Um novo Porsche 935 para corrida com base no 911 GT2

 

Ele lembra o Porsche 935 “Moby Dick” da 24 Horas de Le Mans de 1978 (na última foto da página), mas é um novo carro, construído a partir do 911 GT2 RS para competições em circuito (não foi homologado para uso em rua). O novo 935 Clubsport, parte das comemorações do aniversário de 70 anos da Porsche, teve a carroceria alongada com seções de material composto de fibras de carbono e chegou a 4,87 metros de comprimento.

 

 

As rodas remetem às do 935/78, enquanto as lanternas nas pontas da asa traseira lembram as do 919 Hybrid LMP1 e as ponteiras aparentes do escapamento, de titânio, reproduzem as do 908 de 1968. Por dentro, a manopla da alavanca de transmissão de madeira laminada inspira-se nas do 917 e do esportivo de rua Carrera GT; o volante de fibra de carbono e o painel colorido por trás dele foram tirados do 911 GT3 R. O 935 tem estrutura de proteção, banco de corridas em concha e cinto de de seis pontos (o banco do passageiro é opcional). Uma concessão pelo conforto foi o ar-condicionado.

O novo 935 usa motor biturbo de seis cilindros opostos e 3,8 litros do 911 GT2 RS com potência de 700 cv. O carro tem transmissão Porsche Doppelkupplung (PDK) de dupla embreagem e sete marchas, peso de 1.380 kg, controle de estabilidade e seletor de mapeamento, para que os sistemas de assistência sejam ajustados em separado ou desligados. A pintura vem em cinza ágata, com opção das clássicas cores da Martini. O esportivo custa  701.948 euros, mais os impostos de cada país, e começa a ser entregue em junho de 2019.

 

 

935 (1978)

Texto da equipe – Fotos: divulgação