Salão: JAC tem utilitários T5 e T6, flexíveis e J5 renovado

JAC T6 01

 

Salão de São Paulo 2014A JAC Motors, embora não tenha revelado o modelo que será fabricado na Bahia até 2016, exibe dois inéditos utilitários esporte no Salão de São Paulo: o T6 (porte similar ao do Renault Duster) e o T5 (de medidas parecidas com as do Ford Ecosport). O T6, acima, custará R$ 70 mil e tem motor Jet Flex de 2,0 litros e 16 válvulas, que fornece potência de 155 cv com gasolina e 160 com álcool; o câmbio manual de cinco marchas e a tração dianteira são padrões.

 

 

Com os opcionais — bancos revestidos em couro e sistema multimídia com tela de 7 pol e navegador integrado —, passa a custar R$ 75 mil. Uma versão preparada para uso fora de estrada, a Bufalos, também é mostrada. Em 2015 o modelo recebe o motor turbo de 2,0 litros e 180 cv usado na van T8.

 

 

 

Menor, o T5 (que na China é denominado S3) ainda está em fase de testes no Brasil. A unidade de 1,5 litro e 16 válvulas, a mesma do J3, produz até 127 cv e há opção entre câmbio manual de cinco marchas e o automático de variação contínua (CVT). A marca também lança seu sistema flexível Jet Flex no pequeno J2 e na minivan J6. No J2 o motor de 1,35 litro desenvolve 110 cv com gasolina e 113 com álcool, enquanto a J6 mantém os números do T6. O sedã J5 (acima) passa por discreta reestilização, sem atualizações mecânicas, e fica sem o motor flexível. Apenas como carro de exposição a JAC trouxe o IEV (Intelligent Electric Vehicle), um J3 Turin com propulsão elétrica vendido na China, com autonomia de até 170 km.

 

Texto: Jonathan Machado – Fotos: Fabrício Samahá (interior do T6: divulgação)