Hyundai tem Veloster e Genesis de 500 cv e Tucson de 700

Veloster BTR
Veloster BTR

 

A Hyundai preparou modelos muito “quentes” para o Sema Show 2015, que vai até amanhã (6) em Las Vegas, nos EUA. O Veloster pode ter ficado com fama de carro lento no Brasil, mas daria o troco se aparecesse por aqui na versão elaborada pela Blood Type Racing. Além das alterações estéticas, das rodas de 19 polegadas e dos freios especiais, recebeu um turbocompressor de alta capacidade para levar o motor de 1,6 litro a mais de 500 cv, ou seja, acima de 300 cv por litro. O interior tem bancos, cintos e volante esportivos da Sabelt e sistema de áudio Rockford Fosgate; não há mais o banco traseiro.

 

 

O Genesis Coupe, que deixa de usar a marca Hyundai (Genesis passa a ser uma submarca do grupo, como a DS se separou da Citroën), aparece em duas versões. A Tjin Edition teve a potência do motor V6 de 3,8 litros elevada para 500 cv, por meio de um compressor instalado pela Bisimoto Engineering, e ganhou rodas de 19 polegadas, suspensão rebaixada e freios especiais. O interior combina certo luxo a uma estrutura de proteção típica de carros de corrida. Outro Genesis Coupe é o da ARK Performance, que ampliou o V6 para 4,0 litros e instalou compressor para chegar a (adivinhe…) 500 cv, transmitidos às rodas traseiras pelo câmbio manual. O cupê teve a carroceria amplamente revista e recebeu rodas forjadas e painel de fibra de carbono.

 

Para o novo Tucson, que substitui em vários mercados o IX35 (não no Brasil, porém), há diferentes propostas. A Rockstar Performance Garage (RPG) aplicou grandes pneus de 32 pol de diâmetro, elevou a suspensão em nada menos que 15 cm e deixou o visual mais aventureiro. O californiano John Pangilinan criou o JP Adventuremobile, com uma tenda acoplada ao teto, suspensão elevada, pneus fora de estrada e um potente sistema de áudio. Radical mesmo é o Tucson da Bisimoto, chamado de Brute Ute: com um grande turbo, o motor de 2,4 litros desenvolve anunciados 700 cv. Com caixa manual, o utilitário tem suspensão a ar e anexos aerodinâmicos.

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação