Renault Kwid indiano ganha estilo do K-ZE elétrico chinês

 

O Renault Kwid indiano recebe para 2020 o mesmo estilo da versão elétrica City K-ZE (fotos), feita na China em associação com a Dongfeng. Fotos do carro pronto para o lançamento, mostradas pela revista Autocar India, indicam o uso das soluções do K-ZE como faróis em posição mais baixa e luzes diurnas acima deles, em um arranjo que lembra a Fiat Toro e o Citroën C4 Cactus. Apenas a grade, que no elétrico é fechada, tem desenho diferente no Kwid a gasolina. Na traseira mudam as lanternas e o para-choque, mas pouco. Apesar dos quatro parafusos nas rodas do carro elétrico, adotados pelo motor de maior torque, o modelo a combustão continua com três.

 

 

 

Embora a Autocar não apresente o interior, relata que o Kwid 2020 ganha instrumentos digitais, novo volante e central de áudio com tela de 8 pol, como no K-ZE das fotos e na minivan Triber lançada na Índia. Serão mantidos os motores três-cilindros de 800 cm³ com 54 cv e de 1,0 litro com 68 cv, com opção de caixa manual automatizada monoembreagem. Como o Kwid brasileiro foi lançado dois anos depois do indiano, a reforma estética pode demorar a chegar ao modelo nacional.

Texto da equipe – Fotos: divulgação