paulo
[Estado] SP

[Motor] 150
[Ano-modelo] 2018
[Quilometragem atual] 1.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com a moto] Parcialmente satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Muito satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 2
[Posição de pilotar] 5
[Instrumentos] 5
[Conforto] 5
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 5
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 5
[Custo-benefício] 5

[Principais aspectos positivos] Comprei para substituir a Honda lead. Por enquanto estou satisfeito

[Principais aspectos negativos] Faz 20 dias que comprei está com 400 km e hoje observei um barulho no painel ao passar por ruas esburacadas. Espero que seja resolvido na 1 revisão. Mas fiquei chateado pois nem um mês de uso e2 já está com esse barulho

[Defeitos apresentados] Barulho de algo solto no painel. Ao passar por ruas esburacadas

[Best Cars] Ótimo

[Data de publicação] 30/11/18

 

 

[Nome] Fernando Faria
[Cidade] São Bernardo do Campo
[Estado] SP

[Versão] 150i ABS
[Motor] 150
[Ano-modelo] 2018
[Quilometragem atual] 1.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com a moto] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Insatisfeito(a)

[Estilo] 3
[Acabamento] 3
[Posição de pilotar] 4
[Instrumentos] 5
[Conforto] 3
[Motor] 3
[Desempenho] 3
[Consumo] 3
[Câmbio] 3
[Freios] 5
[Suspensão] 3
[Estabilidade] 4
[Custo-benefício] 3

[Principais aspectos positivos] É uma scooter com freios ABS e baixa cilindrada, além de proporcionar uma posição de pilotagem melhor que as concorrentes e a PCX.

[Principais aspectos negativos] Bagageiro pequeno, largura excessiva na parte traseira por causa do escapamento, apenas uma chave, (sem chave reserva)!

[Defeitos apresentados] Nada até o momento, porém, a bateria já descarregou duas vezes porque a respeitável Honda criou a moto com esse sistema de chave por tele-comando, que tem seus pontos positivos e seus pontos negativos, e o negativo principal é o fato do portador da chave se distanciar e o painel da moto ainda ficar todo ligado, junto com os faróis! Fiquei sem bateria duas vezes, em menos de 20 minutos de descuido!

[Concessionárias] Preços de peças altos, e as revisões são feitas sem qualidade e por um preço abusivo.

[Comentários adicionais] Uma solução para o trânsito de São Paulo. Coloque um baú de 45l e faça até o mercado com a sua scooter!

[Best Cars] Excelente, ambiente de Justiça!

[Data de publicação] 21/9/18

 

 

[Nome] Jefferson
[Cidade] Curitiba
[Estado] PR

[Motor] 150
[Ano-modelo] 2017
[Quilometragem atual] 5.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com a moto] Muito satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 5
[Acabamento] 5
[Posição de pilotar] 5
[Instrumentos] 5
[Conforto] 3
[Motor] 5
[Desempenho] 5
[Consumo] 5
[Câmbio] 4
[Freios] 5
[Suspensão] 3
[Estabilidade] 4
[Custo-benefício] 4

[Principais aspectos positivos] Possuo uma azul clara, que adquiri faz um mês. Cada centavo foi bem investido, pode realmente não ser o mais bonito de todos, mas de restante pesquisei cada scooter antes de optar por este. Rodas grandes, ABS, chave com sensor de presença, start stop (idling stop para a Honda), farol e lanterna em LED, já vem com bagageiro pronto para o bauleto (pra compensar o baú pequeno, que aliás cabe um capacete nº60 fechado), um detalhe lindo em LED no escudo dianteiro, que nos faz ser vistos melhor de dia, acabamento tanto das carenagens quanto no banco de primeiríssima qualidade. Nunca fui fã da Honda e sempre tive motos de outras marcas (ainda tenho uma Triumph para viagens), mas scooter com piso plano purista como a SH 150, difícil de achar igual. O valor dela nova realmente é exagerado, mas optem por uma com 1 ano de uso que estará nova e vai lhe dar muitas alegrias.

[Principais aspectos negativos] A suspensão traseira quando somente com o piloto, é um pouco dura.

[Defeitos apresentados] Sem problemas.

[Concessionárias] Apesar dos preços sempre salgados, me atentem bem.

[Comentários adicionais] Possuo moto grande para viagem e precisava de uma menor para o dia dia. Comecei com a Honda Lead, que aliás, é ótima, mas com o tempo pesquisei e cheguei à conclusão de que a única capaz de substituir a Lead a altura, seria a SH150.

[Best Cars] Não compro veículo algum sem antes pesquisar no Best Cars. Parabéns e obrigado.

[Data de publicação] 10/8/18

 

 

[Nome] Ricardo
[Cidade] sao paulo
[Estado] SP

[Versão] SH 150 i
[Motor] 150
[Ano-modelo] 2017
[Quilometragem atual] 1.000 km
[Combustível] Gasolina
[Tempo há que possui] Até 1 ano

[Grau de satisfação com a moto] Parcialmente satisfeito(a)
[Grau de satisfação com a rede de concessionárias] Parcialmente satisfeito(a)

[Estilo] 3
[Acabamento] 5
[Posição de pilotar] 4
[Instrumentos] 4
[Conforto] 5
[Motor] 4
[Desempenho] 4
[Consumo] 4
[Câmbio] 4
[Freios] 5
[Suspensão] 5
[Estabilidade] 4
[Custo-benefício] 3

