Salão: VW Cross Up, Crossfox, Spacefox e mais

VW Cross Up 01

 

Salão de São Paulo 2014A Volkswagen vai ao Salão de São Paulo com modelos reestilizados, novas versões e alguns carros apenas para exposição. Um dos lançamentos de destaque é o Cross Up, versão “aventureira” do menor modelo da marca, oferecida com motor de 1,0 litro e três cilindros e os câmbios manual e automatizado. Entre as diferenças para o Up conhecido estão rodas e pneus, molduras nos para-lamas, barras de teto e itens em tom prata, como retrovisores e seções dos para-choques.

 

 

 

 

Outro “aventureiro” lançado no evento é o Crossfox 2015, que acompanha a reestilização aplicada ao Fox em agosto. O motor passa a ser o 1,6 de 16 válvulas, com 110/120 cv, com opção pelo câmbio automatizado I-Motion. Faróis auxiliares com tripla função (luz de curva, neblina e longo alcance), sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, controle eletrônico de estabilidade com função Off-Road, assistência de partida em rampas, navegador integrado ao painel, teto solar elétrico e rodas de 16 pol opcionais são outras novidades.

 

 

Como versão conceitual há o Fox Pepper, mesmo nome do apresentado em 2003, ano do lançamento do modelo. Embora sugira um apelo esportivo com teto e molduras de para-lamas em preto, tem itens em comuns ao Crossfox, mas sem o estepe junto à tampa traseira. Motor 1,6 16V de 120 cv e câmbio manual de seis marchas são os mesmos da versão Highline.

 

 

A Spacefox 2015 também recebe a reestilização frontal do Fox, mas a traseira foi pouco modificada, pois já usava lanternas horizontais. Estão disponíveis as versões Comfortline, com o conhecido motor de 1,6 litro e oito válvulas (101/104 cv), e Highline, que usa o novo 1,6 de 16 válvulas (110/120 cv) e traz câmbio manual de seis marchas. Outras novidades são interior com materiais superiores, novo volante, teto solar, rodas de 16 pol, navegador e controle de estabilidade. Na versão “aventureira” Space Cross (fotos), além do estilo atualizado, as mudanças abrangem faróis auxiliares com tripla função, motor de 16 válvulas e câmbio de seis marchas de série, controlador de velocidade, faróis e limpador de para-brisa com acionamento automático e retrovisor interno fotocrômico.

 

 

O Jetta, que teve anunciada a produção em São Bernardo do Campo, SP, para o primeiro semestre de 2015, aparece na versão Highline TSI — que permanecerá vindo do México — com frente remodelada, retoques na traseira e novo volante. O motor turbo de 2,0 litros e 211 cv com caixa DSG de seis marchas e dupla embreagem não muda.

 

 

Na linha de picapes, a Saveiro ganha a versão Surf, com apelo jovial e cabine simples, dotada de rodas de alumínio de 15 pol, estrutura de caçamba e freios a disco nas quatro rodas. O motor é o 1,6 de oito válvulas com 101/104 cv. Para a Amarok a linha 2015 traz a versão Dark Label (abaixo), derivada da Trendline, com elementos em preto fosco (como estribos e retrovisores) e novas rodas de 17 pol. Vem com motor biturbo a diesel de 180 cv, caixa automática de oito marchas, tração integral permanente 4Motion, controle de estabilidade e controlador de descida.

 

Texto e fotos: Fabrício Samahá