Novo Toyota Corolla 2020 brasileiro será híbrido flexível

 

A Toyota anuncia que o novo Corolla de 12ª geração, a ser lançado no Brasil no último trimestre deste ano, será o primeiro veículo híbrido e flexível do mundo, ou seja, a associar um motor elétrico a uma unidade a combustão apta a consumir gasolina e/ou álcool. Com essa motorização, o Corolla será o automóvel movido a álcool mais eficiente do Brasil e o híbrido mais limpo do mundo, anuncia a marca.

 

 

O novo Corolla será produzido sobre a plataforma TNGA (Toyota New Global Architecture, ou Nova Arquitetura Global da Toyota), a mesma de Prius, C-HR e Camry. A fábrica de Indaiatuba, no interior de São Paulo, vem sendo modernizada em investimento de R$ 1 bilhão. O carro foi mostrado ontem (17) em evento com camuflagem, que permite notar a semelhança de desenho ao modelo europeu e chinês das fotos. Nos Estados Unidos ele segue estilo diferente, com outro recorte de capô e o emblema da marca posicionado nele em vez da grade.

 

 

No interior da versão europeia, o novo Corolla mostra linhas modernas e tela de 8 pol para a central de áudio, que no híbrido também mostra informações do fluxo de energia pelo sistema. Outras novidades, que podem vir ou não ao mercado brasileiro, são projeção elevada de informações, carregador de telefone por indução, controlador de distância à frente, monitor frontal com frenagem automática e detector de pedestre ou ciclista, assistentes de faixa (com intervenção à direção) e de faróis e leitor de placas da via.

O entre-eixos permanece de 2,70 metros, mas ele agora tem 4,64 m de comprimento (mais 2 cm que antes), 1,78 m de largura (mantida) e 1,44 m de altura (menos 3 cm), além de bitolas mais largas e capô mais baixo. Na Europa a suspensão traseira é multibraço em todas as versões, no lugar do atual eixo de torção. Naquele mercado a versão híbrida associa motor de 1,8 litro a gasolina e um elétrico para 122 cv combinados.

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação