Novo RenaultSport Clio 200 é mais eficiente e divertido

 

A Renault mostra em detalhes o esportivo RenaultSport Clio 200, ou RS 200, que havia sido antecipado em setembro no Salão de Paris. Essa versão de topo do Clio de quarta geração substitui o motor aspirado de 2,0 litros da geração anterior por um turbo de 1,6 litro com potência similar (200 cv, como sugere o nome da versão) e torque bem superior: 24,5 m.kgf a 1.750 rpm, ante 21,9 m.kgf do antigo. Além de muito rápido, ao acelerar de 0 a 100 em 6,7 segundos e atingir 230 km/h, o novo RS emite 25% a menos de CO2 e consome menos combustível na mesma proporção.

 

 

Outra novidade é o câmbio EDC (Efficient Double Clutch), um automatizado de dupla embreagem que permite trocas manuais por alavancas no volante. O RS 200 está disponível apenas com cinco portas, embora use maçanetas traseiras discretas para obter o aspecto de um três-portas, e tem diferenças para os Clios comuns como novos para-choques e grade, rodas de 17 pol com opção por 18, saias laterais e defletor traseiro. No interior, a versão ganha bancos, volante e painel diferenciados.

 

 

A suspensão pode vir em duas versões: Sport, que concilia estabilidade e conforto, e Cup, com acerto mais firme e altura de rodagem 3 mm menor. Há um assistente para arrancada rápida, com mínima perda de aderência, e o novo diferencial RS Diff compara as rotações das rodas e aplica leve frenagem à roda dianteira interna à curva, que tende a patinar, evitando que o controle de tração precise cortar potência do motor. Um seletor no console permite ajustar o pequeno esportivo entre três programas de uso: Normal, Sport e Race (corrida). Os parâmetros afetados são respostas do acelerador, trocas automáticas do câmbio, assistência da direção e atuação dos controles de tração e de estabilidade.

Se toda essa diversão real ainda não for o bastante, o Clio RS ainda pode divertir virtualmente pelo som. O ronco de sete esportivos, como o clássico Alpine A110, o R8 Gordini e o Nissan GT-R, pode ser reproduzido pelo sistema de áudio R-Link acompanhando a forma como se usa o motor.

 

Texto: Fabrício Samahá – Fotos: divulgação