Novo Porsche Cayenne no Brasil começa em R$ 423 mil

 

A Porsche traz ao Brasil a terceira geração do Cayenne, lançada na Europa em setembro do ano passado. Além do desenho atualizado, o utilitário esporte recebeu motores mais potentes e evoluções no chassi e no interior. A versão básica tem preço sugerido de R$ 423.000, a S custa R$ 523.000 e o Cayenne Turbo tem valor de R$ 733.000.

 

 

O Cayenne chega 63 mm maior em comprimento, mantendo a distância entre eixos. A nova plataforma, compartilhada com Audi Q7 e Bentley Bentayga, reduziu o peso em 65 kg para 1.985 kg na versão básica. Faróis de leds são de série, com opção pelo Porsche Dynamic Light System (PDLS) com diferentes modos de iluminação e pelo PDLS Plus, que usa 84 leds com controle individual.

No interior, como no novo Panamera, há uma tela central Full HD sensível ao toque de 12,3 pol para a central de áudio, comando de voz e dois mostradores digitais de 7 pol ladeando o conta-giros. Sistemas de assistência incluem visão noturna com câmera termográfica, reconhecimento de sinalizações de trânsito e assistentes para veículo em ponto cego, para troca de pista e para estacionamento. A capacidade de bagagem passa a 770 litros, um aumento de 100 litros.

 

 

No Cayenne básico o motor V6 turbo de 3,0 litros produz 340 cv e torque de 45,9 m.kgf, com os quais ele acelera de 0 a 100 km/h em 6,2 segundos (5,9 s com o pacote Sport Chrono) e atinge velocidade máxima de 245 km/h. O S usa um V6 biturbo de 2,9 litros com 440 cv e 56,1 m.kgf, suficientes para 0-100 em 5,2 s (4,9 s com Sport Chrono) e máxima de 265 km/h. Por sua vez, o Turbo alcança 550 cv e 78,5 m.kgf no V8 biturbo de 4,0 litros (mais 30 cv e 2 m.kgf que antes), o bastante para 0-100 em 4,1 s (3,9 s com Sport Chrono) e máxima de 286 km/h. Em todos a transmissão automática tem oito marchas e a tração é integral.

O novo Cayenne oferece a opção de eixo traseiro direcional (que melhora a estabilidade nas mudanças de faixa e reduz o diâmetro de giro), suspensão a ar e a estabilização de rodagem opcional Porsche Dynamic Chassis Control (PDCC), que mudou do sistema hidráulico para o elétrico.

 

Cayenne S

 

Cayenne Turbo

Texto da equipe – Fotos: divulgação