Pogea Racing prepara Fiat 500 Abarth e alcança 331 cv

Abarth 500 Pogea Racing 01

 

Como sai da fábrica, o Fiat 500 Abarth é certamente um dos carros mais divertidos de sua faixa de preço para o mercado brasileiro, mas a Pogea Racing fez questão de levar essa diversão bem mais longe. Com extensas alterações que incluem novos turbo, resfriador de ar, comandos de válvulas, dutos de admissão, pistões forjados, bielas e escapamento, o motor turbo de 1,4 litro foi catapultado para a potência de 331 cv e o torque de 41,1 m.kgf. São aumentos substanciais mesmo sobre a versão mais potente oferecida na Europa pela Abarth, a 695 Biposto, que obtém 190 cv e 25,5 m.kgf.

 

 

De acordo com a Pogea, sediada em Friedrichshafen, no sul da Alemanha, acelerar de 0 a 100 km/h requer apenas 5,1 segundos e a máxima chega a 262 km/h, ante 5,9 s e 230 km/h do mesmo 695 original. O ronco do escapamento pode ser ajustado por uma válvula de controle e o câmbio também foi revisto. A suspensão ganhou molas rebaixadas em 45 mm e amortecedores KW, os freios foram substituídos e as rodas OZ Racing Superturismo GT de 17 polegadas usam pneus 205/40 (seria esperada maior largura para tamanho aumento de potência).

O trabalho da preparadora envolveu uma remodelação visual do Abarth com componentes de plástico e fibra de carbono, o que reduziu em 71 kg seu peso (incluindo a remoção do banco traseiro). Por dentro, o 500 recebeu acabamentos em couro e camurça sintética, bancos Recaro Sportster-CS e sistema de áudio Beats.

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação