Os carros que encontraram vida após a morte, parte 3

Mitsubishi Pajero

O Mitsubishi Pajero teve vida após a morte em duas gerações. A primeira (no destaque) durou de 1982 a 1991 no Japão. Nesse último ano começava a ser feito na Coreia do Sul pelo grupo Hyundai como Galloper (foto maior), que chegou ao Brasil com a marca Asia. Durou até 2003.

 

A segunda geração do Pajero (no destaque) foi feita entre 1991 e 1999, mas seguiu até 2007 no Irã, mais um ano nas Filipinas e na Venezuela e até 2014 na China com as marcas Sanxing e Liebao (na foto maior o Liebao Heijingang).

 

 

Suzuki Alto

Já falamos nesta série do Maruti Omni, pequeno utilitário indiano que deriva de um antigo Suzuki. Há outro velho modelo japonês que se pode comprar novinho nas concessionárias Maruti: o 800 (foto maior), feito desde 1995. Ele existiu de 1984 a 1988 como o Suzuki Alto de segunda geração (no destaque). No Paquistão o carrinho segue como Suzuki Mehran.

 

Seat Toledo

A Espanha produz a quarta geração do Seat Toledo. Na China, a Chery fabrica até hoje o modelo inicial de 1991 (no destaque), que por lá começou em 1999. Chamado de A11 (foto maior), ele ganhou estilo renovado e versões furgão e sedã alongado.

 

 

Opel Corsa

A longevidade do segundo Corsa europeu não poderia faltar nessa série. Ele nasceu na Alemanha em 1993 (no destaque) e veio ao Brasil no ano seguinte pela Chevrolet. Os europeus o fabricaram até 2000, mas o sedã brasileiro se tornou Classic em 2003 e seguiu até 2016 (foto maior). Fomos bem além dos sul-africanos, que levaram o hatch até 2009, e dos chineses, que no mesmo ano tiraram de linha o sedã Chevrolet Sail. E a perua desenhada no Brasil, que tivemos até 2001, seguiu na Argentina até 2016 com a frente de nosso último Classic.

 

Renault Logan

O primeiro Logan, feito de 2004 a 2012 na Europa (no destaque), não é tão antigo, mas sua sobrevida merece ser citada. Ele ainda é feito no Irã e na Índia. Lá a Mahindra o vende como Verito, incluindo versão elétrica (foto maior) e um dois-volumes diferente do Sandero, o Vibe.

Mais Curiosidades