Peugeot 508 agora é um belo cinco-portas de até 225 cv

 

O Peugeot 508 está de volta, e em grande estilo. No Salão de Genebra os franceses lançam a segunda geração de seu sedã de topo, agora com linhas angulosas e esportivas. Por ter cinco portas, mas com silhueta de cupê, ele segue a proposta de desenho do Audi A5 Sportback — e o faz de modo muito atraente. Nem as portas sem molduras nas janelas foram esquecidas.

 

 

O novo 508 usa a plataforma modular EMP2 (de 308, 3008, C4 Picasso e outros) com 4,75 metros de comprimento e 2,75 m entre eixos, medidas reduzidas do sedã anterior. Já o porta-malas aumentou de 473 para 485 litros e o peso foi reduzido, em média, em 70 kg. O interior repete soluções do 3008, caso dos interruptores do painel, mas integra a tela central de 10 pol em posição mais baixa. O quadro de instrumentos, com tela digital de 12,3 pol, é lido por cima do volante.

O sistema de visão noturna usa câmera infravermelha para detectar pedestres ou animais adiante. Outros auxílios são controlador de distância com função para-anda, assistentes para se manter na faixa e para comutar faróis, frenagem automática e leitura de placas da via.

Serão oferecidos motores a gasolina de 180 e 225 cv e a diesel de 130, 160 e 180 cv. Um híbrido com recarga externa (plug-in) vem ainda este ano. Todos dispõem de caixa automática de oito marchas e tração apenas dianteira. Diferente dos colegas de plataforma, que usam eixo de torção, as versões superiores do 508 recebem suspensão traseira independente multibraço e controle eletrônico de amortecimento.

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação