VW Passat 2020: visual retocado e novas assistências

 

O Volkswagen Passat 2020 aparece em março no Salão de Genebra com várias evoluções, embora sem grandes mudanças na aparência. Por fora foram revistos para-choques, grade, faróis e lanternas traseiras; por dentro, volante, quadro de instrumentos, painéis de porta e console.

 

 

Entre as novidades estão o sistema Travel Assist IQ Drive, que segue o tráfego adiante a velocidades de 0 a 210 km/h; volante capacitivo, capaz de detectar o toque do motorista; assistente de desvios em emergência, que aciona os freios em uma manobra evasiva se assim julgar conveniente; conexão a Apple Car Play sem fio; comando de voz aprimorado, que pode se ativar pela expressão “Hello Volkswagen”; acionamento de travas e partida a distância por meio de celular; quadro de instrumentos digital de nova geração, com maior qualidade visual; e filtro de partículas de série também nos motores a gasolina.

 

 

O híbrido Passat GTE, que soma 218 cv com os motores elétrico e a gasolina, ganhou maior autonomia em modo elétrico: 55 km no novo padrão WLTP ou 70 km pelo antigo NEDC. Isso permite acesso a áreas de veículos com emissão zero. Novo é o motor TDI Evo turbodiesel de 2,0 litros com 150 cv. Os outros da linha são turbo a gasolina de 150, 190 e 272 cv e turbodiesel de 120, 190 e 240 cv. Continua disponível para a perua Variant a versão Alltrack, com tração integral e suspensão elevada.

No segundo trimestre será fabricado o Passat de número 30 milhões desde a geração inicial de 1973, marca que faz dele o carro mais vendido do mundo em sua categoria e o segundo VW com maior total, atrás do Golf (35 milhões).

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação