Salão: Toyota lança Prius e mostra 86, NS4 e Iimo

 

Enquanto apresenta o novo carro pequeno Etios (que está no estande também em versão personalizada, com um ar tão esportivo quanto suas linhas permitiram obter), a Toyota revela alguns modelos só para demonstração de tecnologia. O cupê 86 é o novo carro esporte da marca, desenvolvido em conjunto com a Subaru, que tem sua própria versão do carro batizada de BRZ. Ele usa o motor desta última, na tradicional configuração boxer, com 2,0 litros e potência de 200 cv. Com disposição de 2+2 lugares, um dos pontos fortes do carro é o belo desenho de sua carroceria, no qual se destaca a traseira com o difusor de ar envolvendo o escapamento duplo. É disponível no exterior tanto em versão manual quanto automática, ambas de seis marchas. Não há previsão de importação.

 

 

O Prius já escreveu seu nome na história do automóvel como o mais bem-sucedido carro híbrido de todos os tempos. Tem circulado no Brasil através de um programa no qual algumas unidades foram cedidas a personalidades, mas só agora o carro chegará ao mercado nacional regular, custando R$ 120 mil e prometendo uma economia de combustível considerável. Certamente não a ponto de compensar o preço tão salgado, mas a Toyota deve apostar na questão da imagem favorável ao ambiente. A versão GS, mais esportiva devido a um pacote de elementos externos, está exposta ao lado do carro original, mas por enquanto não tem venda confirmada por aqui. Um conjunto mecânico do modelo expõe o funcionamento do sistema híbrido no estande.

 

 

Com propostas futuristas, são mostrados os conceitos NS4, acima, e Iimo (duplo “i”). O NS4 é um híbrido que admite recarga externa da bateria e traz um sistema de comunicação que conecta pessoas, carros e infraestrutura das vias. O Iimo, anunciado como “carro-tablet”, traz uma carroceria interativa que funciona como uma grande tela, na qual se podem projetar conteúdo e imagens de um tablet ou smartphone por meio de conexão sem fio. O estande mostra ainda uma picape Hilux com acessórios para uso fora de estrada, sem previsão de venda.

 

Fotos: Fabrício Samahá