VW Jetta e Tiguan têm nota máxima em teste de colisão

 

A Volkswagen recebeu nota máxima (cinco estrelas) do Latin NCap para mais dois modelos: o Jetta e o Tiguan, ambos fabricados no México e vendidos também no Brasil. O sedã obteve 30,16 pontos em 34 possíveis, na proteção de ocupante adulto, e 44,98 pontos em máximo de 49 na segurança de crianças. O teste frontal alcançou 14,16 pontos e o lateral obteve 15 pontos, sendo 16 o máximo para cada um. No caso do SUV, os resultados foram 31,94 pontos em 34 para adulto, 44 pontos em 49 para criança, 14,94 pontos em 16 no impacto frontal e a pontuação máxima (16) no impacto lateral.

 

 

 

Além da classificação máxima de segurança para adultos e crianças, o Jetta e o Tiguan receberam os prêmios Latin NCap Advanced Awards por proteção de pedestres e pela oferta de sistema de frenagem autônoma de emergência (AEB). Ambos têm seis bolsas infláveis (frontais, laterais dianteiras e de cortina) e controle eletrônico de estabilidade (ESC) mesmo na versão mais simples vendida na América Latina.

 

 

Os dois modelos apresentaram estrutura estável. Segundo o instituto, no Jetta, “durante o teste de impacto lateral, a porta da frente se abriu, gerando a redução de um ponto sobre a pontuação total. A Volkswagen recomenda a instalação de cadeiras de crianças voltadas para trás, conforme as mais recentes e melhores práticas globais”.

 

 

 

O Latin NCap também testou o Ford Figo, fabricado na Índia e vendido principalmente no México, que equivale ao Ka brasileiro. Ele ganhou quatro estrelas em proteção de adultos e crianças depois das atualizações estruturais feitas pelo fabricante, mas não é possível estender a nota ao modelo nacional, que precisará passar por novo teste. Na análise feita em 2018 o Ka obteve três estrelas na proteção de adulto.

Confira a seguir os vídeos dos testes de colisão, do controle de estabilidade e da frenagem autônoma do Jetta e do Tiguan.

 

Jetta

 

 

 

Tiguan

 

 

Texto da equipe – Fotos e vídeos: divulgação