[Principais aspectos positivos] Um scooter confortável nas ruas esburacadas de São Paulo, principalmente devido às rodas grandes.
Espaço para condutor e principalmente para o garupa. Apesar de ser um scooter de motorização pequena, tem um bom porte.
Apesar de muitos acharem o estilo careta e que remete à Biz (eu inclusive ) o acabamento é de primeira linha. Pintura, detalhes, encaixes, punhos elétricos, painel, luzes e lanternas de leds, costura do banco, tudo demonstra qualidade e cuidado.
O estilo é europeu e clássico, não é bonito (acho até que puxa mais para o feinho mas simpático) mas como não tem grandes ousadias também não fica datado.
Desempenho adequado para uso urbano, consumo ok. Praticidade alta como na grande maioria dos scooters. Como não tem um porte exagerado, transita muito bem em meio aos engarrafamentos. É bem estreito, passa fácil nos corredores. Detalhes positivos: gancheira para sacolas, assoalho plano que abre espaço para transportar volumes maiores e pesados nas compras de supermercado. É possível transportar lá caixas de dúzia de leite, pacotes de latas de cerveja, saco de carvão, etc. Já vem com suporte para instalar bauleto, pra mim foi necessário instalar um pois no compartimento sob o banco só cabe um capacete, e bem justinho. Nem capa de chuva cabe com o capacete.
Tem um porta-trecos com carregador para celular no escudo frontal. É pequeno, mas cabe um IPhone 6 lá dentro (no SH 300, o scooter maiorzinho da Honda, não cabe o IPhone 6 e o carregador fica embaixo do banco). Tem o sistema Stop-start da Honda chamado de Idling Stop, que desliga o motor quando se para nos semáforos, e religa o motor assim que se acelera. Funciona bem, mas num scooter que já é econômico por natureza serve mais como curiosidade e chamada de marketing. Outra coisa boa são dois pequenos pinos sob o banco que permitem prender mais dois capacetes do lado de fora do compartimento, como um bom quebra-galho.
O principal aspecto de segurança são as rodas maiores, os freios a disco na frente e atrás e a presença do ABS. Uma aquisição prática e racional. Para locomoção diária, um excelente produto, com todas as vantagens de um scooter e com excelente acabamento e segurança.,

[Principais aspectos negativos] É alta, tem banco largo (o que dificulta apoiar os pés no chão para quem tem menos de 1,70m). Não chega a ser um problema e sim característica, já que foi pensada para o cidadão europeu, maior do que o biotipo do brasileiro (é líder na Itália, o país dos scooters). O que me gera algum incômodo é seu centro de gravidade alto, que faz com que as manobras em baixa velocidade exijam um pouco mais de cuidado e hábito; ela é mais alta, piloto e garupa se sentam mais na vertical e as rodas grandes obrigaram a mudar o tanque para a porção traseira do banco, o que acaba elevando demais o centro de gravidade e fazendo com que ela se torne um pouco menos agradável. Basta alguma pequena inclinação em manobras em meio ao trânsito que você sente isso, não chega a ser pesada mas é uma sensação menos amigável. Não é nada com que você não se habitue, mas torna este scooter diferente e menos ágil do que outros ( uso também um NMax Yamaha- postei um comentário- e uma Honda Lead, que em termos de praticidade e agilidade ainda é imbatível, tanto que não tive coragem de me desfazer dela).
O desempenho é ok para a cidade, é para uma condução mais tranquila do que a NMax por exemplo, que é muito mais esperta e arisca. Achei que o motor vibra e é um pouco barulhento nas saídas, principalmente com garupa e em subidas, nada que comprometa. Talvez seja uma característica da regulagem do câmbio CVT, muito mais pra tranquila. Na NMax por exemplo, a vibração e ruído podem parecer maiores, porém na verdade é um “pulso” mais esportivo, me parece que proposital, a NMax arranca e anda bem mais que a SH. Consumo ok, ainda está amaciando mas fica na casa dos 33 – 36 km/l. Ponto importante que me chateou: A SH tem uma prática chave por sensor, não precisa inserir no contato nem para dar a partida e nem para abrir o compartimento sob o banco. A chave pode ficar no bolso. Porém a Honda não dá chave reserva, somente um joguinho de ferramentas para desmontar a carenagem e dar a partida em caso de pane ou final de bateria da chave, que dizem durar um ano. É absurdo supor que um usuário de scooter tenha conhecimentos de um mecânico para dar a partida em caso de perda de chave ou outra emergência. Gastei mais de 500 reais para fazer e codificar a chave reserva. Acho que isso se chama lucro ruim.

[Defeitos apresentados] Nada, ainda muito nova.

[Concessionárias] Honda tem muitas e boas concessionárias em São Paulo, então não precisa se preocupar em ficar refém de algum serviço pós vendas não satisfatório. Os serviços são bons e a manutenção normalmente é barata. Na compra, fui muito bem atendido pelo Nicolas da Honda Dream Remaza da Av Ibirapuera . Pós vendas também muito adequado.

[Comentários adicionais] OK, a SH cumpre o que se propõe, mas não concordo que seja superior à NMax como apregoam algumas revistas especializadas. São apenas produtos de propostas muuuito diferentes, apesar de scooters. Honda e Yamaha têm excelentes produtos, mas a força da Honda no Brasil talvez gere comentários tendenciosos.

[Best Cars] Excelente, melhor fonte de informações sobre autos e motos da web. Como exige placas e renavam, evita desinformação de quem torce por marca A ou B.

[Data de publicação] 28/7/17