Opel Cascada, novo conversível para lugar do Astra

 

Assim como a Volkswagen com o Eos, a Opel (na Alemanha) e a Vauxhall (no Reino Unido) decidiram criar um modelo conversível independente em vez de anexá-lo a uma linha conhecida, como acontecia antes com o Astra Twin Top. O novo carro, chamado de Cascada, usa uma plataforma com componentes do atual Astra e do Insignia e mede 4,69 metros de comprimento com entre-eixos de 2,70 m. Trata-se de um quatro-lugares com capota de tecido, ao contrário do Astra Twin Top, que usava um teto rígido retrátil. O acionamento pode ser feito rodando a até 50 km/h.

 

 

Oferecido com três cores de capota, o Cascada acomoda 350 litros de bagagem, que caem para 280 com o teto recolhido. O conversível tem como principal motor um turbo a gasolina de 1,6 litro com potência de 168 cv e torque de 28,5 m.kgf, dotado de caixa automática de seis marchas como padrão. Outras opções são o 1,4 turbo de 138 cv e 22,3 m.kgf e o 2,0-litros turbodiesel com 163 cv e 28,5 m.kgf. A suspensão pode receber o sistema FlexRide de controle eletrônico de amortecimento, com três modos de uso,

Entre os recursos de segurança do Cascada estão alertas para veículo em ponto cego, para evasão da faixa de rolamento e para veículo à frente com risco de colisão, faróis adaptativos com 11 funções e barras atrás dos encostos de cabeça traseiros, que disparam se for detectado risco de capotagem. Um sistema automático de estacionamento também está disponível.

 

Texto: Fabrício Samahá – Fotos: divulgação