Retocado, Renault Captur francês lembra o nacional

 

O Renault Captur francês, já com quatro anos de mercado, passa por alterações visuais que o deixam mais parecido aos modelos brasileiro e russo, este chamado de Kaptur. São mudanças sutis como grade, para-choques, faróis, luzes diurnas de leds e lanternas traseiras: tanto na frente quanto atrás, passa a ser visível a letra “c” em cada lado quando acesas. A Renault adotou ainda teto panorâmico e novas opções de cores para o teto e o interior.

 

 

O Captur francês permanece diferente do nosso em plataforma (lá é derivado do Clio atual, aqui do Duster), dimensões (o nacional é 21 cm mais longo) e mecânica. O deles oferece motores turbo a gasolina de 900 cm³ (90 cv) e 1,2 litro (120 cv) e a diesel de 1,5 litro (90 e 110 cv), além de caixa automatizada de dupla embreagem e seis marchas.

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação