Troller demonstra capacidade em rali para imprensa

 

A Ford, dona da marca Troller, ofereceu à imprensa uma demonstração do jipe T4 para o tipo de uso para o qual foi projetado: fora de estrada. A marca tencionava mostrar a capacidade do carro de passar por onde muitos outros veículos não conseguiriam. Para isso, foi preparado um rali de regularidade para jornalistas em local bem acidentado e cheio de trilhas na região de Campinas, SP.

A Troller tem planos de expansão importantes, com previsão de aumento de 15% nas vendas este ano. Como parte do projeto, passará a oferecer vendas diretas para locadoras, frotistas e produtores rurais. Exposições agropecuárias, Fenajeep e competições fora de estrada — como os ralis Transparaná e Transcatarina — fazem parte da divulgação, assim como a Copa Troller e passeios fora de estrada em diversas regiões do País. O evento também serviu para o anúncio da produção de mais 180 unidades da série especial Bold, que dispõe de admissão elevada de ar para o motor e sistema de áudio Kenwood por valor promocional, além de pintura em dois tons. O motor turbodiesel de 3,2 litros e 200 cv é o mesmo da Ford Ranger.

 

 

O trajeto do rali de teste percorria estradas de terra com diversos tipos de obstáculos. No primeiro dia o solo alternava-se entre seco e molhado, com poças criadas com água trazida por caminhão-pipa. A maior dificuldade de muitos participantes foi seguir a planilha de navegação, típica de rali de regularidade. No segundo dia, porém, caiu uma chuva muito forte que fez do trajeto uma verdadeira pista de lama — aventura para quem não está acostumado ao fora de estrada. A sensação de que o jipe tombaria era constante, pela grande erosão em partes do trajeto. Rampas que pareciam intransponíveis e descidas íngremes foram vencidas graças às dicas dadas pelos instrutores do evento.

Um dos truques para ultrapassar esses elementos do relevo é manter a transmissão em reduzida, de preferência em terceira marcha, e acelerar com força, mantendo o volante reto, mesmo que o carro pareça guinar para os lados. Outra dica é alternar acelerações com tiradas do pé do acelerador, de maneira a limpar um pouco da lama grudada nos pneus. Nas descidas íngremes, aproveita-se a reduzida para usar apenas o freio-motor, pois o pedal de freio pode levar o veículo a escorregar. Com a inexperiência de alguns convidados e a chuva torrencial, a prova acabou não sendo completada, mas foi possível sentir a valentia do Troller.

 

 

Troller T4 Bold

Texto: José Geraldo Fonseca – Fotos: divulgação