Novo aqui, Renault Zoe já muda visual, motor e baterias

 

Os primeiros compradores do Renault Zoe no Brasil podem colocar o dedo na tomada para descarregar a raiva: na Europa, o modelo elétrico já ganha frente e interior renovados, mais equipamentos, potência e autonomia ampliadas. O aspecto dianteiro mudou em faróis e para-choque (veja o anterior) e a traseira tem novas lanternas. O interior recebeu painel refeito, tela de 10 pol como quadro de instrumentos digital e o sistema Easy Connect, que faz a integração da central de áudio a um aplicativo de celular. Auxílios ao motorista incluem leitura de placas da via, alerta de veículo em pontos cegos, frenagem automática em caso de risco de colisão ou atropelamento e assistentes de faixa, de faróis e de estacionamento.

 

 

O motor elétrico está mais potente, com 100 kW ou 136 cv e torque de 24,5 m.kgf, em opção ao de 80 kW ou 110 cv. Agora ele acelera de 0 a 100 km/h em menos de 10 segundos e alcança 140 km/h. Um modo com maior regeneração de energia nas desacelerações facilita a condução: apenas deixar de acelerar promove a redução de velocidade desejada em várias condições de uso, dispensando o uso do pedal de freio. Com capacidade de baterias aumentada para 52 kWh, o Zoe agora tem autonomia de 390 km pelo padrão WLTP (aumento de 20%) e as baterias podem ser recarregadas em corrente contínua (antes, só em alternada).

 

Texto da equipe – Fotos: divulgação